Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31991
Título: Fotografias de família e cinema documental : lugares de memória das ditaduras civis-militares da América Latina
Autor(es): Guimarães, Patrícia Cunegundes
Orientador(es): Jordan, Susana Madeira Dobal
Assunto: Fotografia
Documentários
Memória
Ditadura militar - Brasil
Data de publicação: 29-Mai-2018
Data de defesa: 23-Fev-2018
Referência: GUIMARÃES, Patrícia Cunegundes. Fotografias de família e cinema documental: lugares de memória das ditaduras civis-militares da América Latina. 2018. 159 f., il. Dissertação (Mestrado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Fotografias de álbuns de família podem ser consideradas como memória materializada. Como elas se transformam quando saem do âmbito das lembranças íntimas, das reminiscências, e passam para outra esfera de memória, a do tempo cinematográfico? O uso de fotografias de álbuns de família em documentários sobre mortos ou desaparecidos durante as ditaduras militares na América Latina é recorrente. O fluxo temporal criado a partir dessa associação liberta essas imagens do passado, trazendo-as para o presente. As memórias individuais são, portanto, atualizadas e transformadas em memória coletiva (ou memória do mundo), dentro de contexto histórico revisitado por filhos de mortos ou desaparecidos, como encontramos nos documentários M (Nicolás Prividera, Argentina, 2007), Diário de uma busca (Flávia Castro, Brasil e França, 2011) e Ejercícios de memoria (Paz Encina, Alemanha, Argentina, França, Paraguai e Quatar, 2016).
Abstract: Family photo albums can be considered materialized memory. How do photographs transform themselves when taken out of the realm of intimate memories and reminiscences in order to move into another memory scope, that of cinematographic time? The use of family photo albums in documentaries about deceased or missing individuals during military dictatorships in Latin America is recurrent. The temporal flow created from this association of photographs and film release these images from the past, bringing them into the present time. Personal memories are then be updated and transformed into collective memory within a historical context revisited by the children of such deceased or missing individuals, as it is seen in the following documentaries: M (Nicolás Prividera, Argentina, 2007), Diary, letters, revolutions (Flávia Castro, Brazil and France, 2011) and Memory exercises (Paz Encina, Germany, Argentina, France, Paraguay and Quatar, 2016).
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_PatríciaCunegundesGuimarães.pdf6,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.