Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33851
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_FranciscaCarolineLopesdoNascimento.pdf1,71 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Aplicação da escala de risco para lesão no posicionamento cirúrgico em hospital de reabilitação
Outros títulos: Application of the risk scale for lesion in the surgical positioning in a rehabilitation hospital
Aplicación de la escala de riesgo para lesión en el posicionamiento quirúrgico en hospital de rehabilitación
Autor(es): Nascimento, Francisca Caroline Lopes do
Orientador(es): Rodrigues, Maria Cristina Soares
Assunto: Enfermagem perioperatória
Pacientes - medidas de segurança
Pacientes hospitalizados
Risco hospitalar
Ferimentos e lesões
Data de publicação: 29-Jan-2019
Referência: NASCIMENTO, Francisca Caroline Lopes do. Aplicação da escala de risco para lesão no posicionamento cirúrgico em hospital de reabilitação. 2018. 113 f., il. Dissertação (Mestrado em Enfermagem)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Todo paciente submetido à cirurgia está em risco de desenvolver algum tipo de lesão relacionada ao posicionamento cirúrgico, que pode ser causada por alongamento ou compressão de tecidos, levando à redução do fluxo sanguíneo e isquemia, podendo causar danos temporários e até permanentes. O enfermeiro perioperatório é responsável por planejar e efetuar ações que previnem essas complicações e diminuam os riscos. A avaliação precoce do risco por meio de um instrumento de avaliação específico, combinado com observação da pele e julgamento clínico, é essencial. A Escala de Avaliação de Risco para o Desenvolvimento de Lesões Decorrentes do Posicionamento Cirúrgico (ELPO) traz itens que contemplam maior ou menor risco para o desenvolvimento de lesões decorrentes do posicionamento cirúrgico. Porém, nem sempre um instrumento que é construído e validado para um determinado ambiente torna-se aplicável nas diferentes instituições. Visando a implantação da escala no protocolo de posicionamento cirúrgico, para a tomada de decisão na assistência ao paciente perioperaório, este estudo teve como objetivo avaliar a aplicabilidade da Escala de Avaliação de Risco para o Desenvolvimento de Lesões Decorrentes do Posicionamento Cirúrgico (ELPO) em pacientes de um hospital de reabilitação. Trata-se de uma pesquisa analítica, correlacional e transversal, com abordagem quantitativa. Um instrumento e a escala foram utilizados nas três fases perioperatórias, em 106 pacientes. O escore da escala com tempo estimado (ELPO 1) e o escore com tempo real de posicionamento (ELPO 2) predominaram pacientes em alto risco para lesões, com média 19,97 (+3,02) e 19,96 (+3,12), respectivamente. A análise inferencial comparou os escores nos dois momentos, através do teste t de Student, e mostrou que não há diferença. Para avaliar a associação dos escores da ELPO com o surgimento de lesões, testou-se a associação da presença de dor e o desenvolvimento de lesão por pressão com o escore, e a análise inferencial mostrou que a escala consegue prever adequadamente que indivíduos com alto risco estarão mais propensos a desenvolver lesões. Dos fatores intrínsecos pesquisados, a idade e o IMC não estão associados ao surgimento de lesões, e dos fatores extrínsecos, o tempo cirúrgico acima de 6h e o colchão da mesa cirúrgica de espuma (convencional) e coxins feitos em campos de algodão estão associados com o surgimento de lesões. Para verificar a correlação do escore da ELPO com o surgimento de lesões, foi realizado o teste de regressão logística, que aponta que a ELPO 1 e o tempo de posicionamento quando juntos prediz a ocorrência de lesão de pele, sendo melhor o índice em prever a não ocorrência, e que cada pontuação na ELPO 1 aumenta em 1,5% as chances de apresentar lesão de pele e que a cada hora de tempo de posicionamento as chances de apresentar esta lesão aumentam em 1,6%. O estudo evidencia a aplicabilidade da escala pelo desfecho da associação dos escores com o surgimento de lesões, o que corrobora que a escala é ferramenta válida, confiável e útil em diferente contexto hospitalar, e contribui com evidências no avanço do conhecimento.
Abstract: Every patient undergoing surgery is at risk of developing some type of lesion related to the surgical positioning, which may be caused by the stretching or compression of tissues, leading to the reduction of the blood flow and ischemia, which may cause temporary and even permanent damages. The perioperative nurse is responsible for planning and carrying out actions that may prevent these complications and reduce the risks. The early risk assessment through a specific assessment tool, combined with skin observation and clinical judgment, is essential. The Risk Assessment Scale for the Development of Injuries from Surgical Positioning (ELPO - Escala de Avaliação de Risco para o Desenvolvimento de Lesões Decorrentes do Posicionamento Cirúrgico) has items that include more or less risk for the development of lesions resulting from the surgical positioning. However, not always an instrument that is built and validated for a given environment is applicable in different institutions. Aiming at implementing the scale in the protocol of surgical positioning for the decision making in the care of perioperative patients, this study aimed at evaluating the applicability of the Risk Assessment Scale for the Development of Injuries from Surgical Positioning (ELPO) in patients of a rehabilitation hospital. It is an analytical, correlational and transversal research, with a quantitative approach. An instrument and the scale were used in the three perioperative phases, with 106 patients. The estimated time scale score (ELPO 1) and the real-time positioning score (ELPO 2) showed the predominance of patients at high risk for lesions, with an average of 19.97 (+3.02) and 19.96 (+3.12), respectively. The inferential analysis compared the scores at the two moments, through the Student's t test, and showed that there was no difference. In order to evaluate the association of the ELPO scores with the appearance of lesions, the association of the presence of pain and the development of pressure injury with the score was tested, and the inferential analysis showed that the scale can adequately predict that individuals at high risk will be more likely to develop lesions. Of the intrinsic factors investigated, age and BMI are not associated with the appearance of lesions; and of the extrinsic factors, the surgical time above 6h and the foam surgical table mattress (conventional) and cushions made from cotton fields are associated with the onset of lesions. In order to verify the correlation of the ELPO score with the appearance of lesions, the logistic regression test was performed, which indicates that ELPO 1 and the positioning time, when put together, predict the occurrence of skin lesions, being that the index is better to predict the non-occurrence, and that each score in ELPO 1 increases the chances of presenting a skin lesion by 1.5%, and that with each hour of positioning time the chances of presenting this lesion increase by 1.6%. The study evidences the applicability of the scale by the outcome of the association of the scores with the appearance of lesions, which corroborates that the scale is a valid, reliable and useful tool in different hospital contexts, and it contributes with evidences in the advance of knowledge.
Resumen: Todo paciente sometido a cirugía está en riesgo de desarrollar algún tipo de lesión relacionada al posicionamiento quirúrgico, que se puede generar debido al estiramiento o a la contracción de los tejidos, que conducen a una reducción del flujo sanguíneo y a la isquemia, pudiendo causar daños temporales e incluso permanentes. El enfermero perioperatorio se responsabiliza por la planificación y realización de acciones que previenen estas complicaciones y disminuyen los riesgos. La evaluación temprana del riesgo a través de un elemento de evaluación específico, combinado con la observación de la piel y criterio clínico, es esencial. La Escala de Evaluación de Riesgo para el Desarrollo de Lesiones Debidas al Posicionamiento Quirúrgico (ELPO) conlleva elementos que contemplan un mayor o menor riesgo para el desarrollo de lesiones debidas al posicionamiento quirúrgico. Sin embargo, no siempre un elemento, construido y validado para un determinado espacio, es aplicable en diferentes instituciones. Con el fin de implementar la escala en el protocolo de posicionamiento quirúrgico, para la toma de decisión en la atención al paciente perioperatorio, este estudio tiene como objetivo evaluar la aplicabilidad de la Escala de Evaluación de Riesgo para el Desarrollo de Lesiones Debidas al Posicionamiento Quirúrgico (ELPO) en pacientes de un hospital de rehabilitación. Se trata de una investigación analítica, correlacional y transversal, con abordaje cuantitativo. Se utilizaron un elemento y la escala en tres etapas perioperatorias en 106 pacientes. El escore de la escala con tiempo-estimado (ELPO 1) y el escore con tiempo real de posicionamiento (ELPO 2) predominaron en pacientes con alto riesgo para lesiones, con una media de 19,97 (+3,02) y 19,96 (+3,12), respectivamente. El análisis inferencial comparó los escores en ambos momentos, a través del test t de Student, y demostró que no hay diferencia. Para evaluar la asociación de los escores de la ELPO con el surgimiento de las lesiones, se examinó la asociación de la presencia del dolor y el desarrollo de lesión por presión con el escore, y el análisis inferencial demostró que la escala logra prever, de forma precisa, cuáles individuos con alto riesgo son más propensos a desarrollar lesiones. Dos factores intrínsecos investigados - la edad y el IMC - no están asociados al surgimiento de lesiones, y dos factores extrínsecos - el tiempo quirúrgico por arriba de las 6h y el colchón de la mesa quirúrgica de espuma (convencional) y cojines hechos en campos de algodón - están asociados con el surgimiento de lesiones. Para verificar la correlación del escore de la ELPO con el surgimiento de lesiones, se realizó el test de regresión logística, que apunta que la ELPO 1 y el tiempo de posicionamiento, cuando juntos, predice la ocurrencia de lesión de piel, siendo mejor el índice en prever la no ocurrencia, y que cada puntuación en la ELPO 1 aumenta en 1,5% las chances de presentar lesión de piel, y que a cada hora de tiempo de posicionamiento las chances de presentar esta lesión aumentan en 1,6%. El estudio evidencia la aplicabilidad de la escala por el desenlace de la asociación de los escores con el surgimiento de las lesiones, lo que afirma que la escala es una herramienta válida, confiable y útil en diferentes contextos hospitalarios, y contribuye con evidencias para el avance del conocimiento.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:ENF - Mestrado em Enfermagem (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.