Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33187
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_MarilenQueirozdeSouzaPereiraGomes.pdf1,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Avaliação molecular do perfil anti-inflamatório de derivados fenólicos extraídos do Líquido da Castanha de Caju (LCC) em modelo in vitro
Outros títulos: Molecular evaluation in in vitro model of the anti-inflammatory profile of phenolic derivatives extracted cashew nut shell liquid (CNSL)
Autor(es): Gomes, Marilen Queiroz de Souza Pereira
Orientador(es): Pratesi, Riccardo
Assunto: Castanha de caju
Anti-inflamatórios
Atividade anti-inflamatória
Ácido anacárdico
Farmacologia
Expressão gênica
Data de publicação: 12-Dez-2018
Referência: GOMES, Marilen Queiroz de Souza Pereira. Avaliação molecular do perfil anti-inflamatório de derivados fenólicos extraídos do Líquido da Castanha de Caju (LCC) em modelo in vitro. 2018. xvii, 70 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Médicas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A inflamação é um processo biológico complexo, altamente regulado definido como uma resposta de defesa do organismo frente a um agente agressor. Tem por objetivo recompor a homeostase do tecido lesado. Assim, a resposta inflamatória aguda é benéfica ao hospedeiro, reestabelecendo em pouco tempo a estrutura e função do tecido e/ou órgão. Entretanto, a resposta inflamatória crônica pode promover perda da função do órgão ou tecido levando ao desenvolvimento de doenças. Na indústria de processamento da castanha de caju, são obtidos a amêndoa e o óleo, tradicionalmente conhecido como Líquido da Castanha de Caju (LCC). Estudos mostram que os derivados do LCC possuem atividade antioxidante e anti-inflamatória. No entanto, o elevado desperdício do LCC no Brasil faz com que este subproduto da indústria alimentícia seja pouco explorado. O perfil farmacológico multi-alvo de ácido anacárdico encontrado no LCC o torna um alvo potencial para o desenvolvimento de novos agentes anti-inflamatórios. O presente trabalho propõe avaliar o efeito imunoprotetor e o efeito anti-inflamatório de dois derivados semisintéticos, exrtraídos a partir de lipídeos fenólicos de Anacardium occidentale L., denominados LDT11 e LDT13. A atividade biológica das moléculas foi avaliada em modelo celular in vitro. Foi avaliada a citotoxicidade dos compostos propostos, LDT11 e LDT13, na linhagem celular de macrófagos murinos, RAW264.7. Para avaliação do efeito protetor à inflamação, as células foram previamente tratadas com os derivados fenólicos e, em seguida, a células foram estimuladas com lipopolissacarídeo (LPS), nos tempos de 6, 24 e 48 horas. Para a avaliação do efeito anti-inflamatório, as células foram primeiramente estimuladas com LPS e, em seguida, tratadas com as moléculas estudas. Para comparação da atividade biológica, foram utilizados os fármacos comerciais, ácido acetilssalicílico (AAS) e dexametasona (DEXA). Foi realizada a análise da expressão gênica de marcadores inflamatórios TNFα, iNOS, COX-2, NF-κB, IL-1β e IL-6, dosagem de óxido nítrico (NO) e citocina IL-6. Os resultados mostraram que o LDT11 e o LDT13 influenciaram na modulação gênica dos mediadores inflamatórios. A quantificação relativa dos transcritos gênicos mostrou que os derivados fenólicos propostos apresentaram potencial efeito anti-inflamatório pela diminuição da expressão gênica em comparação ao grupo controle, células estimuladas com LPS. As dosagens de NO e IL-6 confirmam os resultados encontrados na expressão gênica. Os derivados fenólicos mostraram ser potenciais agentes anti-inflamatórios, tendo um efeito rápido e mais efeicaz que os fármacos comerciais.
Abstract: Inflammation is a complex, highly regulated biological process defined as a defense response of the organism to an aggressive agent. It aims to restore the homeostasis of the damaged tissue. Thus, the acute inflammatory response is beneficial to the host, reestablishing in a short time the structure and function of the tissue and / or organ. However, the chronic inflammatory response may promote loss of organ or tissue function leading to disease development. In the cashew processing industry, almonds and oil are traditionally known as Cashew Nut Shell Liquid (CNSL). Studies show that the derivatives of CNSL have antioxidant and anti-inflammatory activity. However, the high waste of the CNSL in Brazil makes this by-product of the food industry little explored. The multi-target pharmacological profile of anacardic acid found in CNSL makes it a potential target for the development of novel anti-inflammatory agents. This study proposes to evaluate the immunoprotective effect and the anti-inflammatory effect of two semisynthetic derivatives, extracted from phenolic lipids of Anacardium occidentale L., called LDT11 and LDT13. The biological activity of the molecules were evaluated in cellular model in vitro. The cytotoxicity of the proposed compounds, LDT11 and LDT13, in the murine macrophages cell line, RAW264.7, was evaluated. To evaluate the protective effect on inflammation, the cells were previously treated with the phenolic derivatives and then the cells were stimulated with lipopolysaccharide (LPS), at the times of 6, 24 and 48 hours. For the evaluation of the anti-inflammatory effect the cells were first stimulated with LPS, and then treated with the molecules studied. To compare the biological activity, commercial drugs, acetylsalicylic acid (ASA) and dexamethasone (DEXA) were used. The gene expression of inflammatory markers TNFα, iNOS, COX-2, NF-κB, IL-1β and IL-6, nitric oxide (NO) and IL-6 cytokine were analyzed. The results showed that LDT11 and LDT13 influenced the gene modulation of inflammatory mediators. The relative quantification of the gene transcripts showed that the proposed phenolic derivatives showed a potential anti-inflammatory effect due to the decrease of the gene expression in comparison to the control group, cells stimulated with LPS. The dosages of NO and IL-6 confirm the results found in the gene expression. Phenolic derivatives have been shown to be potential anti-inflammatory agents, having a rapid and more effective effect than commercial drugs.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:FMD - Doutorado em Ciências Médicas (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.