Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32080
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_AndréBonadiasGadelha.pdf3,66 MBAdobe PDFView/Open
Title: Associação entre estágios da sarcopenia, risco de quedas, equilíbrio estático e Incidência de quedas em mulheres idosas
Authors: Gadelha, André Bonadias
Orientador(es):: Lima, Ricardo Moreno
Assunto:: Quedas (acidentes) em idosos
Sarcopenia
Equilíbrio postural
Envelhecimento
Issue Date: 7-Jun-2018
Citation: GADELHA, André Bonadias. Associação entre estágios da sarcopenia, risco de quedas, equilíbrio estático e Incidência de quedas em mulheres idosas. 2018. xii, 153 f., il. Tese (Doutorado em Educação Física)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Objetivo: Os objetivos do presente estudo foram: a) investigar a associação entre os estágios da sarcopenia, equilíbrio estático, medo de cair e risco de quedas em mulheres idosas; e b) investigar a associação entre os estágios da sarcopenia e a incidência de quedas no período de 18 meses em mulheres idosas. Métodos: 196 mulheres (68,6±6,5 anos) foram submetidas a avaliações de composição corporal (DEXA), força muscular e funcionalidade (TUG). Os estágios da sarcopenia foram classificados de acordo com o EWGSOP. A oscilação do centro de pressão (CoP), o risco e o medo de cair foram avaliados por meio de plataforma de força, QuickScreen e escala de eficácia de quedas, respectivamente. As voluntárias foram acompanhadas durante 18 meses por ligações telefônicas. Modelos de ANOVA e chi-quadrado foram utilizados para comparar os grupos. Regressões de Cox foram aplicadas para calcular as taxas de risco de quedas. Resultados: Os sujeitos sarcopênicos grave apresentaram maior risco de queda quando comparado aos demais estágios (P<0,01). Considerando a oscilação do CoP, tanto a velocidade quanto a amplitude mediolateral foram significativamente maiores para sarcopenia grave quando comparado ao grupo de referência e pré-sarcopenia (P<0,05). O medo de cair foi maior em todos os estágios da sarcopenia quando comparados aos indivíduos não sarcopênicos (P<0,05). A incidência de quedas foi 17,7%, 15,4%, 40,7% e 72% para o grupos de referência, pré- sarcopenia, sarcopenia e sarcopenia grave, respectivamente (X 2 =30.637; P<0.001). A sarcopenia grave apresentou maior taxa de risco de quedas (hazard ratio: 4.956; 95% CI: 2.259-10.876). Conclusão: A sarcopenia afeta negativamente o equilíbrio, o risco e o medo de cair em mulheres idosas. Além disso, a gravidade da sarcopenia associou-se com a incidência de quedas. Este estudo fornece evidências de que a gravidade da sarcopenia está associada ao equilíbrio reduzido e impõe um maior risco quedas em mulheres idosas.
Abstract: Objective: The aims of the present study were a) to investigate the association between stages of sarcopenia, static balance, fear of falling, and risk of falls in older women; and b) to investigate the association between the stages of sarcopenia and incidence of falls in older women. Methods: 196 women (68.6±6.5 years) underwent body composition (DXA), muscle strength, and functional (TUG) assessments. Stages of sarcopenia were classified according to EWGSOP. Center of pressure (CoP) sway, risk and fear of falling were assessed through force platform, QuickScreen, and Falls Efficacy Scale, respectively. Volunteers were tracked by phone calls after a follow up period of 18 months. ANOVA models and chi-squared were used to compare groups. Cox regressions were applied to calculate the hazard ratios of falls events. Results: Severe sarcopenic subjects presented higher risk of falling when compared to the other stages (P<0.01). Regarding CoP sway, both mean speed and mediolateral range were significantly higher in severe sarcopenia when compared to both nonsarcopenia and presarcopenia (P<0.05). Fear of falling was higher in all sarcopenia stages when compared to nonsarcopenic individuals (P<0.05). The incidence of falls were 17.7%, 15,4%, 40,7%, and 72% for nonsarcopenia, pre-sarcopenia, sarcopenia, and severe sarcopenia, respectively (X2 =30.637; P<0.001). Severity of sarcopenia showed higher risk of falls when compared to nonsarcopenia (hazard ratio: 4.956; 95% CI: 2.259-10.876). Conclusion: Sarcopenia negatively affects balance, risk and fear of falling in older women. Moreover, severity of sarcopenia was associated with incidence of falls. This study provides evidence that severity of sarcopenia is further associated to reduced balance and imposes an even greater risk and incidence of falls in the older women.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FEF - Doutorado em Educação Física (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32080/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.