Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32759
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_FrancileneLopesdaSilva.pdf2,45 MBAdobe PDFView/Open
Title: Análise proteômica da interação Trichoderma asperellum, Phaseolus vulgaris e Sclerotinia sclerotiorum
Authors: Silva, Francilene Lopes da
Orientador(es):: Noronha, Eliane Ferreira
Assunto:: Feijão - doenças e pragas
Mofo branco
Feijão - cultivo
Issue Date: 5-Oct-2018
Citation: SILVA, Francilene Lopes da. Análise proteômica da interação Trichoderma asperellum, Phaseolus vulgaris e Sclerotinia sclerotiorum. 2018. 109 f., il. Tese (Doutorado em Biologia Microbiana)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Phaseolus vulgaris é uma das leguminosas de maior importância sócio-econômica para o Brasil, porém essa cultura é susceptível ao ataque de muitos fungos fitopatogênicos, destacando-se a doença do mofo-branco, causada pelo patógeno Sclerotinia sclerotiorum. Trichoderma spp. vêm sendo estudadas em interação com planta hospedeira e são capazes de induzir sua resposta de defesa e resistência contra patógenos. No presente trabalho a espécie Trichoderma asperellum TR 356 quando cultivado na presença de feijoeiro comum secretou proteínas hidrofobinas, cerato-platanina e peptidase, já descritas como envolvidas na colonização e indução de resposta de defesa de outras espécies de Trichoderma em associação com plantas hospedeiras. Além disso, foram detectadas e identificadas proteínas candidatas a efetores, uma ribonuclease N1 e T1 e três proteínas hipotéticas que ainda não foram caracterizadas funcionalmente. Utilizando NanoUPLC-MSE também foi possível observar alterações na abundância de proteínas em folhas de feijoeiro cultivado na presença de T. asperellum TR 356 e S. sclerotiorum. O total de 97, 67 e 75 proteínas com abundância diferencial foram identificadas em folhas de feijoeiro cultivado na presença dos dois fungos (PTS), do T. asperellum Tr 356 (PT) e do patógeno (PSS) respectivamente. A maior parte das proteínas com maior abundância em PTS são proteínas relacionadas à resposta de defesa, 47 %, destacando-se proteínas relacionadas à resposta a estresse salino, oxidativo, a microrganismos patogênicos e proteínas envolvidas na cascata de MAPKs. A presença do patógeno S. sclerotiorum ativa vias clássicas de defesa como a SAR e vias sinalizadas pelo hormônio ABA. O patógeno também aumentou a abundância das PR-proteínas quitinases, osmotina 34 e inibidor de proteases nas folhas de feijoeiro, sua presença também diminuiu a abundância de outras proteínas relacionadas a defesa, 40 %, metabolismo e fotossíntese, 9 % cada grupo, além de proteínas com atividade oxidoredutora, 21 %. A presença do isolado de Trichoderma TR 356 levou a uma maior abundância de proteínas relacionadas a resposta de defesa, 49 %, metabolismo, atividade oxidorredutora, 13 % e proteínas relacionadas fotossíntese 6 %. Estes resultados sugerem que o isolado TR 356 é capaz de induzir respostas sistêmicas em folhas de feijoeiro, como defesa e mudanças na taxa metabólica e fotossintética.
Abstract: Phaseolus vulgarisis one of the most socio-economic relevant legumes in Brazil. However, this culture is susceptible to attack by many phytopathogenic fungi, especially the white mold disease, caused by the pathogen Sclerotinia sclerotiorum. Trichoderma spp. has been analyzed in interaction with the host plant and is capable of inducing their defense response and resistance against pathogens. In this work, Trichoderma asperellum TR 356 strain was cultivated together with the common bean plant, secreting proteins such as hydrophobin 2, cerato-platanin and peptidase, already described as involved in colonization and defense response induction from other Trichoderma species associated with host plants. Additionally, proteins candidate effector were detected and identified, one ribonuclease N1 and T1 and three hypothetical proteins which were not functionally characterized. By means of NanoUPLC-MSEit was possible to observe changes in the abundance of proteins in common bean cultivated in the presence of T. asperellum TR 356 and S. sclerotiorum. A total of 75, 67 and 97 proteins were found with significant differential abundance in leaves of common bean cultivated with the pathogen (PSS), T. asperellum TR 356 (PT) and together with both fungi (PTS), respectively. Most of the proteins abundant in PTS were proteins related to the defense response, 47%, especially proteins related to response to salt and oxidative stress, pathogen microorganisms and proteins involved in MAPK cascade. The presence of S. sclerotiorum pathogen activates classic defense pathways such as SAR and the pathways signaled by ABA hormone. The pathogen improved the abundance of PR-proteins, chitinase, osmotin 34 and protease inhibitor in leaves of common bean, as well as reduces the abundance of defense related proteins, 40%, metabolism and photosynthesis, 9% each group, as well as oxidoreductase activity-related proteins, 21%. The presence of Trichoderma TR 356 resulted in a greater abundance of defense response related proteins, 49%, metabolism, oxidoreductase activity, 13% each one and proteins related to photosynthesis, 6%. Such results suggest that the isolate TR 356 is able to inducing systemic responses in leaves of common bean, such defense and changes in metabolic and photosynthetic rates.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, Programa de Pós-Graduação em Biologia Microbiana, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:IB - Doutorado em Biologia Microbiana (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32759/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.