Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32192
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_BrunoLomasdeSouza.pdf1,19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: A racionalidade da crença em Deus : uma avaliação da epistemologia reformada de Plantinga
Autor(es): Souza, Bruno Lomas de
Orientador(es): Portugal, Agnaldo Cuoco
Assunto: Plantinga, Alvin Carl, 1932- crítica e interpretação
Teísmo
Epistemologia reformada
Racionalidade
Data de publicação: 4-Jul-2018
Referência: SOUZA, Bruno Lomas de. A racionalidade da crença em Deus: uma avaliação da epistemologia reformada de Plantinga. 2018. 108 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Esta dissertação traz uma avaliação da epistemologia reformada, principalmente quanto ao tópico da racionalidade da crença teísta. Mas também são avaliados seus princípios básicos e sua tese da basilaridade apropriada das crenças cristãs como um todo. O método seguido é o da consideração das objeções feitas à epistemologia reformada com vista a testar sua força argumentativa. As conclusões da dissertação são retiradas do contraste estabelecido entre os antagonistas. É assim que, da resposta de Alvin Plantinga à objeção evidencialista, a tese da basilaridade da crença teísta surge como possível suporte para a presunção de teísmo no debate sobre a existência de Deus. Essa possibilidade é corroborada pela conclusão de que o espaço que Plantinga abre para a fé inabalável torna implausível que um crente com tamanho grau de inclinação à sua crença seja capaz de colocá-la seriamente em pauta. A partir de uma análise comparativa com a epistemologia das virtudes, os princípios da epistemologia reformada, conjugados com seu externismo, demonstram uma força considerável. A partir da consideração de algumas objeções à tese da basilaridade e da constatação de que elas não são bem sucedidas, conclui-se pela eficácia da epistemologia reformada, por meio do modelo A/C, em garantir a racionalidade da crença teísta pela via não inferencial. Por fim, nega-se que o mesmo possa ser dito acerca do modelo A/C estendido e a suposta basilaridade apropriada das crenças cristãs como um todo.
Abstract: This dissertation brings an evaluation of the Reformed epistemology, mainly on the topic of the rationality of theistic belief. But his basic principles and his thesis of the proper basicality of Christian beliefs as a whole are also evaluated. The method followed is the consideration of the objections made to the Reformed epistemology in order to test its argumentative force. The conclusions of the dissertation are drawn from the established contrast between the antagonists. Thus, from Alvin Plantinga's answer to the evidentialist objection, the thesis of the basicality of theistic belief emerges as a possible support for the presumption of theism in the debate about the existence of God. This possibility is corroborated by the conclusion that the space that Plantinga opens to unwavering faith makes it implausible that a believer with such a degree of inclination to his belief be able to place it seriously at stake. From a comparative analysis with the epistemology of the virtues, the principles of the Reformed epistemology, conjugated with its externalism, demonstrate a considerable force. From the consideration of some objections to the thesis of basicality and the finding that they are not successful, it is concluded by the efficacy of the Reformed epistemology, through the A/C model, to guarantee the rationality of theistic belief through the non-inferential way. Finally, it is denied that the same can be said about the extended A/C model and the supposed proper basicality of Christian beliefs as a whole.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília,Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FIL - Mestrado em Filosofia (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.