Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32311
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_LuisaMagalhãesCoelhoÁvilaPaz.pdf8,02 MBAdobe PDFView/Open
Title: Relações entre competências gerenciais, estilos de liderança e desenvolvimento da gestão estratégica : uma análise em organizações públicas
Other Titles: Relations between managerial competences, leadership styles and strategic management development : an analysis of public organizations
Authors: Paz, Luisa Magalhães Coelho Ávila
Orientador(es):: Odelius, Catarina Cecília
Assunto:: Competências gerenciais
Estilos de liderança
Gestão estratégica
Setor público
Issue Date: 17-Aug-2018
Citation: PAZ, Luisa Magalhães Coelho Ávila. Relações entre competências gerenciais, estilos de liderança e desenvolvimento da gestão estratégica: uma análise em organizações públicas. 2018. xii, 157 f., il. Dissertação (Mestrado em Administração)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Gestores são apontados como principais responsáveis por conectar diretrizes estratégicas às ações que viabilizam sua implementação. O objetivo desta pesquisa foi identificar relações entre domínio de competências gerenciais, estilos de liderança e estágios de desenvolvimento da gestão estratégica em organizações públicas. Tomando como contexto as entidades de Assistência Técnica e Extensão Rural brasileiras, foi realizada pesquisa de levantamento, com aplicação de questionário eletrônico para uma amostra composta por 447 respondentes, dos quais 201 ocupavam função gerencial. Para análise dos dados foram empregadas técnicas estatísticas descritivas e multivariadas. A análise fatorial exploratória apresentou indícios de validade para uma escala de competências gerenciais composta por 30 itens que se agruparam em três fatores: contribuição para a estratégia, prestação de serviços públicos e gestão de equipe. Os resultados indicaram que o menor domínio de competências está relacionado à “contribuição para a estratégia” e que os gestores são mais favoráveis à adoção de comportamentos de liderança transformacional. O fator de liderança transformacional demonstrou baixa correlação positiva com todos os fatores de competências gerenciais, enquanto a liderança transacional apresentou correlação leve com competências de contribuição para a estratégia. O teste não-paramétrico U de Mann-Whitney evidenciou diferenças estatisticamente significativas para ambos estilos de liderança e para competências de contribuição para a estratégia, a depender do estágio de desenvolvimento da gestão estratégica. Os resultados apontam que o estilo de liderança transacional parece estar mais associado à existência da gestão estratégica nas organizações pesquisadas, em todos os seus estágios. Ao final são apontadas as limitações identificadas para a pesquisa, bem como a proposição de estudos futuros acerca do tema.
Abstract: Managers are identified as the main responsible for connecting strategic guidelines to the actions that enable their implementation. This study aimed to identify relations between managerial competence mastery, leadership styles and stages of strategic management development in public organizations. Taking as context the Brazilian Technical Assistance and Rural Extension entities, a survey research was applied using a structured electronic questionnaire to a sample composed by 447 respondents, 201 of them acting in managerial role. Descriptive and multivariate statistical techniques were used to analyze the data. The Exploratory Factor Analysis presented evidence of validity for a scale of managerial competences composed of 30 items and three factors: contribution to the strategy, public service provision and team management. The results indicated that the lower mastery of competence is related to strategy contribution and that managers indicate themselves more favorable to the adoption of transformational leadership behaviors. Transformational leadership factor demonstrated a low positive correlation with all factors of managerial competencies, while transactional leadership had a slight correlation with strategic contribution competences. The U Mann-Whitney non-parametric test showed statistically significant differences for both leadership styles and strategic contribution competences, depending on the stage of strategic management development. The results show that transactional leadership style seems to be more associated to the existence of strategic management in the organizations surveyed, in all their stages. Implications of these findings are presented in the conclusion, that also presents limitations, offers recommendations and proposes future studies.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Administração (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32311/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.