Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33775
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_AndréCoutoSantos.pdf2,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Análise do policialês : o processo de ensino e aprendizagem da linguagem policial na Polícia Militar do Distrito Federal em cursos de formação policial
Autor(es): Santos, André Couto
Orientador(es): Almeida Filho, José Carlos Paes de
Assunto: Linguagem
Polícia militar - Distrito Federal (Brasil)
Policiais - formação
Competência comunicativa
Data de publicação: 8-Jan-2019
Referência: SANTOS, André Couto. Análise do policialês: o processo de ensino e aprendizagem da linguagem policial na Polícia Militar do Distrito Federal em cursos de formação policial. 2017. 184 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A presente dissertação, caracterizada como fruto de uma pesquisa de cunho etnográfico qualitativa, conduzida sob uma perspectiva interpretativista, teve como objetivo basilar uma análise sistemática e descritiva da linguagem policial (policialês) e seus componentes de linguagem, desempenhada na Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e, por conseguinte, demonstrar e esclarecer o processo do ensino e aprendizagem/aquisição dessa linguagem policial por parte dos policiais militares da referida Corporação em seus respectivos cursos de formação policial, a partir de uma perspectiva élfica (Ensino de Línguas para Fins Específicos) - ELFE. A pesquisa foi realizada em duas temporadas, a saber, durante o período compreendido de março a outubro de 2016, no qual realizei a primeira etapa das observações participantes e durante o período compreendido de maio a agosto de 2017, em que realizei a segunda etapa das observações participantes, as análises documentais e as respectivas entrevistas. Os resultados demonstraram que os policiais militares da PMDF não estão aprendendo a linguagem e a comunicação policial na perspectiva da competência comunicativa, uma vez que as respectivas disciplinas nos currículos da Instituição investigada, oferecidas durante os cursos de formação policial, não tratam especificamente do policialês e, sim, de alguns elementos dessa linguagem, bem como também não apresentam uma abordagem comunicativa do ensino praticado, isto é, não abrangem uma filosofia interativa e construtiva para o uso dessa linguagem policial. Desse modo, a presente pesquisa apresenta à Corporação, um esboço de um planejamento de um curso de linguagem e comunicação policial que poderia redundar numa satisfatória inovação dos currículos dos cursos de formação policial.
Abstract: The present dissertation, characterized as a result of a qualitative ethnographic research, conducted under an interpretative perspective, aimed to base a systematic and descriptive analysis of the police (policish)2 language and its components, performed in the Federal District Military Police (PMDF), and, therefore, to demonstrate and clarify the process of teaching and learning/acquisition of this police language by the military police of the said Corporation in their respective police training courses, from an elvish perspective (Teaching of Languages for Specific Purposes ) - ELFE. The research was carried out in two seasons, during the period from March to October 2016, in which I carried out the first stage of the participant observations and during the period from May to August 2017, when I realized observations, documentary analyzes and interviews. The results showed that military police of the PMDF are not learning the language and police communication according to perspective of communicative competence, since their disciplines in the curriculum of the institution investigated, offered during the course of police training, they do not specifically address the policish and, yes, some elements of that language, and also do not present a communicative approach to the practised teaching, that is, do not encompass an interactive philosophy and constructive for the use of this police language. Thus, the present research presents to the Corporation, a sketch of a planning of a course of language and police communication that could redound in a satisfactory innovation of the curricula of the courses of police training.
Resumen: La presente disertación, caracterizada como fruto de una investigación de cuño etnográfico cualitativo, conducida bajo una perspectiva interpretativista, tuvo como objetivo basilar un análisis sistemático y descriptivo del lenguaje policial (policiñol)1 y sus componentes, de lenguaje desempeñada en la Policía Militar del Distrito Federal (PMDF) y, por consiguiente, demostrar y aclarar el proceso de enseñanza y aprendizaje/adquisición de ese lenguaje policial por parte de los policías militares de dicha Corporación en sus respectivos cursos de formación policial, a partir de una perspectiva élfica (Enseñanza de Lenguas para Fines Específicos - ELFE. La investigación se realizó en dos temporadas, a saber, durante el período comprendido de marzo a octubre de 2016, en el cual realicé la primera etapa de las observaciones participantes y durante el período comprendido de mayo a agosto de 2017, en que realicé la segunda etapa de las observaciones participantes, los análisis documentales y las respectivas entrevistas. Los resultados demostraron que los policías militares de la PMDF no están aprendiendo el lenguaje y la comunicación policial en la perspectiva de la competencia comunicativa, ya que las respectivas disciplinas en los currículos de la Institución investigada, ofrecidas durante los cursos de formación policial, no tratan específicamente del policiñol y, si algunos elementos de ese lenguaje, así como tampoco presentan un enfoque comunicativo de la enseñanza practicada, es decir, no abarcan una filosofía interactiva y constructiva para el uso de ese lenguaje policial. De este modo, la presente investigación presenta a la Corporación, un esbozo de una planificación de un curso de lenguaje y comunicación policial que podría redundar en una innovación satisfactoria de los planes de estudio de los cursos de formación policial.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PGLA - Mestrado em Linguística Aplicada (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.