Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31966
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_GustavoFernandesRibeiro.pdf1,01 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Kafka e a psicose : aproximações entre psicanálise e literatura
Autor(es): Ribeiro, Gustavo Fernandes
Orientador(es): Viana, Terezinha de Camargo
Coorientador(es): Carvalho, Márcia Teresa Portela de
Assunto: Kafka, Franz, 1883-1924 - crítica e interpretação
Lacan, Jacques, 1901-1981 - crítica e interpretação
Freud, Sigmund, 1856-1939 - crítica e interpretação
Psicoses
Psicanálise
Data de publicação: 23-Mai-2018
Referência: RIBEIRO, Gustavo Fernandes. Kafka e a psicose: aproximações entre psicanálise e literatura. 2016. 100 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Resumo: O presente trabalho aproxima a literatura de Franz Kafka da teoria psicanalítica da psicose. A narrativa literária kafkiana é caracterizada pela influência do expressionismo e pela presença de elementos grotescos e absurdos, que se manifestam na forma realista com que o absurdo é descrito. Não obstante, o adjetivo “kafkiano” é empregado para designar uma situação estranha. Dado que a narrativa kafkiana é caracterizada pelo enlace entre o realismo e o absurdo, poderíamos aproximá-la da lógica de funcionamento das estruturas psicóticas? A metamorfose corporal de Gregor Samsa, protagonista de A Metamorfose (1912/2000), aproxima-se dos fenômenos corporais observados na esquizofrenia? A detenção e o processo de Josef K., protagonista de O Processo (1914/2000), podem ser observados à luz dos delírios de perseguição paranoica? Para responder estas questões, utiliza a abordagem psicanalítica, partindo das proposições teóricas estabelecidas inicialmente por S. Freud, posteriormente, aprimoradas por J. Lacan. Discute a literatura kafkiana em um recorte de sua obra: A Metamorfose (1912/2002) e O Processo (1914/2002). Inicialmente, discute a articulação entre psicanálise e literatura na instância significante da palavra. Em seguida, aborda a vida e obra de Franz Kafka, bem como os principais elementos que caracterizam sua narrativa. Identifica a transformação histórica do conceito e mecanismo de funcionamento da psicose, em Freud e Lacan. Apresenta elementos da trama kafkiana que apontam para a proximidade entre o grotesco kafkiano e os fenômenos observados na psicose, particularmente na esquizofrenia e na paranoia. Discute a semelhança entre a metamorfose de Gregor Samsa e os fenômenos corporais observados na esquizofrenia. Aborda a detenção e o processo de Josef K. em articulação com os delírios de perseguição observados na paranoia. Por fim, conclui que o grotesco kafkiano se aproxima da psicose sob a égide das interpenetrações entre o real e o absurdo.
Abstract: This study approaches Franz Kafka's literature to psychoanalytic theory of psychosis. The Kafkaesque literary narrative is characterized by the influence of expressionism and the presence of grotesque and absurd elements, manifested in realistic way the absurd is described. Nevertheless, the "Kafkaesque" adjective is used to designate a strange situation. Since the Kafkaesque narrative is characterized by the link between realism and absurdity, could we approach it from the operating logic of psychotic structures? The body metamorphosis of Gregor Samsa, the protagonist of The Metamorphosis (1912/2000), approaches the body phenomena observed in schizophrenia? The arrest and the process of Josef K., the protagonist of The Trial (1914/2000), can be seen as delusions of paranoid persecution? To answer these questions, uses the psychoanalytic approach, based on the theoretical propositions initially established by S. Freud, subsequently enhanced by J. Lacan. Discusses the Kafkaesque literature in a sample of his work: The Metamorphosis (1912/2002) and The Trial (1914/2002). Initially, discusses the relationship between psychoanalysis and literature in significant instance of the word. Then addresses the life and work of Franz Kafka, as well as the main elements that characterize his narrative. Identifies the historical transformation of the concept and operation mechanism of psychosis in Freud and Lacan. It features elements of Kafkaesque plot related to the proximity between the Kafkaesque grotesque and the phenomena observed in psychosis, particularly in schizophrenia and paranoia. Discusses the similarity between Gregor Samsa's metamorphosis and body phenomena observed in schizophrenia. Discusses the arrest and the process of Josef K. in conjunction with delusions of persecution seen in paranoia. Finally, it concludes that the Kafkaesque grotesque approaches psychosis under the aegis of interpenetration between the real and the absurd.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2016.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.