Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/32002
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_GuilhermeBentoSperandio.pdf4,48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Estudos dos perfis enzimáticos de Trichoderma reesei RutC30 e 9414 em co-culturas com fungos do gênero Aspergillus e Phanerochaete
Autor(es): Sperandio, Guilherme Bento
Orientador(es): Ferreira Filho, Edivaldo Ximenes
Assunto: Fungos
Enzimas hidrolíticas
Indústria petroquímica
Biorrefinarias
Data de publicação: 29-Mai-2018
Referência: SPERANDIO, Guilherme Bento. Estudos dos perfis enzimáticos de Trichoderma reesei RutC30 e 9414 em co-culturas com fungos do gênero Aspergillus e Phanerochaete. 2018. 79 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Molecular)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: A crescente demanda energética global e a necessidade ambiental de se afastar do modelo econômico linear baseado na indústria petroquímica são incentivos para o aprimoramento das biorrefinarias lignocelulósicas. Enzimas hidrolíticas ainda são uma porção considerável dos custos de funcionamento das biorrefinarias. Neste trabalho propõem-se a análise do potencial de co-cultivos fúngicos na produção de enzimas hidrolíticas atuantes em material lignocelulósico. Foram realizadas co-culturas do fungo Trichoderma reesei RUT-C30 com Aspergillus niger, Aspergillus tamarii e Phanerochaete chrysosporium em fermentação submersa (SmF) utilizando bagaço de cana-de-açúcar como fonte de carbono. Também foi avaliado o co-cultivo de T. reesei QM 9414 com A. niger nas mesmas condições. Ao serem cultivados com A. niger, T. reesei RUT-C30 e QM 9414 apresentaram um aumento de 142% e 140% na atividade de β-glicosidase, respectivamente. O perfil enzimático total variou significativamente em cada combinação, com determinadas atividades sendo aumentadas e outras sendo diminuídas pelos co-cultivos. O aumento das atividades enzimáticas individuais como β-glicosidase, por exemplo, não se refletiu em maior atividade de celulases totais (FPAse) e nem em maior eficiência na hidrólise de bagaço de cana-de-açúcar, sendo o monocultivo de T. reesei RUT-C30 o que liberou mais açúcares redutores em ambos os ensaios.
Abstract: The growing global energy demand and the environmental need to move away from the linear economic model based on the petrochemical industry are incentives for the improvement of lignocellulosic biorefineries. Hydrolytic enzymes are still a considerable portion of the running costs of biorefineries. In this work we propose the analysis of the potential of fungal cocultures in the production of hydrolytic enzymes active on lignocellulosic material. Cocultures of the fungus Trichoderma reesei RUT-C30 with Aspergillus niger, Aspergillus tamarii and Phanerochaete chrysosporium were carried out in submerged fermentation (SmF) using sugarcane bagasse as carbon source. Co-cultivation of T. reesei QM 9414 with A. niger under the same conditions was also evaluated. When cultivated with A. niger, T. reesei RUT-C30 and QM 9414 presented a 142% and 140% increase in β-glucosidase activity, respectively. The total enzymatic profile varied significantly in each combination, with certain activities being increased and others being decreased by the cocultures. The increase in individual enzymatic activities such as βglycosidase, for example, was not reflected in higher total cellulase activity (FPAse) or in higher efficiency in the hydrolysis of sugarcane bagasse, with monocultures of T. reesei RUT -C30 releasing more reducing sugars in both assays.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Biologia Celular, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Fundação de Apoio a Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF).
Aparece nas coleções:CEL - Mestrado em Biologia Molecular (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.