Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31943
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_LaísGomesFonseca _PARCIAL.pdf2,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Impacto de uma intervenção nutricional com instrumentos imagéticos para a promoção de práticas alimentares saudáveis entre adolescentes de Brasília-DF
Autor(es): Fonseca, Laís Gomes
Orientador(es): Bertolin, Maria Natacha Toral
Assunto: Educação alimentar e nutricional
Hábitos alimentares - Brasília (DF)
Adolescentes
Data de publicação: 21-Mai-2018
Referência: FONSECA, Laís Gomes. Impacto de uma intervenção nutricional com instrumentos imagéticos para a promoção de práticas alimentares saudáveis entre adolescentes de Brasília-DF. 2017. 105 f., il. Dissertação (Mestrado em Nutrição Humana)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Objetivo: Avaliar o impacto de intervenção nutricional com metodologia problematizadora utilizando instrumentos imagéticos para promover conhecimento e práticas alimentares saudáveis entre adolescentes. Delineamento: Estudo experimental randomizado. Participantes: Foi obtida uma amostra total de 461 adolescentes (intervenção: 12 turmas com 273 alunos e controle: 11 turmas com 188) provenientes de escolas públicas de Brasília-DF. Variáveis: Foram investigados em ambos os grupos o conhecimento em alimentação, consumo e comportamentos alimentares antes e após a intervenção. Intervenção: Em 3 encontros com os adolescentes, foram abordados princípios da alimentação saudável, classificação dos alimentos, importância da leitura dos rótulos e do olhar crítico para propagandas de alimentos, além da representação de refeições saudáveis e não saudáveis e seus teores de açúcar, gordura e sódio. Os materiais imagéticos utilizados foram desenhos, réplicas de alimentos e de embalagem. Nenhuma ação foi realizada no grupo controle. Análises: Adotaram-se modelo de equações generalizadas, com função logito binária, com identificação das razões de chances e seus intervalos de confiança, e análises de covariância, com ajustes pelos valores basais e a presença nos encontros. Resultados: Adolescentes do grupo intervenção apresentaram maior escore médio de acertos nas questões sobre conhecimento do que os participantes do grupo controle (p=0,0006), com chance 3,7 vezes maior de acertar as questões sobre alimentos in natura (IC 95%: 1,9-6,6), 3,6 sobre minimamente processados (IC 95%: 1,9-6,4), 2,2 sobre processados (IC 95%: 1,1-4,3), 3,5 sobre ultraprocessados (IC 95%: 1,8-6,6) e 2,4 sobre a composição de alimentos ultraprocessados (IC 95%: 1,3-4,4). Também obtiveram 2,5 vezes maior chance de acertar questões sobre a importância do ambiente alimentar (IC 95%: 1,1-5,5) e da precaução com as propagandas de alimentos (IC 95%: 1,2-5,3). Observou-se aumento no consumo semanal de hortaliças (p=0,0077; OR=2,4; IC 95%: 1,26-4,51) e redução no consumo de refrigerantes (p=0,0212; OR=0,36; IC 95%: 0,15-0,86) entre os participantes do grupo intervenção. Conclusão: A intervenção proposta proporcionou ampliação do conhecimento e melhoria na alimentação dos adolescentes. Portanto, ações educativas problematizadoras com instrumentos imagéticos parecem ser eficazes para promover práticas alimentares adequadas nesta fase da vida.
Abstract: Objective: To assess the impact of a nutritional intervention with problematic methodology using pictorial instruments to promote knowledge and healthy eating practices among adolescents. Design: Randomized experimental study. Participants: A total sample of 461 adolescents (intervention: 12 classes with 273 students and control: 11 classes with 188) were obtained from public schools in Brasília-DF. Variable: Both groups were assessed for knowledge in nutrition, eating behaviors and food practices before and after the intervention. Intervention: During 3 meetings with adolescents, the principles of healthy eating, food classification, importance of reading labels and critical appraisal food advertisements were discussed, as well as the representation of healthy and unhealthy meals and their sugar, fat and sodium. The pictorial instruments used were drawings, replicas of food and package. No action was taken in the control group. Analysis: A generalized equation model with binary logit function was used, with the identification of odds ratios and their confidence intervals, and covariance analyzes, adjusting for baseline measurements and presence at the meetings. Results: Adolescents from the intervention group had a higher average scores on knowledge questions than the participants in the control group (p = 0.0006), with a 3.7 times greater chance of getting answers to questions about in natura foods (95% : 1.9-6.6), 3.6 over minimally processed (95% CI: 1.9-6.4), 2.2 over-processed (95% CI: 1.1-4.3), 3.5 on ultraprocessed (95% CI: 1.8-6.6) and 2.4 on ultraprocessed food composition (95% CI: 1.3-4.4). They were also 2.5 times more likely to answer questions about the importance of the food environment (95% CI: 1.1-5.5) and precaution with food advertisements (95% CI: 1.2-5.3 ). There was an increase in weekly consumption of vegetables (p = 0.0077, OR = 2.4, 95% CI: 1.26-4.51) and a reduction in the consumption of soft drinks (p = 0.0212, OR = 0 , 36, 95% CI: 0.15-0.86) among the participants in the intervention group. Conclusion: This intervention resulted in increased nutritional knowledge and improvement in adolescents' food consumtion. Therefore, problematizing educational actions associated with pictorical instruments seem to be effective in promoting appropriate eating practices at this stage of life.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição, Programa de Pós-Graduação em Nutrição Humana, 2017.
Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo restrito: Resultados e Discussão.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:NUT - Mestrado em Nutrição Humana (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.