Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31990
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_RenanAbrantesdeSousa.pdf2,51 MBAdobe PDFView/Open
Title: A Teoria da Complexidade reencontra o desenvolvimento econômico : uma análise de insumo-produto
Authors: Sousa, Renan Abrantes de
Orientador(es):: Arbache, Jorge Saba
Assunto:: Teoria da complexidade
Desenvolvimento econômico
Insumos
Produtos
Issue Date: 29-May-2018
Citation: SOUSA, Renan Abrantes de. A Teoria da Complexidade reencontra o desenvolvimento econômico: uma análise de insumo-produto. 2018. 114 f., il. Dissertação (Mestrado em Economia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: O campo de estudo do desenvolvimento econômico se beneficiou da teoria recentemente introduzida de complexidade econômica. Mantendo o arcabouço de Hausmann e Hidalgo (2014), a mudança da base de dados para a World Input-Output (WIOD) produz diversos resultados. A análise de insumo-produto contribui para o entendimento do desenvolvimento como processo emergente. Uma abordagem estrutural leva a algumas conclusões sobre os papeis desempenhados pelos serviços e pela indústria para angariar complexidade nos últimos estágios de desenvolvimento. Os serviços de valor são as atividades mais complexas, seguidos dos serviços de custos e das atividades industriais. Essas constatações vão em linha com o espaço-indústria proposto por Arbache (2012), pelo qual a indústria funciona como catalizadora de serviços sofisticados, conectando setores e demando inovações. O processo virtuoso de interação entre serviços de valor, de custo e indústria é denominado “trindade do desenvolvimento” e constitui o pilar da complexidade econômica sob a ótica do insumo-produto. Resultados adicionais endossam a existência da armadilha da renda média nos termos da complexidade. Um país pode passar por vários máximos locais em sua trajetória de desenvolvimento e acabar preso em uma região do espaço-produto. Apesar das dificuldades em se construir complexidade, mapear atividades que requerem conhecimento produtivo comum pode ser útil para formular políticas de diversificação econômica e, enfim, superar a armadilha da renda média.
Abstract: The study field of development economics has benefited from the recently introduced theory of economic complexity. Building on the same mathematical framework of Hidalgo and Hausmann (2014), several results arise by changing the database to the World Input-Output Database (WIOD). I make an input-output analysis that contributes to the understanding of development as an emergent process. A structural approach leads to some conclusions about the roles played by the services and the industry sector to forge economic complexity in the last stages of development. Product-differentiation services are the most complex activities, followed by cost-driven services and manufacturing. These findings are aligned with the industry-space proposed by Arbache (2012), in which the industry works as a catalyst to sophisticated services, connecting sectors and demanding innovation. The virtuous process of interacting product-differentiation services, cost-driven services and manufacturing is hereby denominated “development trinity” and stands as the pillar of economic complexity under an input-output analysis. Further results endorse the existence of a middle-income trap in terms of complexity. A country may encounter several local maxima on the path of development and find itself trapped in a certain region of the product-space. Despite the hardship on developing complexity, mapping activities which require common productive knowledge can be useful to formulate policies of economic diversification and to finally overcome the middle-income trap.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ECO - Mestrado em Economia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31990/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.