Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32478
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_LauraFernandesGonçalves.pdf1,51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Caracterização microbiológica e avaliação do papel do PPARγ na colonização e sobrevivência de isolados hipermucoides de Klebsiella pneumoniae em células epiteliais da linhagem HEp-2
Autor(es): Gonçalves, Laura Fernandes
Orientador(es): Magalhães, Kelly Grace
Assunto: Caracterização microbiológica
Klebsiella pneumoniae
Células epiteliais
Data de publicação: 15-Ago-2018
Referência: GONÇALVES, Laura Fernandes. Caracterização microbiológica e avaliação do papel do PPARγ na colonização e sobrevivência de isolados hipermucoides de Klebsiella pneumoniae em células epiteliais da linhagem Hep-2. 2018. 109 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Molecular)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Klebsiella pneumoniae é considerada um dos patógenos mais importantes causadores de infecções entre indivíduos imunocomprometidos. Os problemas clínicos causados pelo bacilo podem levar a graves complicações, incluindo infecções do trato urinário, septicemia, pneumonia e morte. Apesar de estarem primariamente associadas às infecções oportunistas, existem linhagens de K. pneumoniae hipervirulentas (hvKp) que possuem uma grande quantidade de fatores de virulência que atuam estrategicamente as capacitando de se multiplicar, proteger do sistema imune do hospedeiro e causar patogenias em hospedeiros sem imunocomprometimento. Os fatores de transcrição denominados receptores ativados por proliferadores de peroxissoma γ (PPAR-γ) tem sido amplamente estudados por seu papel na imunoregulação e estabelecimento de infecções bacterianas já que esses receptores são expressos por uma grande quantidade de células do sistema imune e apresentam um papel duplo promovendo a inibição de moléculas pró-inflamatórias e auxiliando no clearence bacteriano, mas também desencadeando apoptose em diversas células do sistema imune, diminuindo a migração e adesão de neutrófilos. Portanto, nesse trabalho, tivemos por objetivo avaliar o papel do PPAR-γ na capacidade de colonização de células epiteliais da linhagem HEp-2 por três isolados hipervirulentos de K. pneumoniae (HvKp) obtidos de um paciente com bacteremia no Hospital Universitário de Brasília. Caracterizamos os três isolados como geneticamente idênticos, multirresistentes, KPC e pertencentes ao clone ST11. Os isolados também apresentaram produção forte de biofilme em superfícies abióticas bem como a capacidade de sobreviver em sangue e em soro por 30 minutos. As células infectadas com os isolados hipermucoides apresentaram expressão de PPAR-γ 24 e 48 horas após a infecção. Os isolados mostraram-se capazes de sobreviver no interior de células Hep-2 3,6 e 24 horas após a infecção. Também apresentaram maior capacidade de sobrevivência nas células quando PPAR-γ estava presente do que quando este foi inibido por GW9662. Foi observado também que os isolados são citotóxicos para as células diminuindo a viabilidade celular nos tempos de 3 e 6 horas após a infecção e recuperação da viabilidade 24 horas após a infecção. Também, observou-se a produção de óxido nítrico após a infecção e constatou-se que esta ocorre mais acentuadamente 24 e 48 horas pós-infecção e que ocorre um aumento na produção de NO quando PPAR-γ encontra-se inibido. Dessa forma, os isolados mostraram-se resistentes aos efeitos microbicidas da célula.
Abstract: Klebsiella pneumoniae is considered one of the most important pathogens causing infections among immunocompromised individuals. Clinical problems caused by this bacillus can lead to severe complications, including urinary tract infections, septicemia, pneumonia, and death. Although they are primarily associated with opportunistic infections, there are hypervirulent K. pneumoniae (hvKp) strains that have a large number of virulence factors that act strategically to enable them to multiply, protect from the host's immune system and cause pathogenies in hosts without immunocompromising. Transcription factors called peroxisome proliferator-activated receptors (PPAR-γ) have been extensively studied for their role in immunoregulation and establishment of bacterial infections since these receptors are expressed by a large number of immune system cells and have a double role promoting the inhibition of proinflammatory molecules and assisting in bacterial clearence, but also triggering apoptosis in several cells of the immune system, decreasing neutrophil migration and adhesion. Therefore, the objective of this study was to evaluate the role of PPAR-γ in the ability to colonize epithelial cells of the Hep-2 lineage by three hypermucoid isolates of K. pneumoniae (HvKp) obtained from a patient with bacteremia at the Hospital Universitário de Brasília. In this work, we characterize the three isolates as genetically identical, multiresistant, KPC and belonging to clone ST11. The isolates also showed strong biofilm production on abiotic surfaces as well as the ability to survive in blood and serum for 30 minutes. Cells infected with the hypermucoid isolates showed PPAR-γ expression 24 and 48 hours post-infection. Isolates were able to survive within HEp-2 cells 3,6 and 24 hours post-infection. They also showed greater survival ability in the cells when PPAR-γ was present than when it was inhibited by GW9662. It was also observed that the isolates are cytotoxic to the cells reducing cell viability 3 and 6 hours post infection and viability recovery 24 hours post infection. The production of nitric oxide after infection has also been verified and it has been observed that this occurs more markedly 24 and 48 hours post infection and that an increase in NO production occurs when PPAR-γ is inhibited. Thus, the isolates were resistant to the microbicidal effects of the cell.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Biologia Celular, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Hospital da Universidade de Brasília (FAHUB).
Aparece nas coleções:CEL - Mestrado em Biologia Molecular (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.