Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31973
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_VivianRodriguesdeOliveira.pdf17,91 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Jornalismo em dispositivos móveis : uma concepção estratégica de conteúdos noticiosos para tablets e smartphones
Autor(es): Oliveira, Vivian Rodrigues de
Orientador(es): Jorge, Thaïs de Mendonça
Assunto: Jornalismo
Comunicação
Dispositivos móveis
Data de publicação: 28-Mai-2018
Referência: OLIVEIRA, Vivian Rodrigues de. Jornalismo em dispositivos móveis: uma concepção estratégica de conteúdos noticiosos para tablets e smartphones. 2017. 435 f., il. Tese (Doutorado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: O jornalismo móvel abrange os processos de criação, apresentação e recepção de conteúdo noticioso com e para dispositivos móveis. Esta pesquisa estuda a apropriação de conteúdos jornalísticos em suportes móveis tablets e smartphones, considerando as delimitações e potencialidades destes meios. O interesse do estudo, logo, é voltado para produtos jornalísticos veiculados em plataformas móveis. Buscou-se propor um modelo teórico que oriente uma concepção estratégica de conteúdos noticiosos a serem apresentados em suportes móveis. São objetivos específicos desta pesquisa: (1) identificar, descrever e classificar as características e funcionalidades dos dispositivos móveis e seu impacto em relação aos produtos noticiosos; (2) conceituar, caracterizar e classificar o jornalismo móvel; (3) relacionar os gêneros, formatos e tipos das narrativas jornalísticas no ambiente digital com as particularidades do texto jornalístico nas plataformas móveis; (4) comparar o webjornalismo com o jornalismo em plataformas móveis; (5) verificar as possibilidades de apresentação de notícias com o uso de inovações tecnológicas suportadas por dispositivos móveis, como: realidade aumentada (RA), movimento gravitacional, tactilidade, geolocalização e QR Code; e (6) analisar o uso de narrativas jornalísticas nos tablets e smartphones em relação ao grande número de dados na internet e seu compartilhamento massivo e instantâneo. A contextualização teórica a respeito da comunicação móvel é baseada em Canavilhas (2013, 2014, 2015), Aguado (2013), Paulino (2012, 2013, 2017), Jorge (2009), Salaverría (2008, 2011, 2016, 2017), Scolari (2013), Feijoó (2013), Castellet (2013) e Palácios (2015). Empregou-se, como metodologia principal, a análise de conteúdo quanti-qualitativa de cinco publicações jornalísticas destinadas aos tablets e aos smartphones: O Globo A Mais, Diário do Nordeste Plus, The Guardian, Expresso O Popular e Estadão Premium. Além disso, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com editores das publicações estudadas. Em seguida, apresentou-se um guia prático com orientações básicas para a boa elaboração de conteúdos noticiosos em tablets e smartphones. O manual sistematiza dez princípios básicos para pensar o jornalismo móvel. Inferiu-se, ao final, que a despeito dos dispositivos móveis possuírem características específicas, é prematuro afirmar que neles haja uma transformação de formatos e gêneros jornalísticos. Contudo, percepções de tempo e espaço nesses meios são particulares; além disso, as inovações tecnológicas estimulam narrativas mais criativas e contextualizadas em dispositivos móveis.
Abstract: Mobile journalism covers the processes of creating, presenting and receiving news content with and for mobile devices. This research studies the appropriation of journalistic content on mobile tablets and smartphones, considering the delimitations and potential of these media. The interest of the study, therefore, is geared towards journalistic products run on mobile platforms. The aim was to propose a theoretical model that guides a strategic conception of news content to be presented on mobile media. The specific objectives of this research are: (1) to identify, describe and classify mobile devices’ characteristics and functionalities and their impact in relation to news products; (2) to conceptualize, characterize and classify mobile journalism; (3) to relate genres, formats and types of journalistic narratives in the digital environment with the particularities of journalistic text on mobile platforms; (4) to compare web-journalism with journalism on mobile platforms; (5) to verify the possibilities of presenting news with the use of technological innovations supported by mobile devices, such as: augmented reality (AR), gravitational movement, tactility, geolocation and QR Code; and (6) to analyze the use of journalistic narratives on tablets and smartphones in relation to the large number of Internet data and their massive and instantaneous sharing. The theoretical contextualization regarding mobile communication is based on Canavilhas (2013, 2014, 2015), Aguado (2013), Paulino (2012, 2013, 2017), Jorge (2009), Salaverría (2008, 2011, 2016, 2017), Scolari (2013), Feijoó (2013), Castellet (2013) and Palácios (2015). The main methodology used was quantitative-qualitative content analysis of five journalistic publications for tablets and smartphones: O Globo A Mais, Diário do Nordeste Plus, The Guardian, Expresso O Popular and Estadão Premium. In addition, semi-structured interviews were conducted with editors of the publications studied. Then, a practical guide with basic guidelines for the good elaboration of news content on tablets and smartphones was presented. The guide systematizes ten basic principles to think mobile journalism. It was inferred, in the end, that although mobile devices have specific characteristics, it is premature to say that there is a transformation of formats and journalistic genres. However, time and space perceptions in these media are particular; in addition, values linked to technological innovations cultivate the idea that narratives should be more creative and contextualized on tablets and smartphones.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-graduação em Comunicação, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FAC - Doutorado em Comunicação (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.