Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32929
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_ElianaBarbosadosSantos.pdf29,78 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarbosa, Lúcia Maria de Assunção-
dc.contributor.authorSantos, Eliana Barbosa dos-
dc.date.accessioned2018-10-29T17:48:11Z-
dc.date.available2018-10-29T17:48:11Z-
dc.date.issued2018-10-29-
dc.date.submitted2018-03-07-
dc.identifier.citationSANTOS, Eliana Barbosa dos. Português língua de acolhimento: interação e inserção social de imigrantes por meio do whatsapp. 2018. 138 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/32929-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, 2018.pt_BR
dc.description.abstractDiante da facilidade de acesso à internet e do aperfeiçoamento das tecnologias digitais, este estudo busca investigar a prática de ensino-aprendizagem de Português como Língua de Acolhimento (PLAc) em interações pelo aplicativo WhatsApp como recurso pedagógico. A dissertação documenta as experiências de uso do WhatsApp como recurso didático delimitada com base nas seguintes perguntas: O aplicativo WhatsApp pode ou deve ser percebido e reconhecido como um ambiente de ensino e aprendizagem de português língua de acolhimento? Que práticas pedagógicas são mais adequadas para propor, no ambiente de aprendizagem móvel? Quais são as facilidades e os desafios para sistematizar um curso de PLAc pelo WhatsApp? A pesquisa está embasada por vertentes teóricas de Esser (2006) e Perini (2010) sobre a linguagem nas práticas sociais, de Barbosa (2016 e 2017), de Ançã (2008), Almansa e Galligo (1995), Grosso (2010), Oliveira (2010), Amado (2013) e Barbosa e São Bernardo (2017) sobre a língua de acolhimento, de Behar (2015), Moura (2016) e de Almeida Filho e Barbirato (2016,) sobre a interação no uso real da língua e de Kenski (2006), Leffa (2006), Jonassen (2007), Paiva (2008), David Barton e Carmen Lee (2015) sobre as tecnologias digitais como recursos pedagógicos. Fundamenta-se ainda a partir de conceitos sobre a aprendizagem móvel de Espíndola (2016), sobre a produção textual de Ribeiro (2016) e (ROJO, 2013), sobre o aplicativo WhatsApp como recurso pedagógico e os objetos de aprendizagem de Balbino (2007), Leffa (2006) e Bettio e Martins (2004) e Moura Filho (2014). Trata-se de uma pesquisa de cunho etnográfico, de natureza qualitativainterpretativista, em que é descrito o contexto dos participantes, refugiados e imigrantes, estudantes do curso Módulo Acolhimento, no Núcleo de Ensino e Pesquisa em Português para Estrangeiros – NEPPE, na Universidade de Brasília - UnB. Como instrumentos de coleta de registros são utilizados questionários semiestruturados; registros das interações e atividades pedagógicas pelo aplicativo WhatsApp e notas de campo da professora-participante. A conclusão aponta para a combinação do ambiente virtual com o presencial incluindo facilidades e desafios aos quais tanto professores quanto estudantes precisam adaptar-se, face à velocidade das informações, às tecnologias digitais e à aprendizagem móvel.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titlePortuguês língua de acolhimento : interação e inserção social de imigrantes por meio do whatsapppt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordLíngua de acolhimentopt_BR
dc.subject.keywordLíngua portuguesa - Brasilpt_BR
dc.subject.keywordAprendizagem móvelpt_BR
dc.subject.keywordTecnologia educacionalpt_BR
dc.subject.keywordInteração digitalpt_BR
dc.subject.keywordEducação - tecnologia da informaçãopt_BR
dc.subject.keywordLíngua portuguesa - estudo e ensino - falantes estrangeirospt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1In face of the facility of access to the Internet and the improvement of digital technologies, this study seeks to investigate the teaching-learning practice of Portuguese as a host language in interactions through the WhatsApp application as a didactic resource. This dissertation aims to document the experiences of using WhatsApp as a delimited didactic resource based on the following questions: Can the WhatsApp application be perceived and recognized as the Portuguese host language teaching and learning environment? What didactical practices are best suited to propose in the mobile learning environment? What are the facilities and challenges of systematizing a PLAc course through WhatsApp? The research is based on theoretical aspects of Esser (2006) and Perini (2010) on language in social practices, Barbosa (2016 and 2017), Ançã (2008), Amado (2013), Grosso (2010) on the interaction in the actual use of the language and of Kenski (2006), Leffa (2006), Jonassen (2007), Paiva (2008), David Barton and Carmen Lee (2015) on digital technologies as a didactic resource. It is also based on concepts about the mobile learning of Espíndola (2016), on the textual production of Ribeiro (2016) and (ROJO, 2013), on the WhatsApp application as a didactic resource and learning objects of Balbino (2007), Leffa (2006) and Bettio and Martins, (2004) and Moura Filho (2014). This is an ethnographic research, of a qualitativeinterpretative nature, in which context of the immigrant and refugee participants is described, students of the Host Language Module Course, at the “Núcleo de Ensino e Pesquisa em Português para Estrangeiros” (Research Center of Portuguese for Foreigners) at the University of Brasília – UnB. As instruments of collection of records are used: semistructured questionnaires; records of interactions and pedagogical activities by the WhatsApp application and teacher-participant field notes. The conclusion points to the combination of the virtual and face-to-face environment with facilities and challenges that both teachers and students need to adapt to the speed of information, digital technologies and mobile learning.pt_BR
Appears in Collections:PGLA - Mestrado em Linguística Aplicada (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32929/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.