Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32511
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_MatheusSilveiraFurtado.pdf4,62 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Um bestiário atemporal
Autor(es): Furtado, Matheus Silveira
Orientador(es): Ribeiro, Maria Eurydice de Barros
Assunto: Gravura
Arte - história
Idade Média
Data de publicação: 22-Ago-2018
Referência: FURTADO, Matheus Silveira. Um bestiário atemporal. 2018. 125 f., il. Dissertação (Mestrado em Arte)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Há, no trabalho de Marcello Grassmann, uma estética bestial. Não sem motivos sua arte foi escolhida para ilustrar o livro Bestiário, de Gabriel Soares de Sousa. A representação do Imaginário medieval presente na grande maioria de sua obra caracteriza um ideal de objeto único e complexo; fruto de significações e marcas sobreviventes, além de neste livro, na mentalidade social. Essa série de significações constrói uma lógica narrativa que não apenas se vale do ideal ilustrativo das iluminuras medievais, mas também se constitui em um artefato do Imaginário do tempo presente; uma lupa para processos de relação, criação e referência, estabelecidos pelo observador atual, sobre os ideais imagéticos que o artista elaborou ao longo de sua vida. A partir de uma análise que relaciona teóricos da história, da semiótica, da antropologia, da teoria e da história da arte, pode-se perceber que uma ótica soturna (associada ao medievo), desenvolvida por meio de várias gravuras do artista paulista, delimita um entendimento singular acerca da concepção de um bestiário próprio e, consequentemente, atemporal.
Abstract: There is, in the works of Brazilian engraving artist Marcello Grassmann, a brutal aesthetics. Not without reason his art was chosen to illustrate the book Bestiário, of the XIV century Portuguese traveler Gabriel Soares de Sousa. The representation of the Medieval Imaginary, present in the largest amount of his work, characterizes an ideal of single and complex object; product of surviving meaning and marks, beyond such book, in the social mentality. This series of significations builds a narrative logic that not only uses the illustrative ideal of the medieval illuminations, but establish as well as an imaginary artifact of the present times; a magnifying glass for the purposes of relations, creations and references, that should be made by the spectator, and there for, concern an imaginary ideal elaborated by the artist through his life. From an analyses which relates history, semiotic, anthropology, art’s theory, theorists, it is possible to see the gloomy aspect (associated whit the Middle Ages) developed by the artist’s engravings and drawings, which are responsible for one comprehension: the artist creating an timeless bestiary of his own.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Artes (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.