Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32113
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_BrasiliaPreservacaoModernidade.pdf8,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Brasília entre preservação e modernidade : um edifício público sustentável : o caso do Palácio Itamaraty
Autor(es): Amorim, Cláudia Naves David
Assunto: Iluminação natural
Edifícios públicos - Brasília (DF)
Projeto arquitetônico
Arquitetura sustentável
Data de publicação: 2010
Editora: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília
Referência: AMORIM, Cláudia Naves David. Brasília entre preservação e modernidade: um edifício público sustentável : o caso do Palácio Itamaraty. Paranoá: cadernos de arquitetura e urbanismo, Brasília, n. 5, 2010. Disponível em: <http://periodicos.unb.br/index.php/paranoa/article/view/15501/11038>. Acesso em: 28 jun. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n5.2010.15501.
Resumo: Este artigo apresenta uma reflexão acerca das questões relacionadas à preservação e à modernização dos edifícios, em relação ao atendimento das novas demandas de sustentabilidade ambiental. Aborda uma experiência acadêmica, realizada no âmbito do Programa de Pós Graduação da Universidade de Brasília, que propõe a reabilitação ambiental de um edifício público moderno - o Plaácio Itamaraty, para o qual apresentam-se propostas para a eficientização com foco na sustentabilidade, considerando-se as necessidades de preservação do mesmo como bem tombado. Empregam-se métodos diferenciados para análise, diagnóstico e propostas, tais como medições in loco, simulações computacionais e cálculos, visando verificar as propostas com relação à otimização de iluminação e ventilação natural, proteções solares e melhoria do conforto térmico. Conclui-se que a intervenção neste tipo de edifício, importante representante da arquitetura moderna brasileira, é perfeitamente possível e traria grandes benefícios em termos de sustentabilidade, sem penalizar as características originais e emblemáticas do mesmo.
Abstract: This paper presents studies relating to the preservation and modernization ofbuildings, to meet the new demands of environmental sustainability. Addresses an academic experience, held the Graduate Program of University of Brasília1, which proposes the environmental rehabilitation of a public building of modern architecture - Itamaraty Palace. Presents proposals for efficiency improvement with a focus on sustainability of this building, considering the conservation needs of the building because it is tumbled. Unique methods are used 6 for the analysis, diagnosis and proposals, such as in situ measurements, Computer simulations and calculations, to verify the proposals regarding the optimization of day lighting and ventilation, solarprotection and improvement of thermal comfort. The conclusions are that the intervention in this building, which is representative of modern Brazilian architecture, can bring great benefits sustainable without harming the original features and symbolíc ofit.
Informações adicionais: Parte deste artigo foi originalmente publicado nos anais do ENCAC 2007 - Encontro Nacional de Conforto no Ambiente Construído, com autoria de Cláudia Naves David Amorim, Daria Kos Braga, Thais Borges Sanches Lima, Evangelos Dimitrios Christakou. José Carlos Soares Grillo, ítalo Augusto V. David. Valéria Morais Baldoíno, Pedro Veloso, Sued Ferreira da Silva 85
Licença: Paranoá: cadernos de arquitetura e urbanismo - Direitos autorais 2017 Cláudia Naves David Amorim. Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional. Fonte: http://periodicos.unb.br/index.php/paranoa/article/view/15501/11038. Acesso em: 28 jun. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n5.2010.15501
Aparece nas coleções:TEC - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.