Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32170
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_PedroCardosoAlves.pdf1,89 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Participação política na era informacional : um modelo para o sec. XXI
Autor(es): Alves, Pedro Cardoso
Orientador(es): Galinkin, Ana Lúcia
Coorientador(es): Ribeiro, José Carlos
Assunto: Participação política
Ideologia
Ciberespaço - discussões e debates
Contágio comportamental
Data de publicação: 26-Jun-2018
Referência: ALVES, Pedro Cardoso. Participação política na era informacional : um modelo para o sec. XXI. 2017. viii, 122 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Com o advento e da popularização da internet, a definição o conceito de participação política torna-se ainda mais complicada, conforme se ampliam os comportamentos politizados expressos através dessas tecnologias, atravessando as fronteiras entre físico e digital nas interações diárias. As próprias fronteiras que diferenciam os espaços físicos e digitais se tornam cada vez mais diluídas com os avanços tecnológicos, sendo a existência social cada vez mais híbrida, onde se vivencia, simultaneamente diversos espaços com reduzidas limitações geográficas e cronológicas, anteriormente dominantes. Essa realidade demanda uma nova cultura espacial e política que é particular dos ciberespaços e, portanto, uma nova concepção do que é participar politicamente. Fugindo das interpretações tradicionais, a participação política contemporânea é fluída e constante, ocorre nas micro conversações diárias, nos posts e tweets e demais publicações digitais. Dentro deste panorama, esta dissertação visa trazer a tona algumas das mais recentes reformulações de conceitos clássicos, como ideologia, eficácia política e contágio comportamental, assim como a proposta de uma nova medida para avaliar a relação com as informações política, nominalmente, Hábitos Informacionais. Ainda, propõem e avalia a validade de uma série de instrumentos adaptados para a realidade brasileira, tomando como base questões pertinentes para o cenário político específico do país. Por fim, objetiva traçar as relações entre esses fatores, identificando os seus respectivos impactos sobre os tipos de participação política, assim como em que medida esses impactos são mediados pela crença do sujeito sobre a eficácia de seus comportamentos.
Abstract: With the advent and spread of the internet, the definition for political participation becomes ever-more complicated, as politicized behaviors are continuously expressed through these digital means, breaching the frontiers between physical and digital in day-to-day interactions. These very frontiers that differentiate these spaces become ever-more diluted as technology continues to progress, creating hybrid spaces, where both digital and physical aspects are experienced simultaneously with reduced effect of geographic and chronological limitations. This new reality demands a new spatial and political culture that fits the characteristics of cyberspace and, thus, demands a new interpretation of what is “political participation”. Far from the traditional interpretations of institutionalized participatory behaviors, contemporary participation is fluid and constant, it habits the everyday micro conversations, the posts and tweets and such. In this paradigm, this dissertation tries to bring to the forefront some of the more recent conceptualizations of the variables involved in this process, such as ideology, behavioral contagion, political efficacy, as well as the proposal for a new way of evaluating interaction with political information, namely Informational Habits. Furthermore, it proposes and evaluates de validity of a series of new instruments to measure these actualized concepts in the context of Brazilian politics. Lastly, it traces the relations between these factors and political participation, as well as the possible mediation effect of efficacy over these interactions.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.