Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32396
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_AnaPaulaMoreiraPintoDuarte.pdf1,94 MBAdobe PDFView/Open
Title: “As vidas de Zuzu” : as memórias construídas sobre Zuzu Angel nos jornais Folha de São Paulo e O Globo (1985-1998)
Authors: Duarte, Ana Paula Moreira Pinto
Orientador(es):: Barroso, Eloisa Pereira
Assunto:: Angel, Zuzu, 1921-1976 - crítica e interpretação
Ditadura militar - Brasil
Memória - história
Representação
Jornalismo - aspectos políticos
Issue Date: 6-Aug-2018
Citation: DUARTE, Ana Paula Moreira Pinto. O“As vidas de Zuzu”: as memórias construídas sobre Zuzu Angel nos jornais Folha de São Paulo e O Globo (1985-1998). 2018. 206 f., il. Dissertação (Mestrado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: A presente dissertação tem como objetivo analisar as memórias constituídas da vida de Zuzu Angel pelos jornais Folha de São Paulo e o Globo entre 1985 a 1998. Para o referencial teórico foram utilizados conceitos da História Cultural, como representação, imaginário social e identidade. Publicações dos jornais Folha de São Paulo e O Globo que citavam o nome de Zuzu Angel entre os anos de 1985 a 1998 foram selecionadas, tendo estas sido analisadas a partir de pressupostos e contribuições do Paradigma Construcionista, que compreende que a mídia faz uma seleção dos acontecimentos e constrói a notícia, construção essa permeada pelas questões culturais e sociais dos jornais e dos próprios jornalistas. Zuzu Angel foi uma importante estilista durante o Brasil Republicano, reconhecida em âmbito nacional e internacional por apresentar uma moda “genuinamente brasileira”. Seu filho, Stuart Angel Jones (1945-1976), militante político, exerceu atividades de resistência durante o regime ditatorial, sendo preso, torturado e assassinado pelos órgãos de segurança nacional. Com o desaparecimento, posteriormente a comprovação da morte de Stuart, Zuzu Angel, utilizando-se de sua profissão e das suas influências internacionais, buscou meios de cobrar do governo brasileiro, esclarecimentos sobre o paradeiro de seu filho, no entanto, sua “luta” de cinco anos (1971-1976) encerrou-se em um acidente automobilístico, tendo os militares como os mentores. Foi construída uma memória da mãe-coragem, que enfretou um regime autoritário para ter o direito de enterrar seu filho. Na dissertação analisamos como ocorreu a construção da memória da mãe-coragem durante o período de redemocratização por meio da análise de discursos jornalíticos. Percebemos que as representações da estilista nos jornais Folha de São Paulo e O Globo não se desassociaram da ditadura militar, inclusive foram produzidas de acordo com um lugar de fala e um espaço temporal.
Abstract: The present dissertation aimed to analyze the memories constituted of the life of Zuzu Angel by the Folha de São Paulo and Globo newspapers from 1985 to 1998. As theoretical reference were used concepts of Cultural History, such as representation, social imaginary and identity. Publications of the newspapers Folha de São Paulo and O Globo were selected for the research, which cited the name of Zuzu Angel between the years of 1985 and 1998, which were analyzed from the assumptions and contributions of the Constructivist Paradigm, which understands that the media does a selection of events and builds the news, construction permeated by the cultural and social issues of newspapers and the journalist himself.Zuzu Angel was an important stylist during the Republican Brazil, recognized nationally and internationally for presenting a "genuinely Brazilian" fashion. Her son, Stuart Angel Jones (1945-1976), political activist, exerted activities of resistance during the dictatorial regime, being arrested, tortured and murdered by the organs of national security. With the disappearance, later evidence of Stuart's death, Zuzu Angel, using her profession and international influences, attempted to find ways to charge the Brazilian government for clarification of the whereabouts of her son, however, her five years "struggle" (1971-1976) ended in an auto accident, with the military as the mentor. It was built a memory of mother-courage, who fought an authoritarian regime to have the right to bury her child. In the dissertation we analyze how the memory-building of the mother-courage occurred during the period of the Brazilian redemocratization through the analysis of journalistic discourses. We noticed that the representations of the stylist in the Folha de São Paulo and O Globo newspapers were not disassociated from the military dictatorship point of view ou conception, they were even produced according to a place of speech and a temporal space.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, Programa de Pós-graduação em História, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32396/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.