Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32188
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_CamilaSantosNobre.pdf3,41 MBAdobe PDFView/Open
Title: Fragilidade osmótica por citometria de fluxo de eritrócitos na esferocitose hereditária : um estudo caso-controle avaliando o anticoagulante, o pré-tratamento da amostra e a concentração de cloreto de sódio para uma triagem
Authors: Nobre, Camila Santos
Orientador(es):: Barra, Gustavo Barcelos
Assunto:: Eritrócitos
Esferocitose hereditária
Esferocitose hereditária
Fragilidade osmótica
Citometria de fluxo
Issue Date: 9-Jul-2018
Citation: NOBRE, Camila Santos. Fragilidade osmótica por citometria de fluxo de eritrócitos na esferocitose hereditária: um estudo caso-controle avaliando o anticoagulante, o pré-tratamento da amostra e a concentração de cloreto de sódio para uma triagem. 2018. 53 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: O teste de fragilidade osmótica por citometria de fluxo foi recentemente introduzido na prática clínica. No entanto, o teste ainda encontra-se em desenvolvimento. Algumas variáveis importantes para o teste de fragilidade osmótica tradicional ainda não foram totalmente testadas na citometria de fluxo. Neste estudo, avaliou-se a fragilidade osmótica de indivíduos com esferocitose hereditária (casos) e indivíduos saudáveis (controles) por citometria de fluxo usando uma série de tubos contendo concentrações decrescentes de NaCl. As análises foram executadas em amostras de sangue frescas e incubadas (37oC por 24h) colhidos em EDTA e heparina como anticoagulante. As percentagens de hemácias residuais em cada concentração de NaCl foram utilizadas para traçar as curvas de fragilidade osmótica. As curvas fragilidade osmótica de cada condição testada foram comparadas por meio da fragilidade corpuscular mediana. Curvas ROC foram empregadas para avaliar as concentrações de NaCl com maior acurácia na diferenciação entre casos e controles saudáveis. Como resultado, as curvas de fragilidade osmóticas por citometria de fluxo assumiram um formato de dose-resposta típico e a fragilidade corpuscular mediana dos casos e dos controles foram diferentes em todos as condições préanalíticas testadas. A comparação das fragilidades corpuscular mediana revelou que a incubação e o anticoagulante têm efeitos maior e menor sobre o fragilidade osmóticas por citometria de fluxo, respectivamente. Cem por cento de sensibilidade e especificidade foram obtidos de 5,5 a 6 g/L de NaCl no sangue fresco-EDTA, de 6 a 8 g / L de NaCl em sangue incubado-EDTA e em nenhuma das concentrações de NaCl testadas no sangue heparinizado. Assim, o EDTA é o anticoagulante de escolha para o ensaio. A incubação à 37oC para 24h aumenta sua capacidade de diagnóstica. A concentração de NaCl mais confiável para a discriminação entre casos e controles foi de 6 g/L de NaCl em sangue fresco EDTA e 7,5 g/L de NaCl no sangue incubado-EDTA.
Abstract: Background: The flow cytometric osmotic fragility test (FC-OFT) was recently introduced. However, the test is still under development and some variables were not fully tested. Methods: The osmotic fragility of hereditary spherocytosis (HS) cases and healthy controls were evaluated by FC-OFT using a series of tubes containing decreasing concentrations of NaCl. The analyses were executed in fresh and incubated (37oC for 24h) blood samples anticoagulated with EDTA and heparin. The percentages of residual red blood cells were used to plot the osmotic fragility curves. The OF curves of each tested condition were compared using the median corpuscular fragility (MCF). ROC curve analyses reveled the most acurated NaCl concentrations for differentiation between HS cases and healthy controls. Results: FC-OFT curves assumed a sigmoidal dose-response shape and the MCF of cases and controls were different in all instances. MCF comparisons reveled that incubation and the anticoagulant have a major and a minor effect over the FC-OFT, respectively. One hundred percent of sensitivity and specificity were obtained from 5.5 to 6.0 g/L of NaCl in EDTA-treated fresh blood, from 6.0 to 8.0 g/L of NaCl in EDTA-treated incubated blood and in none of the tested NaCl concentration in heparinized blood. Conclusions: EDTA is the anticoagulant of choice for the assay. Incubation at 37oC for 24h increased its diagnostic capability. The most reliable NaCl concentration for the discrimination of HS case from controls was 6.0 g/L of NaCL in fresh EDTA-treated blood and was 7.5 g/L of NaCl in incubated EDTA-treated blood.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32188/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.