Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33768
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_DanieleSantosSantana.pdf1,79 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Ilê aiyê : interações entre arte, educação e cultura afro-brasileira
Outros títulos: Ilê aiyê : interactions between art, education and afro- brazilian culture
Autor(es): Santana, Daniele Santos
Orientador(es): Bezerra Júnior, Belidson Dias
Assunto: Negros - história - cultura
Ilê Aiyê
Cultura afro-brasileira
Cultura africana
Data de publicação: 8-Jan-2018
Referência: SANTANA, Daniele Santos. Ilê aiyê: interações entre arte, educação e cultura afro-brasileira. 2018. 162 f., il. Dissertação (Mestrado em Arte)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: O presente estudo tem por objetivo investigar os projetos educacionais desenvolvidos pela Associação Cultural Bloco Carnavalesco Ilê Aiyê, tendo em vista entender a importância da valorização da cultura afro-brasileira na sala de aula e destacar as propostas pedagógicas apresentadas nos Cadernos de Educação que se consolidam como recurso pedagógico fundamental para o trabalho de professores e professoras que abordam as temáticas relacionadas à história e cultura africana e afro-brasileira. Precedentemente, apresenta-se um breve panorama do ensino de Arte no Brasil, o qual evidencia a tentativa de invisibilidade das culturas indígena e africana no campo educacional, a partir da colonização do país, e como as tendências educacionais do século XX propõem uma nova abordagem acerca do tema, através de propostas que visam a diversidade cultural na educação. O caminho percorrido envolve também uma pesquisa histórica da trajetória do bloco afro Ilê Aiyê, desde a sua criação, em 1974, na cidade de Salvador, Bahia, e sua consolidação enquanto instituição de ensino formal, com projetos de cunho pedagógico que culminou na criação do PEP (Projetos de Extensão Pedagógica), o qual engloba a Escola Mãe Hilda, a Banda Erê, a Escola Profissionalizante e os Cadernos de Educação do Ilê Aiyê. Estes últimos, resultado das atividades ligadas aos temas do carnaval apresentados pelo Ilê, são aqui apresentados em algumas edições e utilizados como recurso didático principal para o ensino da cultura africana e afro-brasileira em sala de aula, no contexto formal de educação, na realização de atividades artísticopedagógicas desenvolvidas com estudantes de uma escola pública, cursistas das últimas séries do ensino fundamental da educação básica. Foram realizados três encontros nos quais os temas propostos e ilustrações presentes nos Cadernos de Educação do Ilê Aiyê (volumes VII, X, XII, XVI, XVII e XXI) serviram de suporte para o desenvolvimento das atividades artístico-pedagógicas, que contaram com aulas expositivas, audição e interpretação de músicas do Ilê. Em paralelo, a investigação também analisa a relação entre as práticas propostas, via Cadernos de Educação, e as diretrizes e legislações curriculares que buscam assegurar a pluralidade cultural na educação básica, tais como os Temas Transversais, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e a Lei 10.639/03, que torna obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-brasileira nas escolas. Como resultado da pesquisa, produções visuais realizadas pelo/as participantes e debates sobre os procedimentos realizados serviram de arcabouço para o desenvolvimento das interpretações de dados sobre as atividades propostas e as categorias de análise que envolvem o processo de ensino e aprendizagem e o ensino de Arte, tais como a educação afrocentrada e a representação do negro nas artes visuais.
Abstract: The objective of this study is to investigate the educational projects developed by developed by the Cultural Association and Afro Ilê Aiyê group, in order to understand the importance of the appreciation of Afro-Brazilian culture in the classroom and highlight the pedagogical proposals presented in his Cadernos de Educação, which are consolidated as a fundamental pedagogical resource for the work of teachers who approach the themes related to African and Afro-Brazilian history and culture. A brief overview of the teaching of art in Brazil, which highlights the attempt to invisibility of the indigenous and African cultures in the educational field after the colonization of the country, and how the educational tendencies of the 20th century propose one about the through proposals for cultural diversity in education. Along the way, it also involves a historical survey of the trajectory of the Ilê Aiyê afro block, since its creation in 1974, in the city of Salvador, Bahia, later for its consolidation as a formal teaching institution with pedagogical projects that culminated in the creation of PEP (Projects for Pedagogical Extension), which includes the Hilda Mother School, Banda Erê, the Vocational School and the Ilê Aiyê Education Notebooks. The latter, as a result of the activities related to the themes of the carnival presented by Ilê, are presented here in some editions and used as a main didactic resource for the teaching of African and Afro-Brazilian culture in the classroom, in the formal context of education, in the realization of artistic-pedagogical activities developed with students of a public school, students of the last grades of basic education of basic education. Three meetings were held in which the proposed themes and illustrations present in the Cadernos de Educação do Ilê Aiyê (volumes VII, X, XII, XVI, XVII and XXI) served as support for the development of artistic and pedagogical activities, which included lectures , audition and interpretation of Ilê songs, visual production by the participants and debates on the procedures performed. In parallel, the research also analyzes the relationship between the proposed practices, via Cadernos de Educação, and curricular guidelines and legislation that seek to ensure cultural plurality in basic education, such as Transversal Themes, the Law of Guidelines and Bases of Education and Law 10.639 / 03, which makes it compulsory to teach Afro-Brazilian History and Culture in schools. As a result of the research, visual productions made by the participants and debates on the procedures performed served as a framework for the development of data interpretations about the proposed activities and categories of analysis involving the teaching and learning process and the teaching of Art, such as afrocentered education and the representation of the black in the visual arts.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Artes (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.