Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33170
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_RafaellaAlbuquerqueeSilva.pdf16,03 MBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação do comportamento de Lutzomyia longipalpis (Phlebotominae) em áreas de transmissão intensa submetidas à intervenção com coleiras impregnadas com deltametrina a 4% para controle de leishmaniose visceral
Other Titles: Evaluation of Lutzomyia longipalpis (Diptera:Psychodidade:Phlebotominae) population in areas of intense transmission submitted to the intervention of 4% deltamethrin-impregnated collars for the control of visceral leishmaniasis
Authors: Silva, Rafaella Albuquerque e
Orientador(es):: Romero, Gustavo Adolfo Sierra
Coorientador(es):: Rangel, Elizabeth Ferreira
Assunto:: Leishmaniose visceral - Brasil
Cão - doenças
Deltametrina
Issue Date: 11-Dec-2018
Citation: SILVA, Rafaella Albuquerque e. Avaliação do comportamento de Lutzomyia longipalpis (Phlebotominae) em áreas de transmissão intensa submetidas à intervenção com coleiras impregnadas com deltametrina a 4% para controle de leishmaniose visceral. 2018. 161 f., il. Tese (Doutorado em Medicina Tropical)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Existe pouca informação do efeito do uso generalizado de coleiras impregnadas com deltametrina para o controle da leishmaniose visceral canina na população de flebotomíneos. O objetivo deste trabalho foi estudar aspectos comportamentais de Lutzomyia longipalpis em áreas submetidas à intervenção com coleira impregnada com deltametrina a 4% (Scalibor) e áreas sem intervenção, em dois municípios brasileiros, Fortaleza (CE) e Montes Claros (MG). Foram realizadas capturas de flebotomíneos durante 30 meses em quatro bairros com transmissão intensa de LV em duas cidades. Em Fortaleza, foram avaliados três pontos na área submetida à intervenção e nove pontos na área sem intervenção (controle), enquanto que em Montes Claros foram escolhidos 10 pontos de capturas, cinco da área de intervenção e cinco na área sem intervenção. Calculou-se as taxas de infestação domiciliar, abundância relativa e distribuição de Lu. longipalpis por ponto e sítio de captura (intra e peridomicílio). No total foram capturados 4.373 flebotomíneos (1.494 no intradomicílio e 2.879 no peridomicílio) e 40.797 flebotomíneos (8.359 no intradomicílio e 32.438 no peridomicílio) em Fortaleza e Montes Claros, respectivamente. A taxa de infestação em ambos municípios foi de 100%, com abundâncias relativas diferentes. Em Fortaleza, a relação macho:fêmea foi de 2,4:1; sendo 2,3:1 nas áreas de intervenção e 3,1:1 na área controle. Em Montes Claros, a relação geral macho-fêmea foi de 9,07:1; sendo 12,03:1 nas áreas de intervenção e 8,15:1 na área controle. O encoleiramento canino esteve associado a redução na quantidade de insetos capturados de 15% (p = 0,004) e 60% (p < 0,001) nas cidades de Montes Claros e Fortaleza, respectivamente. Observou-se menor abundância do vetor nas áreas submetidas à intervenção, o que sugere efeito do uso das coleiras impregnadas com inseticida na população de flebotomíneos.
Abstract: There is little information on the effect of the use of deltamethrin-impregnated dog collars for the control of canine visceral leishmaniasis over the phlebotomine population. The objective of this work was to evaluate the impact of the use of 4% deltamethrin-impregnated collars (Scalibor®) in populations of Lutzomyia longipalpis by comparing areas submitted to the intervention to areas without this intervention. Phlebotomine captures were carried out for 30 months in four neighborhoods with intense VL transmission in Fortaleza e Montes Claros. We calculated the rates of domicile infestation, relative abundance and Lu. longipalpis distribution per point, capture location (intra and peridomicile areas) and area (intervention and non-intervention). In the control area from Fortaleza, the relative abundance was 415 specimens per capture point, whereas in the intervention area it was 159.25, while in Montes Claros, the relative abundance was 5,660 specimens per capture point in control areas, whereas in the intervention area it was 2,499.4. The use of dog collars was associated with reduction of captured insects of 15% (p = 0.004) and 60% (p < 0.001) in Montes Claros and Fortaleza, respectively. We observed a lower vector abundance in the intervention areas, which suggests an effect of the insecticide-impregnated collars on phlebotomine population.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF).
Appears in Collections:FMD - Doutorado em Medicina Tropical (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/33170/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.