Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31985
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_KássiaBatistadeCastro.pdf10,32 MBAdobe PDFView/Open
Title: Segurança hídrica urbana : morfologia urbana e indicadores de serviços ecossistêmicos, estudo de caso do Distrito Federal, Brasil
Other Titles: Urban water security : urban morphology and ecosystem services indicators, case study of the Federal District, Brazil
Authors: Castro, Kássia Batista de
Orientador(es):: Roig, Henrique Llacer
Assunto:: Água - gestão ambiental
Gestão ambiental - Distrito Federal (Brasil)
Abastecimento de água
Recursos hídricos - Distrito Federal (Brasil)
Morfologia urbana
Issue Date: 28-May-2018
Citation: CASTRO, Kássia Batista de. Segurança hídrica urbana: morfologia urbana e indicadores de serviços ecossistêmicos, estudo de caso do Distrito Federal, Brasil. 2017. 204 f., il. Tese (Doutorado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: O panorama mundial apresenta um quadro preocupante em relação aos recursos hídricos. Atualmente mais da metade da população do globo vive em áreas urbanas. Diante desse cenário, se têm buscado cada vez mais, maneiras adequadas e eficientes de utilização e gestão das águas. Desse modo, o conceito de segurança hídrica tem ganhado notoriedade. Assim, o objetivo desse trabalho foi gerar um Índice de Segurança Hídrica Urbana (ISHUrb), com vistas a auxiliar o processo de gestão territorial, dos recursos hídricos e ambientais. Para tanto, avaliou-se a morfologia urbana e os serviços ecossistêmicos, tendo como estudo de caso, a área urbana do Distrito Federal - DF. Uma das premissas foi buscar uma aproximação entre a pesquisa científica e os tomadores de decisão da gestão pública. A base conceitual concebida para a proposta do ISHUrb, foi norteada por três eixos principais: o abastecimento, os ecossistemas e os aspectos socioambientais. A construção do índice seguiu cinco etapas principais: a) elaboração do mapeamento de tipos de estruturas urbanas (UST); b) reamostragem e consolidação de dados; c) geração dos indicadores de serviços ecossistêmicos urbanos; d) elaboração dos indicadores da situação do abastecimento de água e; e) aplicação de análise multicritério para gerar o ISHUrb. Foram considerados 6 critérios principais e 21 indicadores. O índice foi gerado por meio da ponderação dos critérios e indicadores, utilizando-se o método de análise multicritério Analytic Hierarchy Process. Para o julgamento dessa ponderação foram convidados representantes dos principais órgãos da gestão pública do DF relacionados à gestão do território e recursos hídricos e também pesquisadores com conhecimento nesta temática. O índice foi construído com auxílio do software AHP - Online System, que compatibilizou a resposta dos participantes e realizou uma análise de consenso dos resultados. A análise de consenso dos julgamentos dos pesos pelo grupo de participantes foi de 76%, considerada alta, o que demonstra grande similaridade entre as respostas dos participantes. Os critérios analisados foram pontuados com níveis de importância relativamente homogêneos. Os critérios considerados de maior importância foram Ecossistemas (23%) e a Quantidade (20%). Dentre os 21 indicadores, os mais importantes, foram: coeficiente de precipitação (9,2%), qualidade do manancial (8,4%) e demanda de água (8%). Os resultados gerados para o ISHUrb variaram entre 0,27 e 0,67 para um intervalo máximo de 0 a 1. Nenhuma das regiões urbanas do DF possuem ISHUrb considerado ótimo para o ano de 2009. 90% da área apresentavam-se no limiar para a segurança da água (ISHUrb entre 0,4 a 0,6). Os maiores valores (> 0,6), ocorrem em pontos isolados. As piores situações foram evidenciadas em áreas fora da área urbana consolidada. A situação do DF atualmente é crítica em relação aos recursos hídricos e mais especificamente ao acesso à água potável. Assim, acredita-se que o indicador gerado e a metodologia proposta, podem servir como instrumento de suporte a gestão dos recursos hídricos, não só a curto, mas também no longo prazo. E principalmente para ações preditivas, que apontem os problemas mais relevantes e possibilite a partir de sua análise ações que efetivamente possam saná-los ou mitigá-los. Por último, pode-se destacar a aceitação dos órgãos governamentais para o uso das UST como um instrumento de gestão das áreas urbanas.
Abstract: The world panorama presents a worrying picture regarding water resources. Nowadays more than half of the world population lives in urban areas. Given this scenario, we have been looking for more suitable and efficient ways to use and manage water. In this way, the concept of water security has gained more and more notoriety. Thus, the objective of this work was to generate an Urban Water Security Index (UWSI), to assess the territorial management process, water and environmental resources. For that, urban morphology and ecosystem services were evaluated, having as a case study the urban area of the Federal District - DF. One of the premises was to seek an approximation between the scientific research and the public decision makers. The conceptual basis conceived for the UWSI proposal was guided by three main axes: supply, ecosystems and socio-environmental aspects. The index construction followed five main stages: a) mapping the urban structures types (UST); b) resampling and consolidate the data; c) generate the urban ecosystem services indicators; (d) creating indicators to assess the water supply situation; e) application multicriteria analysis to generate UWSI. Six main criteria and 21 indicators were considered. The index was generated through the criteria and indicators weighting, using the Analytic Hierarchy Process. Were invited representatives of the main public agencies of the DF related to territory management and water resources and also researchers with knowledge in this theme. The index was constructed with the aid of the AHP - Online System software, which the participants responses were compatible and also performed a consensus analysis. It was verified that participants answers had a great similarity, with 76 % of consensus. The criteria were scored with relatively homogeneous levels of importance. The most important criteria were Ecosystems (23%) and Quantity (20%). Among the indicators, the most important were: rainfall coefficient (9.2%), wellspring quality (8.4%) and water demand (8%). The results generated for UWSI ranged from 0.27 to 0.67 (maximum range 0.0 to 1.0). None of the urban areas of the DF have a good UWSI for 2009. 90% of the area had low water security (UWSI 0.4 to 0.6). The highest values (> 0.6) occur in isolated points. The worst situations were evident in outside areas of the consolidated urban area. The DF situation is currently critical to water resources and more specifically to access drinking water. Thus, it is believed that the index generated and the proposed methodology can be used as a support tool for water resources management, not only in the short term, but also in the long term. And especially for predictive actions, which point out the most relevant problems and enable from the analysis actions that effectively can heal or mitigate them. Finally, it is possible to emphasize the acceptance of the governmental organs for the use of the UST as an instrument of management of the urban areas.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:IG - Doutorado em Geociências Aplicadas (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31985/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.