Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33251
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_RafaelRichterOliveiradaSilva.pdf3,55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Rotatividade e sobrevivência nos cargos de confiança na burocracia federal brasileira
Autor(es): Silva, Rafael Richter Oliveira da
Orientador(es): Bugarin, Maurício Soares
Assunto: Cargos em comissão
Administração pública
Burocracia
Rotatividade de pessoal
Data de publicação: 20-Dez-2018
Referência: SILVA, Rafael Richter Oliveira da. Rotatividade e sobrevivência nos cargos de confiança na burocracia federal brasileira. 2018. 71 f., il. Dissertação (Mestrado em Economia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Os cargos em comissão sempre foram centrais para o entendimento da burocracia e da administração pública brasileiras. De forma geral, eles compõem os principais cargos responsáveis pelo planejamento e execução das políticas públicas, além de terem a função de alinhar os objetivos da burocracia estatal com os objetivos das políticas do governo. O foco deste trabalho é analisar a dinâmica de substituição desses cargos entre 1999 e 2017, explicitando os impactos das mudanças instituicionais e dos ciclos políticos. Para tanto, discutem-se, primeiramente, as funções e os modelos de burocracia e como estes são tratados no Brasil. Para a análise da substituição dos cargos, usaram-se as taxas de rotatividade e de sobrevivência como métodos complementares. Conclui-se, pelos métodos utilizados, que a saída e a entrada de ocupantes de cargo em comissão se dão de forma excessivamente rápida, prejudicando a administração pública.
Abstract: Appointments to managerial positions have always been central to the understanding of the Brazilian bureaucracy and public administration. In general, they are responsible for planning and executing public policies while having to align the objectives of the bureaucracy with the objectives of the government. The focus of this thesis is to analyze the turnover in the Brazilian federal civil service from 1999 to 2017, considering the institutional changes and political cycles in the period. For this purpose, the functions and models of bureaucracy and how they were implemented in Brazil are, firstly, discussed. For the analysis of the turnover, the turnover and survival rates were used as complementary methods. I conclude that the turnover of occupants of managerial positions occurs in an excessively short period, which harms the public administration.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:ECO - Mestrado em Economia (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.