Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/33090
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_HélioPereiraFeitosa.pdf4,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Avaliação da viabilidade técnica do uso de gesso reciclado da construção civil como insumo para a agricultura familiar periurbana no Distrito Federal
Autor(es): Feitosa, Hélio Pereira
Orientador(es): Theodoro, Suzi Maria de Cordova Huff
Assunto: Gesso agrícola
Gesso reciclado
Agricultura familiar
Data de publicação: 26-Nov-2018
Referência: FEITOSA, Hélio Pereira. Avaliação da viabilidade técnica do uso de gesso reciclado da construção civil como insumo para a agricultura familiar periurbana no Distrito Federal. 2018. 78 f., il. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A disposição de resíduos de gesso sem observar os cuidados necessários pode promover a liberação de gases inflamáveis, a contaminação do solo e do lençol freático, devido às suas características físico-químicas, principalmente a baixa resistência mecânica, a solubilidade e a presença de enxofre. Entretanto, são essas mesmas características que possibilitam sua reciclagem e utilização como insumo agrícola promovendo resultado semelhante ao gesso agrícola no cultivo de culturas de ciclo curto, propiciando o aumento de produtividade. Diante dessa possibilidade, o objetivo da presente pesquisa foi avaliar a viabilidade técnica e o custo da utilização de gesso reciclado derivado da construção civil como substitutivo ao gesso agrícola derivado de lavra mineral. Foi implementado um experimento onde foi observado o desempenho a campo desse material como insumo para neutralização do alumínio trocável e disponibilização de cálcio mais magnésio trocável no solo. Também comparou-se o desenvolvimento e a produtividade da cultura do milho na área experimental que contou com nove tipos de tratamento e quatro repetições distribuídos de forma casualizada em 36 parcelas. Cada parcela medindo 2 x 2 m com 0,5 m de distância entre as parcelas, o que resultou em uma área total de 241,5 m². Após o desenvolvimento completo do ciclo da cultura instalada foram coletas amostras de solo de todos os tratamentos bem como de indivíduos em todas as parcelas que foram separados e pesados. Quanto ao solo, observou-se que o gesso reciclado quando não se comportou de forma semelhante ao gesso agrícola, foi mais eficiente no que diz respeito a neutralização do alumínio trocável e da melhoria nos índices de Capacidade de Toca Catiônica (CTC). Quanto à produção vegetal, verificou-se a partir de tratamentos estatísticos que não houve diferença significativa entre as parcelas que continham o gesso reciclado e o gesso agrícola. Acerca do custo de produção, a utilização do gesso reciclado não se mostrou vantajosa, a despeito do que se esperava. Portanto conclui-se que o gesso reciclado é tecnicamente um substituto eficiente para o gesso agrícola, entretanto devido seu custo ter se mostrado superior ainda não deve ser adotado como insumo na produção agrícola. Assim, é possível que esse resíduo da construção civil possa ser absorvido pela agricultura, entretanto carece de uma cadeia que possibilite uma forma de oferta aos agricultores a um custo menor ao do gesso agrícola, para se apresentar de forma atrativa e vantajosa.
Abstract: The disposal of gypsum waste without observing the necessary precautions can promote the release of flammable gases, contamination of the soil and groundwater, due to their physicochemical characteristics, mainly the low hardness, solubility and the presence of sulfur. However, it is these same characteristics that enable its recycling and use as an agricultural input promoting a similar result to the agricultural gypsum in the cultivation of crops of short cycle, propitiating the increase of productivity. Given this possibility, the objective of the present research was to evaluate the technical feasibility and the cost of the use of recycled gypsum derived from the civil construction as substitutive to the agricultural gypsum derived from mineral tillage. An experiment was carried out to observe the field performance of this material as an input for the exchangeable aluminum neutralization and the availability of calcium plus exchangeable magnesium in the soil. The development and productivity of corn in the experimental area were also compared with nine types of treatments and four replications distributed randomly in 36 plots. Each plot measuring 2 x 2m with 0.5m distance between the plots, which resulted in a total area of 241.5 m². After the complete development of the crop cycle, soil samples were collected from all treatments as well as from individuals in all plots that were separated and weighed. As for the soil, it was observed that the gypsum recycled when it did not behave in a similar way to the agricultural gypsum, was more efficient with regard to the neutralization of the exchangeable aluminum and the improvement in the Cationic Capability Indexes (CTC). Regarding plant production, it was verified from statistical treatments that there was no significant difference between plots containing recycled gypsum and agricultural gypsum. Regarding the cost of production, the use of recycled plaster did not prove to be advantageous, despite what was expected. Therefore, it is concluded that recycled gypsum is technically an efficient substitute for agricultural gypsum, however because its cost has shown to be superior it still should not be adopted as an input in agricultural production. Thus, it is possible that this construction waste can be absorbed by agriculture, but it lacks a chain that allows a form of supply to farmers at a lower cost than that of agricultural plaster, to present itself in an attractive and advantageous way.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FUP - Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.