Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32871
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_MayaraLucyanneSantosdeAraújo.pdf3,13 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Dinâmica espaço-temporal da cultura de soja na região do Mapitoba, Brasil (1990-2015)
Autor(es): Araújo, Mayara Lucyanne Santos de
Orientador(es): Sano, Edson Eyji
Assunto: Geografia agrícola
Expansão agrícola
Soja - produtividade agrícola
Geoprocessamento
Estatística espacial
Data de publicação: 22-Out-2018
Referência: ARAÚJO, Mayara Lucyanne Santos de. Dinâmica espaço-temporal da cultura de soja na região do Mapitoba, Brasil (1990-2015). 2018. xvi, 68 f., il. Dissertação (Mestrado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: O Brasil possui uma predisposição para cultivos agrícolas. O país é um dos líderes mundiais na produção e exportação de grãos, principalmente os grãos de soja. A região do Matopiba, acrônimo das iniciais dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, apresenta elevado crescimento na produção de soja e um grande potencial agrícola para a cultura. Análise da dinâmica espaço-temporal dos plantios de culturas agrícolas é essencial na elaboração de planejamentos agrícolas, por exemplo, para aumentar a produção e produtividade agrícola dos mesmos. Neste contexto, este trabalho teve por objetivo analisar a dinâmica espaço-temporal da produção e produtividade da soja na região do Matopiba, no período de 1990 a 2015, com o uso das técnicas de estatística espacial de áreas para séries temporais. Para tal, foram utilizados os dados municipais de área plantada, área colhida e produção da soja, obtidos da plataforma Sistema IBGE de Recuperação Automática. A produtividade foi estimada a partir dos dados de produção e área plantada. As análises dos agrupamentos espaciais foram obtidas por meio dos índices global e local de Moran. As zonas de elevada produção da cultura de soja estão localizadas nas mesorregiões do Extremo Oeste baiano, Sul maranhense e Sudoeste piauiense. As zonas com maior produtividade de soja estão em decréscimo na região do Matopiba, localizadas no Extremo Oeste baiano, Sul tocantinense e Sudeste maranhense. As zonas de baixa produtividade de soja são encontradas no Centro-Leste maranhense, Oeste maranhense e norte do Tocantins, além do município baiano de Wanderley. A produção e a produtividade de soja no Matopiba seguem padrões espaciais que refletem a aptidão local e regional à cultura, demonstrando que a migração da cultura de soja ocorre principalmente devido às políticas públicas e aos investimentos tecnológicos na região. Os resultados das análises produzidas neste estudo servem de subsídio para os planejamentos agrícolas local e regional no Matopiba, além de embasar outras análises nas áreas agrícola, ambiental, logística e hídrica da região.
Abstract: Brazil has a predisposition for agricultural crops. The country is one of the world´s leaders in the production and export of grains, mainly soybeans. The Matopiba region, an acronym for the initials of the states of Maranhão, Tocantins, Piauí and Bahia, shows high growth in the soybean production and great agricultural potential for this crop. Analysis of the spatio-temporal dynamics of crop plantations is essential in the elaboration of agricultural planning, for example, to increase agricultural production and productivity. In this context, the objective of this study was to analyze the spatio-temporal dynamics of soybean production and productivity in the Matopiba region, from 1990 to 2015, using the spatial statistics techniques of areas applied for time series. Municipality data of planted area, harvested area and soybean production, obtained from the IBGE Automatic Recovery System platform were used. Productivity was estimated from the production data and planted area. Spatial cluster analyzes were obtained using the global and local Moran indices. The high production zones of the soybean crop are located in the Extremo Oeste da Bahia, Sul do Maranhão and Sudoeste do Piauí mesoregions. The zones with the highest soybean yield are decreasing in the Matopiba region, located in the Extremo Oeste da Bahia, South of Tocantins and Southeast of Maranhão. The zones of low soybean yield are found in the Center-East of Maranhão, West of Maranhão and North of Tocantins, besides the municipality of Wanderley, Bahia State. Soybean production and productivity in Matopiba follow spatial patterns that reflect local and regional crop aptitude, demonstrating that the migration of soybeans mainly occurs due to public policies and technological investments in the region. The results produced in this study can subsidy local and regional agricultural planning in Matopiba and support other analyzes in the agricultural, environmental, logistic and hydrological areas of the region.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:IG - Mestrado em Geociências Aplicadas (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.