Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33202
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_CompreensaoOperadores Direito.pdf112,43 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A compreensão dos operadores de direito do Distrito Federal sobre o usuário de drogas na vigência da nova lei
Outros títulos: The understanding of law professionals from the Federal District about drug users under the current new law
Autor(es): Santoucy, Luiza Barros
Conceição, Maria Inês Gandolfo
Sudbrack, Maria Fátima Olivier
Assunto: Psicologia da saúde
Teoria de sistemas
Drogas - legislação
Data de publicação: Abr-2010
Editora: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Referência: SANTOUCY, Luiza Barros; CONCEIÇÃO, Maria Inês Gandolfo; SUDBRACK, Maria Fátima Olivier. A compreensão dos operadores de direito do Distrito Federal sobre o usuário de drogas na vigência da nova lei. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 23, n. 1, p. 176-185, abr. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722010000100021&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 22 nov. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722010000100021.
Resumo: O usuário de drogas tem recebido tratamentos contraditórios que promovem sua estigmatização e clandestinidade e limitam a compreensão do fenômeno. O objetivo foi investigar como Promotores e Juízes estão entendendo e aplicando a nova lei que legisla sobre a conduta de usar e portar drogas no Brasil. Onze operadores do Direito do Distrito Federal (DF) participaram de entrevistas semi-estruturadas divididas em três eixos: a visão em relação ao usuário de droga; como a lei vem sendo aplicada; e como concebe o trabalho da equipe multidisciplinar. As respostas demonstraram posições muito heterogêneas, denotando não haver ainda unanimidade quanto à compreensão da nova lei: se por um lado há uma crença compartilhada de que o uso de drogas é um problema de saúde pública, por outro, acredita-se que o usuário deve receber uma punição por seu ato ilegal. Um diálogo interdisciplinar efetivo permitiria uma atuação eficaz e reflexiva visando a beneficiar as pessoas que chegam à justiça.
Abstract: Drugs users have been receiving contradictory treatments thereby promoting their stigma besides hiding and limiting the understanding of the phenomenon. The objective of this study was to investigate how the District Attorneys and Judges are considering and applying the new law which legislates on the conduct of drug use in Brazil. Eleven Law professionals from the Federal District participated in semi-structured interviews divided in three areas: the point of view in relation to the user of drugs, how the law is being applied, and how they conceive the work of the multidisciplinary teams. The results showed very heterogeneous positions, showing that there is no unanimity on the understanding of the new law. For some, there is a shared belief that drugs abuse is a public health problem, for others, it is believed that the user must receive a punishment for his/her illegal act. An effective and efficient interdisciplinary dialogue should allow a reflective action aiming at favoring those who come to justice.
Licença: Psicologia: Reflexão e Crítica - All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License (CC BY NC 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-79722010000100021&lng=en&nrm=iso&tlng=en. Acesso em: 22 nov. 2017.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722010000100021
Aparece nas coleções:PCL - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.