Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32165
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_PauloSérgioRosa.pdf2,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Metáforas organizacionais e sistemas de alerta antecipado para supervisão bancária : da máquina à complexidade
Autor(es): Rosa, Paulo Sérgio
Orientador(es): Gartner, Ivan Ricardo
Assunto: Estabilidade financeira
Supervisão bancária
Governança corporativa
Risco sistêmico
Data de publicação: 26-Jun-2018
Referência: ROSA, Paulo Sérgio. Metáforas organizacionais e sistemas de alerta antecipado para supervisão bancária: da máquina à complexidade. 2018. 127 f., il. Tese (Doutorado em Administração)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Tipicamente funções de Estado, a regulação e a supervisão bancária, em conjunto, buscam entregar à sociedade um sistema financeiro sólido, estruturando processos de acompanhamento regular e contínuo das entidades supervisionadas. Função relevante à estabilidade financeira, a supervisão bancária serve-se de mecanismos para a antecipação de potenciais fontes de estresse financeiro no sistema, como os sistemas de alertas antecipados, que, em geral, são baseados em medidas econômico-financeiras – dados de balanço e de mercado. Em virtude da inexistência de estudos sobre modelagem de alertas antecipados para instituições bancárias brasileiras, esta tese desenvolve três ensaios teórico-empíricos complementares entre si, que compartilham questões de estabilidade financeira, nos níveis de análise organizacional (bancos), individual (gestores) e sistêmico. Os três ensaios podem ser vistos, respectivamente, conforme as metáforas das organizações como máquinas, como organismos e em suas relações de fluxo e transformação no ambiente. Desta forma, o estudo possui como objetivos específicos: verificar a suficiência de informações públicas de balancetes bancários para a modelagem de alertas antecipados; avaliar a importância da incorporação de novas dimensões de análise, como governança corporativa; e avançar para a perspectiva organizacional como um problema complexo. No primeiro estudo, apresenta-se um modelo de alerta antecipado para situações de estresse financeiro, baseado na análise de literatura sobre indicadores econômico-financeiros de gestão de riscos e em dados de balancetes bancários mensais. A partir de uma amostra contendo nove casos no grupo de tratamento, o modelo alcança taxas de verdadeiros-positivos de 89% nas sinalizações de alerta antecipado, para um horizonte de 12 meses. O segundo estudo trabalha as relações entre indicadores de risco estratégico em bancos e medidas de risco de default, como o Z-score. Utilizando uma amostra de dados oriunda de trabalhos de campo de supervisão bancária pelo Banco Central do Brasil, os quais avaliam, presencialmente, questões qualitativas de gestão em bancos, o estudo evidencia o impacto positivo do constructo de governança corporativa na atenuação de medidas de riscos de default/estresse financeiro bancário. O terceiro estudo consiste em uma simulação estocástica baseada em agentes, no contexto da espiral crítica da dívida soberana pública e da escassez de ativos livres de risco. A proposição em teste nesse estudo é de que a atitude ótima de investimento, em função da seleção de carteiras pelo trade-off risco/retorno, constitui um gatilho para a iniciação da espiral que envolve downgrades sucessivos de riscos de créditos soberano e bancário, por conta da sua importante inter-relação no sistema, com externalidades à economia e ao risco sistêmico. Assim, como conclusão geral, o trabalho sustenta o argumento de que políticas públicas de estabilidade financeira tendem a ganhar eficácia ao considerarem, ao lado de características microprudenciais das entidades, medidas de gestão estratégica nas organizações, bem como ao aplicar técnicas de modelagem de problemas complexos, como a baseada em comportamento de agentes. Desta forma, o trabalho contribui para as discussões acerca de risco de crédito de intermediários financeiros, sobretudo sob a ótica dos agentes supervisores bancários com ações voltadas para a estabilidade financeira.
Abstract: As typical State functions, banking regulation and supervision seek together to deliver to society a solid financial system, structuring processes of regular and continuous monitoring of supervised entities. As a relevant function to financial stability, banking supervision uses mechanisms to anticipate potential sources of financial stress in the system, such as early warning systems, which are generally based on economic and financial measures – balance sheet and market data. Due to the lack of studies on early warning modeling of Brazilian banking institutions, this thesis develops three complementary theoretical-empirical essays that share financial stability issues at the levels of organizational analysis (banks), individual (managers), and systemic. The three essays can be seen, respectively, according to the metaphors of organizations as machines, as organisms and in their relations of flux and transformation in the environment. In this way, the study has as specific goals: to assess the adequacy of public information of bank balance sheets for the modeling of anticipated alerts; to evaluate the importance of incorporating new dimensions of analysis, such as corporate governance; and the organizational perspective as a complex problem. In the first study, we present an early warning model for situations of financial distress, based on the analysis of the literature on economic-financial risk management and of monthly bank balance-sheet data. From a sample containing nine cases in the treatment group, the model achieves true-positive rates of 89% on early warning signs for a 12-month horizon. The second essay deals with the relationships between strategic risks indicators in banks and measures of default risk, such as Z-score. Based on a sample of data from the field of banking supervision by the Central Bank of Brazil, which assess face-to-face qualitative management issues in banks, the study shows the positive impact of the corporate governance construct on mitigating measures of default risks / banking financial distress. The third study consists of an agent-based stochastic simulation, in the context of the critical public sovereign debt spiral and the scarcity of risk-free assets. The proposition being tested is that the optimal investment behavior, as a function of portfolio selection by the risk / return trade-off, constitutes a trigger for the initiation of the spiral that involves successive downgrades of sovereign and banking credit risks, due to its important interrelationship in the system, with externalities to the economy and to systemic risk. Thus, as a general conclusion, the research supports the argument that public policies of financial stability tend to gain effectiveness by considering, along with microprudential characteristics of the entities, strategic management measures in organizations, as well as applying techniques of modeling complex problems, such as the one based on agent behavior. In this way, the study contributes to the literature on credit risk of financial intermediaries, especially from the perspective of banking supervisors concerned with financial stability.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade e Gestão Pública, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PPGA - Doutorado em Administração (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.