Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32542
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_ViltonFranciscodeAssisJúnior.pdf895,07 kBAdobe PDFView/Open
Title: Inseminação artificial intracornual com protocolos de IATF em fêmeas da raça nelore
Other Titles: Intracornual insemination using timed fixed artificial insemination protocols with nelore breed cows
Authors: Assis Júnior, Vilton Francisco de
Orientador(es):: Pivato, Ivo
Assunto:: Inseminação artificial - zootecnia
Bovino - reprodução
Nelore (Zebu)
Issue Date: 27-Aug-2018
Citation: ASSIS JÚNIOR, Vilton Francisco de. Inseminação artificial intracornual com protocolos de IATF em fêmeas da raça nelore. 2018. x, 32 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Animais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: A pecuária de corte moderna dispõe de diversas ferramentas a serem utilizadas na busca de maior eficiência econômica. Tal eficiência pressupõe uma maior produtividade de bezerros desmamados por hectare, além, da busca incessante de agregar um maior número de arrobas produzidas por hectare, para que a pecuária se torne tão competitiva quanto a agricultura. A fim de buscar um incremento nos índices de prenhez dentre as fêmeas bovinas trabalhadas com protocolos de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), o uso da Inseminação Artificial Intracornual pode ser utilizada como uma ferramenta para este fim. O objetivo do presente estudo foi avaliar a eficiência do uso desta técnica em vacas Nelore pluríparas não lactantes e suas correlações com as respectivas taxas de prenhez. Foram sincronizadas 400 fêmeas para o trabalho, sendo divididas em 2 grupos com 200 animais cada (grupo 1 e grupo 2). O grupo 1 foi trabalhado em um dia e o grupo 2 no dia seguinte, seguindo esta ordem em todos os manejos do protocolo hormonal. Todos os animais do experimento receberam o mesmo protocolo; no dia 0 foi inserido um dispositivo intravaginal novo com 1 g de progesterona (Sincrogest®, Ouro Fino, Brasil) e aplicação por via intramuscular de 2 mg de Benzoato de Estradiol (Sincrodiol®, Ouro Fino, Brasil). No dia 8 os dispositivos foram retirados e aplicado simultaneamente 1 mg de cipionato de estradiol (SincroCP®, Ourofino, Brasil); 0,526 mg de Cloprostenol Sódico (Sincrocio®, Ouro Fino, Brasil), 300 UI de eCG (SincroECG®, Ourofino, Brasil). A inseminação foi realizada a partir de 48 horas após a retirada do dispositivo intravaginal. Antes da realização da inseminação, os ovários das vacas foram avaliados por meio de ultrassom (Sonoscape A5VET, transdutor linear 7MHz, China); fêmeas com folículo pré-ovulatório menor que 11,0 mm ou sem folículo dominante foram descartadas do trabalho. Fêmeas com folículos maiores ou iguais a 11,0 mm eram inseminadas alternadamente, no corpo ou corno uterino, de modo que cada lote ficou composto por 50 fêmeas inseminadas no corpo e 50 no corno uterino, perfazendo um total de 100 animais para o grupo 1 e 100 animais para o grupo 2. O diagnóstico de gestação foi realizado 30 dias após a inseminação artificial. Utilizou-se a estatística descritiva seguida pelo teste de normalidade D' Agostino-Pearson omnibus, seguido do teste Chi-quadrado para comparação entre dois grupos no programa GraphPad Prism ® 6. Os dados estão expressos em média ± desvio padrão da média, e P ≤ 0.05 considerado significativo. Entre as fêmeas que foram inseminadas no método convencional (inseminação no corpo do útero logo após a passagem da cérvix), a taxa média de gestação foi de 59,0% e no método experimental (deposição do sêmen dentro do corno uterino), a taxa média de gestação foi de 54,0%, não havendo diferença estatística entre os grupos (P>0,05).
Abstract: The modern herd livestock has several tools to be used in the search for greater economic efficiency. Such efficiency presupposes a higher productivity of weaned calves per hectare, in addition to the incessant search to aggregate a larger number of kilograms per hectare, so that livestock farming becomes as competitive as agriculture. In order to increase the pregnancy rates among bovine females treated with IATF protocols, the use of Intracornual Artificial Insemination can be used as a tool for this purpose. The objective of the present study was to evaluate the efficiency of the use of this technique in non-lactating pluriparous Nelore cows and their correlations with the respective pregnancy rates. 400 females were synchronized for the work; divided into 2 groups with 200 animals each (group 1 and lot 2). Group 1 was worked on one day and group 2 the next day, following this order in all managements of the hormonal protocol. All animals in the experiment received the same protocol; on day 0 a new intravaginal device with 1 g of progesterone was inserted (Sincrogest®, Ouro Fino, Brazil) and intramuscular application of 2 mg of Estradiol Benzoate (Sincrodiol®, Ouro Fino, Brazil). On day 8 the devices were removed and simultaneously applied 1 mg of estradiol cypionate (SincroCP®, Ourofino, Brazil); 0.526 mg Cloprostenol Sodium (Sincrocio®, Ouro Fino, Brazil), 300 IU of eCG (SincroECG®, Ourofino, Brazil). Insemination was performed 48 hours after the remotion of the intravaginal device. Prior to insemination, cow ovaries were evaluated by ultrasound (Sonoscape A5VET, 7MHz linear transducer, China); females with preovulatory follicles smaller than 11.0 mm or without dominant follicle were discarded from work. Females with a follicle greater than or equal to 11.0 mm were inseminated alternately in the uterine body or horn, so that each group was composed of 50 cows inseminated in the body and 50 in the uterine horn, making a total of 100 cows for group 1 and 100 cows for group 2. The diagnosis of gestation was performed 30 days after artificial insemination. Descriptive statistics were used followed by the D 'Agostino-Pearson omnibus normality test, followed by the Chi-square test for comparison between two groups in the GraphPad Prism ® program. Data are expressed as mean ± standard deviation of the mean, and P ≤ 0.05 considered significant. Among the females that were inseminated in the conventional method (insemination in the body of the uterus shortly after the passage of the cervix), the mean pregnancy rate was 59.0% and in the experimental method (deposition of semen within the uterine horn), the rate mean of gestation was 54.0%, there being no statistical difference between the groups.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Ciência Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32542/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.