Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33380
Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ARTIGO_ReactionCapsicumPeppers.pdf315,89 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Reaction of Capsicum peppers commercialized in the Federal District to bacterial wilt
Reação à murcha bacteriana de pimentas Capsicum comercializadas na região do Distrito Federal
Autor(es): Rossato, Maurício
Santiago, Thais R.
Lopes, Carlos Alberto
Assunto: Murcha bacteriana
Capsicum sp.
Pimenta
Pimenta - doenças e pragas
Plantas - resistência à doenças e pragas
Resistência a doenças
Data de publicação: 2018
Editora: Associação Brasileira de Horticultura
Referência: ROSSATO, Maurício; SANTIAGO, Thais R.; LOPES, Carlos Alberto. Reaction of Capsicum peppers commercialized in the Federal District to bacterial wilt. Horticultura Brasileira, Vitoria da Conquista, v. 36, n. 2, p. 173-177, abr./jun. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0102-053620180204. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362018000200173&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 20 fev. 2019.
Resumo: No Brasil, as espécies Ralstonia solanacearum e R. pseudosolanacearum causam perdas substanciais ao induzir a murcha bacteriana em diversas solanáceas, sendo a segunda a principal espécie associada com as pimentas (Capsicum sp.). Para verificar a reação à murcha bacteriana neste grupo de hortaliças comercializadas no Distrito Federal (DF), frutos de distintos genótipos dentro do gênero foram coletados em seis feiras distribuídas nas cidades satélites Gama, Sobradinho e Guará. Plantas com quatro folhas verdadeiras derivadas de sementes obtidas desses frutos foram inoculadas pela raiz com inóculo na concentração de 108 UFC/mL de um isolado representativo de R. pseudosolanacearum (raça 1, biovar 3, filotipo I, sequevar 18). As espécies avaliadas foram: Capsicum frutescens (‘pimenta-malagueta’), C. baccatum var. pendulum (‘pimenta-dedo-de-moça’) e C. chinense (‘pimenta-de-bode’ vermelha e amarela, ‘pimenta-cumarí-do-Pará’, ‘pimenta-biquinho’, ‘pimenta-habanero’ e ‘pimenta-de-cheiro’). Nem todas as espécies de Capsicum foram encontradas nas seis feiras da região. A reação dos genótipos à murcha bacteriana foi variável. Dos 26 genótipos, nenhum apresentou uma resposta do tipo imune, 10 foram considerados resistentes e 16 suscetíveis, como indicado pelo agrupamento por Scott-Knott (5%). Todos os quatro genótipos de C. baccatum var. pendulum foram resistentes, 14 de C. chinense foram suscetíveis e C. frutescens mostrou reação variável. Esses resultados contribuem para a escolha de tipos de pimentas e genótipos a serem cultivados em solos com históricos diferentes de ocorrência da murcha bacteriana.
Abstract: In Brazil, the bacterial pathogens Ralstonia solanacearum and R. pseudosolanacearum cause substantial losses by inducing bacterial wilt on several solanaceous crops; R. pseudosolanacearum is the main species associated with peppers (Capsicum sp.). To verify the bacterial wilt reaction on Capsicum peppers commercialized in the Federal District (DF), fruits of several genotypes within this genus were collected from six different fairs distributed in the satellite cities of Gama, Sobradinho and Guará. Seedlings with four true leaves derived from seeds extracted from such fruits were root inoculated with 108 CFU/mL with a representative isolate of R. pseudosolanacearum (race 1, biovar 3, phylotype I, sequevar 18). The evaluated species were: Capsicum frutescens (‘pimenta-malagueta’), Capsicum baccatum var. pendulum (‘pimenta-dedo-de-moça’) and C. chinense (‘pimenta-de-bode’ red and yellow, ‘pimenta-cumarí-do-Pará’, ‘pimenta-biquinho’, ‘pimenta-habanero’ and ‘pimenta-de-cheiro’). Not all species were found in all six fairs. The reaction to bacterial wilt was variable and species-dependent. From 26 evaluated genotypes, none presented an immune-like response, 10 were considered resistant and 16 susceptible based on wilt incidence (Scott-Knott, 5%). Four Capsicum baccatum accesses were positioned in the resistant group, whereas 14 out of 18 of C. chinense were susceptible. Capsicum frutescens showed variable reactions. These results contribute to indicate cultivation of specific groups of pepper according to the presence of the pathogen in the soil.
Licença: (CC BY) - This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License. Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-05362018000200173&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 20 fev. 2019.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0102-053620180204
Aparece nas coleções:FIT - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.