Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32527
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_LorenaPolianaSilvaLopes.pdf2,18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: O estatuto linguístico de segunda língua e de língua estrangeira do português brasileiro : consonância ou dissonância entre discurso oficial e discurso docente?
Autor(es): Lopes, Lorena Poliana Silva
Orientador(es): Ramos, Ana Adelina Lôpo
Assunto: Português como Língua Adicional (PLA)
Português do Brasil como Segunda Língua (PBSL)
Educação bilíngue
Ensino de línguas
Data de publicação: 23-Ago-2018
Referência: LOPES, Lorena Poliana Silva. O estatuto linguístico de segunda língua e de língua estrangeira do português brasileiro: consonância ou dissonância entre discurso oficial e discurso docente? 2018. 168 f., il. Dissertação (Mestrado em Linguística)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Esta dissertação tem como tema norteador o ensino de Português como Língua Adicional para a comunidade surda brasileira e a comunidade de fronteira de Puerto Iguazú - Argentina, por meio da Educação Bilíngue. O objetivo principal da pesquisa foi investigar e compreender como agentes como o Estado, por meio de políticas e planejamentos linguísticos, e profissionais da educação, no caso, professores de escolas bilíngues, têm concebido a língua portuguesa em contextos específicos de bilinguismo, bem como averiguar se existe similaridade entre tais concepções e delas com definições teóricas encontradas em estudos linguísticos. Ainda, como recorte do estudo, selecionamos dois projetos de escola bilíngue para análise, o Projeto Escola Pública Integral Bilíngue Libras e Português-Escrito (2011), idealizado pela FENEIS e implantado por uma escola pública em Taguatinga – DF; e o Programa Escolas Bilíngues de Fronteira - PEBF (2008). Para seu desenvolvimento, situamos nosso estudo na abordagem qualitativa e no eixo teórico da Análise de Discurso Crítica – ADC (Fairclough, 2001, 2003), por concebermos a linguagem como parte da prática social, em diálogo com outros conceitos teóricos, sendo os principais os encontrados na Ecolinguística (Couto, 2009) e nos estudos sobre política e planejamento linguístico (Calvet, 2007), status linguísticos (Cunha, 2007; Brandão, 2017), bilinguismo (Martiny e Menoncin, 2013; Mackey, 1968) e diglossia (Ferguson, 1974). Metodologicamente, adotamos as categorias de análise da Análise de Discurso Textualmente Orientada – ADTO, vertente da ADC (2003). O corpus deste estudo é composto por três momentos: o primeiro, denominado levantamento sociolinguístico, foi realizado através de leituras teóricas sobre as comunidades em questão, sob o construto teórico adotado; o segundo, denominado documentos oficiais; e o terceiro, denominado entrevistas, ambos analisados sob a ADTO. Após a transcrição, a geração e a análise dos dados, pudemos obter os seguintes principais resultados: i) os agentes de políticas linguísticas observaram as realidades sociolinguísticas das comunidades-alvo e as concepções teóricas dos status que uma língua pode receber para a elaboração de suas propostas; ii) as professoras entrevistadas demonstraram ter conhecimento e comprometimento com os documentos oficiais, porém não se abstendo de críticas sobre seus conteúdos; e iii) as professoras entrevistadas também possuem concepções particulares sobre o estatuto linguístico da língua portuguesa em suas práticas pedagógicas. Este trabalho pretende, em suma, contribuir para os processos de elaboração de planejamentos linguísticos e de ensino de português como LA em contexto de bilinguismo.
Abstract: This essay is structured around the teaching of Portuguese as an Additional Language (AL) to the Brazilian deaf community and the bordering community of Puerto Iguazú — Argentina, through Bilingual Education. The main aim of this research is to investigate and understand how agents of the Government, through linguistic politics and plannings, has conceived the Portuguese language in specific bilingual contexts, as well as to ascertain if there are any similarities between such conceptions and their theoretical definitions found in linguistic studies. Also, as a part of this study, we have selected two bilingual school projects for analysis, Projeto Escola Pública Integral Bilíngue Libras e Português-Escrito (2011), a project idealized by FENEIS and executed by a public school in Taguatinga — DF; and Programa Escolas Bilíngues de Fronteira — PEBF (2008). For its development, we have focused our study in the qualitative approach and the theoretical axis of Critical Discourse Analysis — CDA (Fairclough, 2001, 2003), for conceiving language as part of the social practice, in touch with other theoretical concepts, the main ones found in Ecolinguística (Couto, 2009), and the studies on politics and linguistic planning (Calvet, 2007), linguistic status (Cunha, 2007; Brandão, 2017), bilingualism (Martiny and Menoncin, 2013; Mackey, 1968) and diglossia (Ferguson, 1974). Methodologically, we have adopted the analysis categories of the Textually Oriented Discourse Analysis — TODA, a branch of CDA (Fairclough, 2003). The corpus of this study is composed by three parts: the first one, named sociolinguistic data collection, was made through theoretical readings about the aforementioned communities, under the theoretical construct adopted; the second one, titled official documents; and the third one, denominated interviews, both analysed under TODA. After the transcript, the collection and analysis of the data, the following results were obtained: i) the agents in linguistic politics observed the sociolinguistic reality of the target-communities and the theoretical conceptions of the status a language may receive for construction of its proposals; ii) the interviewed teachers demonstrated knowledge and commitment to the official documents, although not keeping criticism of its content to themselves; and iii) the interviewed teachers also have their own conceptions about the linguistic statute of the Portuguese language in their pedagogic practices. This essay intends, in summary, to contribute to the elaboration of linguistic plannings and teaching of Portuguese as an AL in bilingual contexts.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).
Aparece nas coleções:LIP - Mestrado em Linguística (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.