Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32645
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_QueinaLimadaSilva.pdf4,05 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Ana Tereza Reis da-
dc.contributor.authorSilva, Queina Lima da-
dc.date.accessioned2018-09-21T17:42:01Z-
dc.date.available2018-09-21T17:42:01Z-
dc.date.issued2018-09-17-
dc.date.submitted2018-03-22-
dc.identifier.citationSILVA, Queina Lima da. Educação do Campo e luta pela terra no contexto MATOPIBA: um estudo de caso sobre o Acampamento Zequinha Barreto , no oeste baiano. 2018. 193 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/32645-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2018.pt_BR
dc.description.abstractO tema desta dissertação é a Educação do Campo em contextos de luta pela terra. A pesquisa constitui um estudo de caso sobre o papel desempenhado pela Educação do Campo no processo de resistência e luta pela terra na comunidade Acampamento Zequinha Barreto, situada no município de Barreiras-Ba. Para tanto, o estudo analisa de forma articulada os seguintes aspectos: efeitos ambientais e sociais do avanço das agroestratégias sobre os meios de produção material e simbólica da vida; estratégias acionadas pela comunidade para garantir a permanência na terra; lugar da escola na vida da comunidade e o seu papel pedagógico e político no processo de resistência. Para a coleta de dados foram utilizados: entrevista semiestruturada; observação das dinâmicas sociais cotidianas; roda de conversa; análise documental e diário de campo. Dentre os interlocutores que participaram da pesquisa estão: moradores da comunidade, Coordenador da Agência 10envolvimento, professor da Universidade Federal do Oeste Baiano e a docente que atuou na escola da comunidade. Com base nos dados levantados e nas análises empreendidas, é possível afirmar que as agroestratégias potencializadas pela fronteira agrícola do MATOPIBA, têm imprimido mudanças substanciais às dinâmicas social e espacial do município de Barreiras, o que se observa pelo flagrante aumento das desigualdades sociais e pelos impactos socioambientais – muitos deles irreversíveis, como é o caso da diminuição das reservas hídricas e a extinção de espécies da fauna e flora do cerrado. A crescente degradação socioambiental compromete os modos de vida da população do campo, cuja sobrevivência e permanência no território dependem da sustentabilidade do cerrado. Não obstante, a pesquisa indica que, mesmo diante de condições adversas e provisórias e mesmo desassistida pelo Estado, a comunidade Zequinha Barreto tem logrado resistir e cultivar a terra por meio de estratégias comunitárias, diversificadas e criativas. A escola tem papel central nesse processo, pois é nela que se materializam importantes dimensões da vida: é onde adultos, crianças e jovens aprendem e ensinam a ler e escrever a palavra e o mundo; onde a lida com a terra e sua função social convertem-se em temas geradores que animam o ato de aprender e de ensinar; é o lugar do encontro comunitário, das festividades e da mobilização política. É também por meio da escola que a comunidade torna-se visível para o Estado. Portanto, ela é, a um só tempo, uma importante ferramenta de resistência, de formação política e de capacitação da comunidade para a produção material e simbólica da vida. Contudo, a recente nucleação da escola pelo poder local tem incidido de forma negativa sobre a capacidade de articulação e mobilização da comunidade. Além disso, o deslocamento das crianças para outras escolas as submete a um processo de violência física e simbólica, com fortes relatos de racismos e discriminação, que desencadeiam processos de evasão escolar e até mesmo de abandono da terra por famílias do acampamento.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleEducação do Campo e luta pela terra no contexto MATOPIBA : um estudo de caso sobre o Acampamento Zequinha Barreto , no oeste baianopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordEducação do campopt_BR
dc.subject.keywordLutas camponesaspt_BR
dc.subject.keywordAgroestratégiaspt_BR
dc.subject.keywordLuta pela terrapt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1The theme in this dissertation is Rural Education in contexts of struggle for land. The research constitutes a case study on the role played by the Rural Education in the process of resistance and struggle for land in the community Acampamento Zequinha Barreto, placed in the municipality of Barreiras-Ba. Thereunto, the study analyzes in articulated way the following aspects: environmental and social effects of the advance of agro-strategies on the material and symbolic means of production of life; strategies triggered by the community to ensure permanence on the land; the place of the school in the communities‟ life and its pedagogical and political role in the process of resistance. For data collection, the following instruments were used: semi-structured interview; observation of daily social dynamics; conversation circle; documental analysis and field journal. Among those who participate in the research are community residents, the coordinator of the agency 10envolvimento, professor of the Universidade Federal do Oeste Baiano and the teacher who worked at the school in the community. Based on data surveyed and in the analyses performed is possible assert the agro-strategies developed by the agricultural frontier of MATOPIBA have printed substantial changes on the social and spatial dynamics of the municipality of Barreiras, what may be observed by the blatant increase of social unbalances and by the socio-environmental impacts – much of them irreversible ones, such as the case of decrease in water reserves and fauna and flora species extinction in Brazilian cerrado. The increasing socio-environmental degradation compromises the ways of life of population in the Field, whose surviving and permanence in territory depend on sustainability in cerrado. Notwithstanding, the research indicates that even before adverse and provisory conditions, and even so unattended by the State, the community Zequinha Barreto has achieved resistance and cultivated the land through community, diverse and creative strategies. The school plays a central role in this process, because it is inside it important dimensions of life are materialized: adults, children and youth learn and teach how to read and write the word and the world inside it; where dealing with the land and its social function become themes generator which cheer the act of learning and teaching; it is the pace for community meeting, for festivities and for political mobilization. Also through the school the community becomes visible for the State. Therefore, it is in a single time an important tool for resistance, political training and community qualification for material and symbolic production of life. However, the recent nucleation of the school by local power has focused negatively on the capacity for articulation and mobilization of the community. Furthermore, the children replacement for other schools has submitted them to a process of physical and symbolical violence with strong reports about racism and discrimination that has triggered school dropout processes and even so desertion of land by families of the Acampamento Zequinha Barreto.pt_BR
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32645/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.