Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33843
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_EvaldoPereiradeRezende.pdf1,38 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A noção de inércia em Galileu Galilei
Autor(es): Rezende, Evaldo Pereira de
Orientador(es): Rodrigues, Samuel Simon
Assunto: Inércia - Galileu
Galilei, Galileu, 1564-1642 - crítica e interpretação
Movimento
Data de publicação: 29-Jan-2019
Referência: REZENDE, Evaldo Pereira de. A noção de inércia em Galileu Galilei. 2018. 153 f., il. Dissertação (Mestrado em Filosofia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: O presente trabalho visa analisar o desenvolvimento da noção de inércia em Galileu, tratando-se, portanto, de uma investigação que remonta às origens históricas para, então, realizar análises filosóficas. Dessa maneira, busca-se compreender as concepções aristotélicas acerca do movimento, imprescindíveis para que se possa refletir sobre a relação entre movimento e causalidade. Na sequência, procura-se apresentar os principais pensadores posteriores a Aristóteles cujas ideias contribuíram para o desenvolvimento científico que possibilitou a revolução copernicana e, consequentemente, a concepção galileana de inércia. Os escritos principais de Galileu são analisados, nomeadamente o Diálogo sobre os dois máximos sistemas do mundo e os Discorsi, obras nas quais o pesquisador italiano desenvolve de forma mais acurada a sua visão concernente ao movimento inercial. Por fim, apresenta-se uma discussão contemporânea relativa ao tema, a saber, se Galileu teria defendido uma inércia linear ou circular.
Abstract: The present work aims to analyze the development of the notion of inertia in Galileo, dealing, therefore, with a investigation that goes back to historical origins to then carry out philosophical analysis. In this way, it seeks out to understand the Aristotelian conceptions concerning movement, which are indispensable so that we can reflect about the relationship between movement and causality. In the sequence, one looks for to present the main thinkers later to Aristotle whose ideas contributed for the scientific development that made possible the Copernican revolution and, consequently, the Galilean conception of inertia. We analyze the main writings of Galileo, namely the Dialogue Concerning the Two Chief World Systems and the Discorsi, works in which the Italian researcher develops more accurately his vision concerning the inertial movement. Lastly, it presents a contemporary discussion on the subject, namely whether Galileo would have defended a linear or a conception of circular inertia.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília,Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FIL - Mestrado em Filosofia (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.