Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32695
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_MárciaApolianoMesquitaArruda.pdf1,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Impactos de treinamento, percepção de suporte e estratégias de aprendizagem no trabalho
Autor(es): Mesquita, Márcia Apoliano
Orientador(es): Borges-Andrade, Jairo Eduardo
Assunto: Aprendizagem no trabalho
Estratégias de aprendizagem
Treinamento no trabalho
Avaliação de aprendizagem
Data de publicação: 17-Set-2018
Referência: MESQUITA, Márcia Apoliano. Impactos de treinamento, percepção de suporte e estratégias de aprendizagem no trabalho. 2018. 69 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: O presente estudo investigou relações entre estratégias de aprendizagem informal e transferência de treinamento (aprendizagem formal) no trabalho. Três estratégias comportamentais (busca de ajuda interpessoal e em material escrito; tentativa-e-erro) e duas cognitivas (reflexão ativa; repetição mental) foram medidas antes do final de um treinamento gerencial, por meio de um instrumento com evidências de validade já verificadas. Impactos desse treinamento, em profundidade e amplitude, e o suporte (psicossocial e material) à transferência para o trabalho dos seus egressos foram posteriormente medidos. A medida em profundidade foi construída e evidências de validade de uma solução unifatorial foram obtidas. As medidas de impacto em amplitude e de suporte foram adaptadas de escalas já disponíveis. As evidências de validade desta medida adaptada foram confirmadas e as da medida em amplitude revelaram uma estrutura bifatorial (aspectos disposicionais; desempenho na tarefa). Correlações de Spearman positivas e significativas foram encontradas entre os escores fatoriais de algumas dessas medidas. Os resultados indicaram que reflexão ativa está associada ao fator de desempenho na tarefa da medida em amplitude. Repetição mental e busca de ajuda em material escrito estão relacionadas ao fator disposicional desta medida. Tentativa-e-erro e buscas de ajuda interpessoal e em material escrito se correlacionaram com suporte psicossocial. Finalmente, o suporte psicossocial se correlacionou com impacto em profundidade. Conclui-se que o uso de estratégias de aprendizagem no trabalho pode estar ligado a mudanças no comportamento em sentido amplo, após o treinamento, mas não ao uso de competências específicas adquiridas no evento instrucional.
Abstract: The present study investigated relationships between informal learning strategies and transfer of training (formal learning) at work. Three behavioral strategies (search for interpersonal help and written material, trial-and-error) and two cognitive strategies (active reflection, mental repetition) were measured before the end of a managerial training, through an instrument with validity evidences already verified . Impacts of this training, in depth and breadth, and the support (psychosocial and material) for its transfer to the work were later measured. The indepth measurement was constructed and validity evidence of a one-factor solution was obtained. Breadth and support impact measures were adapted from scales already available. Evidences of validity of this adapted measure were confirmed and those of amplitude measurement revealed a two-factor structure (dispositional aspects; performance in the task). Positive and significant Spearman correlations were found among the factorial scores of some of these measures. The results indicated that active reflection is associated to the performance factor in the measurement task in breadth impact. Mental repetition and seeking help in written material are related to the dispositional factor of the measure. Trial-and-error and interpersonal and written search queries correlated with psychosocial support. Finally, psychosocial support correlated with impact in depth. It is concluded that the use of learning strategies at work can be linked to changes in behavior in the broad sense, after training, but not to the use of specific skills acquired in the instructional event.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.