Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33785
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_CarolinaAlzateGouzy.pdf4,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Segurança alimentar, conhecimento ecológico tradicional e agroecologia como bases para o estudo dos sistemas alimentares nas cidades fronteiriças de Anse-à-Pitre no Haiti e Pedernales na República Dominicana
Autor(es): Gouzy, Carolina Alzate
Orientador(es): Mertens, Frédéric
Coorientador(es): Fillion, Myriam
Assunto: Segurança alimentar
Sistemas alimentares
República Dominicana
Conhecimento ecológico
Data de publicação: 14-Jan-2019
Referência: GOUZY, Carolina Alzate. Segurança alimentar, conhecimento ecológico tradicional e agroecologia como bases para o estudo dos sistemas alimentares nas cidades fronteiriças de Anse-à-Pitre no Haiti e Pedernales na República Dominicana. 2018. ix, 209 f., il. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A pesar dos esforços globais nas últimas décadas em prol de garantir a segurança alimentar das nações, atualmente o número de pessoas no mundo que padece de fome ou desnutrição chega quase a um bilhão, enquanto um bilhão e meio sofre de sobrepeso ou obesidade. A mudança climática é um fator que amplificará ainda mais estes impactos negativos afetando diretamente a disponibilidade, acessibilidade, estabilidade, uso e qualidade dos alimentos. Para entender as diferentes causas e dinâmicas da segurança alimentar e assim poder estabelecer umas políticas mais coerentes e efetivas, a abordagem dos sistemas alimentares oferece uma alternativa sistêmica que alcança uma análise mais completa. Nesta abordagem a segurança alimentar é considerada como resultado do sistema alimentar analisado e os fatores que afetam esse resultado são elementos do sistema que se inter-relacionam entre si. A abordagem dos sistemas alimentares foi utilizada para analisar os sistemas alimentares locais no nível de famílias agricultoras de Anse-à-Pitre, no Haiti e Pedernales na República Dominicana. Estas são duas cidades fronteiriças, delimitadas pelo Rio Pedernales, compartilhando uma mesma bacia hidrográfica. A pesar da cercania as diferenças sociais, ambientais e no estado da segurança alimentar em Anse-à-Pitres são preocupantes. A partir da necessidade de se compreender as dinâmicas e diferenças dos sistemas alimentares dos dois municípios e em base na lacuna nos estudos de sistemas alimentares a nível de famílias agricultoras estabeleceu-se o objetivo de compreender os sistemas alimentares de Anse-à-Pitre e Pedernales por meio da avaliação da segurança alimentar, do conhecimento ecológico tradicional das famílias agricultoras e do estudo da resiliência dos sistemas alimentares. O conhecimento ecológico tradicional no espaço da produção agrícola de famílias agricultoras de Anse-à-Pitre, e Pedernales tem um papel central como reprodutor de práticas mais sustentáveis na agricultura. Já a resiliência dos sistemas alimentares foi trazida como uma abordagem para se entender a dinâmica dos sistemas alimentares das duas cidades e predizer e prevenir estados nos quais esteja em risco a segurança alimentar das populações. Conclui-se sobre a indissociabilidade dos elementos dos sistemas alimentares e a importância do seu estudo para compreender os resultados do mesmo. Estes resultados em Anse-à-Pitres e Pedernales são evidentemente contrastantes, mas as causas vão além de uma diferencia no acesso econômico das populações. Evidenciaram-se logicas diferentes de produção e reprodução do conhecimento que fortalecem a agricultura familiar em Anse-à-Pitres e compensam as dificuldades de acesso ao alimento.
Abstract: Despite global efforts in recent decades to ensure food security of nations, today the number of people in the world suffering from hunger or malnutrition is almost one billion, while one and a half billion people are overweight or obese. Climate change is a factor that will further amplify these negative impacts by directly affecting the availability, accessibility, stability, use and quality of food. In order to understand the different causes and dynamics of food security and to establish more coherent and effective policies, the food system approach offers a systemic alternative that reaches a more complete analysis. In this approach food security is considered as a result of the analyzed food system and the factors that affect this result are elements of the system that interrelate with each other. The food systems approach was used to analyze local food systems at household level in Anse-à-Pitre, Haiti and Pedernales in the Dominican Republic. These are two border cities, delimited by the Pedernales River, sharing the same basin. Despite their proximity, social, environmental and food security differences in Anse-à-Pitres are worrisome. Based on the need to understand the dynamics and differences of the food systems of the two municipalities and based on the gap in the studies of food systems at the level of households, the objective of this tesis was to understand the food systems of Anse-à-Pitre and Pedernales through the evaluation of food security, the traditional ecological knowledge of the households and the study of the resilience of food systems. Traditional ecological knowledge about household agricultural production in Anse-à-Pitre, and Pedernales plays a central role as a reproducer of more sustainable practices in agriculture. The resilience of food systems was brought as an approach to understand the dynamics of the food systems of the two cities and to predict and prevent states in which the food security of populations is at risk. It is concluded that the elements of food systems are indissociable and the importance of their study is to understand the results of the food systems. These results in Anse-à-Pitres and Pedernales are evidently contrasting, but the causes go beyond a difference in the economic access of the populations. Different logics of production and knowledge reproduction strengthen agricultural households in Anse-à-Pitres and compensation for the difficulties of access to food have been evidenced.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:CDS - Doutorado em Desenvolvimento Sustentável (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.