Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33236
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_PedroRibeiroMartins.pdf1,5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Caracterização dos padrões temporais da cobertura da terra da bacia do rio Araguaia
Autor(es): Martins, Pedro Ribeiro
Orientador(es): Couto Júnior, Antônio Felipe
Assunto: Dinâmica ambiental
Carbono
Sazonalidade
Mudanças climáticas
Data de publicação: 20-Dez-2018
Referência: MARTINS, Pedro Ribeiro. Caracterização dos padrões temporais da cobertura da terra da bacia do rio Araguaia. 2018. 32 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A bacia do Rio Araguaia está localizada no Brasil Central e apresenta uma ampla diversidade de paisagens naturais, além de comportar uma importante zona de transição entre os biomas Cerrado e Amazônia. Uma grande planície aluvial se estende por todo o médio Araguaia, onde se forma a maior ilha fluvial do mundo e um conjunto de áreas úmidas que são essenciais na regulação do balanço hídrico e climático, e para a biodiversidade local. No Brasil, essas áreas têm sido constantemente ameaçadas principalmente devido a expansão da fronteira agrícola e do desmatamento, associados a emissões significativas de dióxido de carbono para atmosfera. O monitoramento e a detecção de mudanças ambientais se tornam cada vez mais amplos, no entanto, pouco se sabe sobre a variabilidade espaço-temporal do ciclo do carbono nessas áreas. A produtividade primária da vegetação é um dos processos mais relevantes para avaliar o balanço global de carbono e mudanças climáticas em escala regional e global, podendo ser estimada através de dados de sensoriamento remoto. O objetivo deste estudo foi compreender o papel do relevo e da cobertura da terra sobre a sazonalidade anual da produtividade primária bruta na bacia do Araguaia. Os dados primários corresponderam aos dados topográficos, mapa de cobertura da terra e os dados de produtividade primária bruta (GPP) gerados a partir de uma série temporal de 15 anos do produto MOD17A2HV6 do sensor Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS). Observamos que as pastagens apresentam distribuição ampla e heterogênea em toda a bacia do rio Araguaia, enquanto as áreas agrícolas concentram-se principalmente em topografias relativamente antigas, altas e planas, que podem representar um fator negativo para a conservação da região. Formações campestres e savânicas apresentam menor contribuição para o montante de sequestro de carbono, porém boa parte dos estoques de carbono no bioma Cerrado não se encontra no compartimento aéreo da vegetação, o que poderá ser abordado em estudos futuros. As áreas florestais apresentaram as maiores médias anuais de GPP ao longo do período, provando ser uma componente chave para estimar o sequestro de carbono em escalas regionais e globais.
Abstract: The Araguaia River Basin is located in Central Brazil and presents a wide diversity of natural landscapes, as well as an important transition zone between the Cerrado and Amazon biomes. A large alluvial plain extends throughout the middle Araguaia, where the largest fluvial island in the world is formed and a set of wetlands that are essential in regulating the water and climate balance, and for local biodiversity. In Brazil, these areas have been constantly under threat mainly due to the expansion of the agricultural frontier and deforestation associated with significant emissions of carbon dioxide to the atmosphere. The monitoring and detection of environmental changes become increasingly large, however, little is known about the spacetime variability of the carbon cycle in these areas. The primary productivity of vegetation is one of the most relevant processes to assess global carbon balance and climate change on a regional and global scale and can be estimated through remote sensing data. The objective of this study was to understand the role of relief and land cover on the annual seasonality of gross primary productivity in the Araguaia basin. The primary data corresponded to topographic data, land cover map, and gross primary productivity (GPP) data generated from a 15-year time series of the MODIS2A2HV6 product of the Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS) sensor. We observed that pastures present a wide and heterogeneous distribution throughout the Araguaia river basin, while the agricultural areas are mainly concentrated in relatively old, high and flat topographies, which may represent a negative factor for the conservation of the region. Field and savanna formations present less contribution to the amount of carbon sequestration, but a good part of the carbon stocks in the Cerrado biome are not found in the aerial compartment of the vegetation, which may be addressed in future studies. Forest areas presented the highest annual mean GPPs over the period, proving to be a key component for estimating carbon sequestration at regional and global scales.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Planaltina , Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, 2018.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:FUP - Mestrado em Ciências Ambientais

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.