Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32893
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_JônatasBarrosdosSantos.pdf1,89 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Seleção de estirpes de Bacillus spp. tóxicas a Meloidogyne spp. e promotoras de crescimento vegetal
Autor(es): Santos, Jônatas Barros dos
Orientador(es): Monnerat, Rose Gomes
Assunto: Controle biológico - pragas e insetos
Nematóides
Tomate - doenças e pragas
Tomate - cultivo
Crescimento (Plantas)
Data de publicação: 22-Out-2018
Referência: SANTOS, Jônatas Barros dos. Seleção de estirpes de Bacillus spp. tóxicas a Meloidogyne spp. e promotoras de crescimento vegetal. 2018. 108 f., il. Dissertação (Mestrado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A cultura do tomate (Solanum lycopersicum L.) é uma das principais olerícolas cultivadas no Brasil, ficando atrás somente da batata. Os nematoides do gênero Meloidogyne são um dos principais problemas para esta cultura, principalmente por terem mais de 2000 plantas hospedeiras, grande persistência no solo e a limitada capacidade de serem identificados com precisão, dificultando a adoção de medidas de controle cultural e genética e levando à utilização de produtos químicos altamente tóxicos ao homem, aos animais e ao solo. O controle biológico tem ganhado espaço nos últimos anos, principalmente Bacillus thuringiensis (Bt) que é uma bactéria que pode expressar diversas proteínas durante seus estágios de crescimento, podendo atuar como importante agente de controle biológico, além de promover o crescimento das plantas. O objetivo deste trabalho foi selecionar estirpes de Bt tóxicas a M. incognita in vitro, para posteriormente testá-las em casa de vegetação e também verificar o seu potencial como promotoras de crescimento. Foram avaliadas 16 estirpes in vitro na presença ou não do produto resorcinol e proporcionaram uma mortalidade de M. incognita variando de 3,0 a 38,5% em condições in vitro. Selecionaram-se 2 estirpes para os testes em casa de vegetação (1930 e 906), também foram testados 2 produtos biológicos a base de Bacillus, Nemix e NemaControl, além disso, foi testado também um produto químico, Nimitz (Fluensulfone) em 2 formas de aplicação. Para isso, foi instalado um ensaio em delineamento inteiramente casualizado com cinco repetições por tratamento e uma planta por vaso. Foram inoculados 6 mil ovos por planta e 45 dias após a inoculação das plantas de tomate as seguintes variáveis foram avaliadas: massa fresca de raiz (g), índice de galhas, índice de massa de ovos e o fator de reprodução (FR). Um novo ensaio com os mesmos tratamentos foi montado para verificar a eficiência na promoção de crescimento vegetal dos isolados testados e a influência do tratamento químico no crescimento das plantas. Foi feita ainda a detecção de genes de promoção de crescimento nas estirpes testadas em casa de vegetação e também detecção do gene cry6 em 48 isolados bacterianos. Nenhum tratamento biológico foi eficiente em reduzir a reprodução do nematoide. Apenas o tratamento químico mostrou-se eficiente em seu controle inicial. Quando se avaliou o crescimento vegetativo das plantas, a estirpe 1930 foi a única manteve diferença estatística dos demais tratamentos até os 30 dias após o transplante. Detectou-se genes de promoção de crescimento nos isolados testados. Apenas uma estirpe das 48 avaliadas demonstrou a presença do gene cry6.
Abstract: The tomato culture (Solanum lycopersicum L.) is one of the main olerícolas cultivated in Brazil, being behind only the potato. The nematodes of the genus Meloidogyne are one of the main problems for this crop, mainly because they have more than 2000 host plants, great persistence in the soil and the limited capacity to be identified with precision, making difficult the adoption of measures of cultural and genetic control and leading to the use of highly toxic chemicals to man, animals and soil. Bacillus thuringiensis (Bt) is a bacterium that can express several proteins during its growth stages, being able to act as an important biological control agent, besides promoting the growth of plants. The objective of this work was to select strains of Bt toxic to M. incognita in vitro, to later test them in a greenhouse and to verify their potential as growth promoters. 16 strains were evaluated in vitro in the presence or absence of the resorcinol product and provided a mortality of M. incognita ranging from 3.0 to 38.5% under in vitro conditions. Two strains were selected for greenhouse tests (1930 and 906), two biological products based on Bacillus, Nemix and NemaControl were also tested. A chemical product, Nimitz (Fluensulfone), was also tested in 2 forms of application. For this, a completely randomized design with five replicates per treatment and one plant per pot was installed. The following variables were evaluated: fresh root mass (g), gall index, egg mass index and reproduction factor (RF). A new assay with the same treatments was set up to verify the efficiency in promoting plant growth of the tested isolates and the influence of chemical treatment on plant growth. Further detection of growth promoting genes in the greenhouse tested strains and detection of the cry6 gene in 48 bacterial isolates were also performed. No biological treatment was effective in reducing nematode reproduction. Only the chemical treatment proved to be efficient in its initial control. When the vegetative growth of the plants was evaluated, the 1930 strain was the only statistically significant difference of the other treatments until the 30 days after the transplant. Growth promoting genes were detected in the isolates tested. Only one strain of the 48 evaluated showed the presence of the cry6 gene.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:FAV - Mestrado em Agronomia (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.