Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33532
Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ARTIGO_PedirDesculpasCategorias.pdf682,56 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Pedir desculpas : categorias e efeitos em três tipos de relacionamento interpessoal
To apologize : categories and effects on three types of interpersonal relationships
Pedir disculpas : categorías y efectos en tres tipos de relacionamiento interpersonal
Autor(es): Franco, Víthor Rosa
Iglesias, Fabio
Melo, Izabella Rodrigues
Assunto: Relações humanas
Atribuição de causalidade
Data de publicação: 2018
Editora: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Referência: FRANCO, Víthor Rosa; IGLESIAS, Fabio; MELO, Izabella Rodrigues. Pedir desculpas: categorias e efeitos em três tipos de relacionamento interpessoal. Psico-USF, Campinas, v. 23, n. 4, p. 741-750, out./dez. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1413-82712018230413. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-82712018000400014&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 20 fev. 2019.
Resumo: Embora pedidos de desculpas sejam tratados como mecanismos de gerenciamento de impressão em psicologia, ainda se conhece pouco sobre a dinâmica de oferecê-las (e não somente de recebê-las) em diferentes tipos de relacionamento interpessoal. Cenários experimentais para pedir desculpas em três condições independentes (interagindo com um parente íntimo, amigo íntimo ou par romântico) foram respondidos por 239 participantes, seguidos por medidas de plausibilidade, responsabilidade e emoção, além da escala de Intimidade Social de Miller. Quatro categorias principais foram identificadas e testadas em suas associações com os relacionamentos. Desculpas a parentes revelaram-se de causalidade externa ou interna, a pares românticos revelaram-se internas ou de reparação, enquanto a amigos revelaram-se de desengajamento moral ou externas. Não foram encontradas diferenças nos julgamentos de responsabilidade, plausibilidade e emoção. Discute-se tanto o papel das desculpas para a prevenção de conflitos interpessoais quanto o impacto de variáveis situacionais e disposicionais nos processos de justificação social.
Abstract: Despite the fact that apologies are seen as mechanisms of impression management in psychology, little is known about the dynamics of offering them (not only receiving) in different types of interpersonal relationships. Experimental apology scenarios in three independent conditions (interacting with a family member, a close friend, or a romantic partner) were responded by 239 participants, followed by measures of plausibility, responsibility and emotion, as well as Miller’s Social Intimacy Scale. Four major categories were found and tested in their associations with the interpersonal relationships. Apologies to family members showed external or internal causes, while the ones offered to romantic partners involved internal causes or reparation, and the ones offered to friends involved moral disengagement or external causes. No differences were found in responsibility, plausibility, and emotion. The role of apology for preventing interpersonal conflicts and the impact of situational and dispositional variables on social justification processes are discussed.
Resumen: Aunque el hecho de pedir disculpas sea tratado como un mecanismo de administración de impresiones en psicología, todavía se conoce poco sobre la dinámica de ofrecer las disculpas (y no sólo de recibirlas), en diferentes tipos de relacionamiento interpersonal. Escenarios experimentales para pedir disculpas, con tres condiciones independientes, (interactuando con pariente íntimo, amigo íntimo o una pareja) fueron respondidos por 239 participantes seguidos por medidas de plausibilidad, responsabilidad y emoción, así como la Escala de Intimidad Social de Miller. Cuatro categorías principales fueron identificadas y testadas con las asociaciones en los relacionamientos. Disculpas ofrecidas a familiares mostraron causas externas o internas, mientras las ofrecidas a la pareja mostraron causas internas o de reparación, y las ofrecidas a amigos mostraron desajuste moral o causas externas. No fueron encontradas diferencias en los juicios de responsabilidad, plausibilidad, y emoción. Se discute tanto el papel de las disculpas para la prevención de conflictos interpersonales, como el impacto de variables situacionales y dispuestas en procesos de justificación social.
Licença: (CC BY) - Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons. Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-82712018000400014&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 20 fev. 2019.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1413-82712018230413
Aparece nas coleções:PST - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.