Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32269
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CAPITULO_Agenda21Universidade.pdf192,61 kBAdobe PDFView/Open
Title: Agenda 21 da Universidade de Brasília e a caracterização dos resíduos domésticos no campus Darcy Ribeiro : Programa Sou UnB, Jogo Limpo
Authors: Saito, Carlos Hiroo
Gatti, Thérèse Hofmann
Oliveira, Daniela de
Zaneti, Izabel Cristina Bruno Bacellar
Assunto:: Resíduos sólidos
Universidade de Brasília
Issue Date: 2011
Publisher: Cidade Gráfica e Editora
Citation: SAITO, Carlos Hiroo et al. Agenda 21 da Universidade de Brasília e a caracterização dos resíduos domésticos no campus Darcy Ribeiro: Programa Sou UnB, Jogo Limpo. In: CATALÃO, Vera Margarida Lessa; LAYRARGUES, Philippe Pomier; ZANETI, Izabel Cristina Bruno Bacelar (Org.). Universidade para o século XXI: educação e gestão ambiental na Universidade de Brasília. Brasília: Cidade Gráfica e Editora, 2011. p. 19-35.
Abstract: O manejo adequado dos resíduos urbanos é considerado um dos temas ambientais mais atuais e importantes. O envolvimento da comunidade universitária nos assuntos ligados ao lixo por ela produzido e nas decisões sobre o seu correto armazenamento e disposição é uma contribuição vivencial fundamental para a construção e consolidação de uma consciência ambiental. Desde 1998 a Universidade de Brasília (UnB) empreende esforços para apontar soluções viáveis e condizentes com a problemática dos resíduos no campus universitário. O presente artigo tem por objetivo compartilhar a metodologia e os resultados da caracterização dos resíduos sólidos do campus realizada em 1999, no âmbito do Programa Agenda 21 da UnB, e ajudar na reflexão sobre o papel da comunidade universitária no desejo de equacionar a problemática dos resíduos. A metodologia adotada para caracterização dos resíduos domésticos envolveu a estimativa dos resíduos domésticos gerados por 11 unidades acadêmicas e administrativas no período letivo de 21 de agosto a 30 de novembro de 1999. Foi estimado que a UnB produzia, à época, cerca 1.800 kg de lixo diariamente, ou seja, aproximadamente 43 toneladas ao mês. Da produção total de lixo do Campus, constatou-se que papel e papelão representavam 50,5% do total de lixo produzido. Os resíduos orgânicos representavam 32%, seguido de 1,6% de plásticos, 1,8% de vidros e 0,9% de metais. Os materiais não recicláveis representavam 3% do lixo produzido. A alta percentagem de materiais recicláveis na composição do lixo sinalizava a necessidade de adotar procedimentos para o descarte e a coleta seletiva dos resíduos no Campus, bem como um programa institucional de gerenciamento de resíduos que levasse em consideração iniciativas que visem à redução e à reutilização de papel e papelão.
Description: Ilustrações do capítulo encontram-se no Anexo I do livro Universidade para o século XXI: educação e gestão ambiental na Universidade de Brasília, p. 317.
Licença:: Autorização concedida ao Repositório Institucional da Universidade de Brasília pelo Decanato de Extensão da UnB para disponibilizar, no site repositorio.unb.br, o livro Universidade para o século XXI: educação e gestão ambiental na Universidade de Brasília.
metadata.dc.relation.isbasedon: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32265
Appears in Collections:CDS - Livros e capítulos de livros
ECL - Livros e capítulos de livros
TEF - Livros e capítulos de livros
VIS - Livros e capítulos de livros

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32269/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.