Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32015
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_ElieldeJesusAmaral.pdf631,76 kBAdobe PDFView/Open
Title: Variação de atributos foliares em espécies graminóides de Mata de galeria e Cerrado sentido restrito
Authors: Amaral, Eliel de Jesus
Orientador(es):: Munhoz, Cássia Beatriz Rodrigues
Assunto:: Atributos funcionais foliares
Mata de galeria
Cerrados
Clorofilas
Issue Date: 30-May-2018
Citation: AMARAL, Eliel de Jesus. VVariação de atributos foliares em espécies graminóides de Mata de galeria e Cerrado sentido restrito. 2017. viii, 40 f., il. Dissertação (Mestrado em Botânica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Atributos foliares são intimamente ligados a respostas das plantas ao ambiente em que estão inseridas e podem fornecer informações importantes sobre adaptação e evolução. Sob a hipótese de que ambientes sombreados, como a mata de galeria, e ambientes abertos, como o cerrado sensu stricto selecionam diferentes atributos foliares em espécies graminóides, e que a luz tem um importante papel nesse processo, nós analisamos as diferenças entre atributos foliares de espécies graminóides de cada um desses ambientes, sendo 10 espécies de mata de galeria e 14 espécies de cerrado sensu stricto. Nós encontramos diferenças nos atributos foliares entre os dois ambientes que podem ser considerados adaptativos. Folhas largas, mais finas, com maior SLA e maiores níveis de clorofilas e de nitrogênio parecem ser favorecidas em espécies graminóides crescendo em ambientes sombreados (mata de galeria) enquanto folhas estreitas, mais grossas, com menor SLA e níveis mais altos de carbono são favorecidas em espécies crescendo em ambientes abertos (cerrado sensu stricto). As correlações dos níveis de clorofilas totais foram correlacionados fracamente com a largura o comprimento e os níveis de nitrogênio e fortemente correlacionados apenas com os carotenoides, sugerindo que no geral não são bons preditores dos atributos foliares aqui estudados, portanto podem ter outros fatores influenciando esses atributos. Os conjuntos de valores de atributos foliares de espécies graminóides de mata se mostraram adaptados para um melhor aproveitamento da luz no sub-bosque enquanto os atributos foliares das espécies de cerrado sensu stricto são mais adaptados as altas intensidades luminosas, ao calor e à pouca disponibilidade de água. Inferindo a partir da literatura, nossos resultados mostraram que a variação de atributos foliares em espécies graminóides tem importância adaptativa em resposta ao ambiente.
Abstract: Leaf traits are closely linked to plant responses to the environment in which they are, and can provide important information about adaptation and evolution. Under the hypothesis that shaded environments, such as gallery forest, and open environments, such as cerrado sensu stricto select different leaf traits in graminoid species, and the light has an important role in this process, we analyzed the differences between leaf traits of graminoid species of each one of these environments, being 10 species of gallery forest and 14 species of cerrado sensu stricto. We found differences in leaf traits between the two environments that can be considered adaptive. Larger and thinner leaves with higher SLA and higher levels of chlorophyll and nitrogen appear to be favored in graminoid species growing in shaded environments (gallery forest) while narrow and thicker leaves with lower SLA and higher levels of carbon are favored in species growing in open environments (cerrado sensu stricto). The correlations of total chlorophyll levels were poorly correlated with width, length and nitrogen levels and strongly correlated only with carotenoids, suggesting that, in general they are not good predictors of the leaf traits studied here, so there may be other factors influencing these traits. The sets of values of foliar traits of forest graminoid species were adapted to a better use of light in the understory, while the foliar traits of the cerrado sensu stricto species are more adapted to the high luminous intensities, heat and low availability of water. Inferring from the literature, our results show that the variation of leaf traits in graminoid species has an adaptive importance in response to the environment.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:BOT - Mestrado em Botânica (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32015/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.