Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31902
Título: Efeito da eletroestimulação neuromuscular na arquitetura do tendão e músculo quadricipital em pacientes críticos
Autor(es): Carvalho, Karina Tâmila Lins Livino de
Orientador(es): Durigan, Rita de Cássia Marquetti
Assunto: Pacientes críticos
Estimulação elétrica neuromuscular
Quadríceps
Tendões
Data de publicação: 16-Mai-2018
Data de defesa: 2-Fev-2018
Referência: CARVALHO, Karina Tâmila Lins Livino de. Efeito da eletroestimulação neuromuscular na arquitetura do tendão e músculo quadricipital em pacientes críticos. 2018. 39 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Reabilitação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Introdução: As mudanças na arquitetura musculotendínea relacionadas ao repouso prolongado ao leito, em que os pacientes críticos são submetidos, precisam ser melhor estudadas. Não se sabe se a Estimulação Elétrica Neuromuscular (NMES) realizada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pode minimizar a deterioração dos tendões ou se isso ocorre apenas no sistema muscular. Objetivo: Avaliar o impacto do desuso, bem como os efeitos da NMES sobre a espessura, a ecogenicidade e a área de secção transversa do tendão do quadríceps e do músculo reto femoral em pacientes críticos submetidos à ventilação mecânica. Métodos: Foi realizado um ensaio clínico cego e aleatório em pacientes na UTI com traumatismo crânio encefálico (TCE). Foram elegíveis para o estudo pacientes com trauma agudo (até 48 horas), com expectativa de permanência prolongada em suporte ventilatório invasivo por mais de duas semanas, e idade entre 18 e 60 anos. Os pacientes foram divididos em dois grupos por meio de geração de números aleatórios. O grupo controle foi submetido a fisioterapia convencional, que inclui apenas a sessão de mobilidade. O grupo NMES, além da fisioterapia convencional, foi submetido à NMES no músculo quadríceps femoral. O protocolo NMES foi aplicado uma vez por dia durante os primeiros 14 dias de internação na UTI. A avaliação do tendão do quadríceps (espessura, área de seção transversa e ecogenicidade) e reto femoral (espessura e ecogenicidade) foi realizada com ultrassom (US) em modo B, por um único examinador cego nos dias 1, 3, 7 e 14. Resultados: A espessura e CSA do tendão do quadríceps demonstraram uma interação tempo x grupo significativa, juntamente com a espessura, CSA e ecogenicidade do músculo reto femoral. Conclusão: Foi demonstrado que mesmo o desuso a curto prazo promove efeitos deletérios sobre o tendão do quadríceps e a arquitetura do músculo reto femoral em pacientes críticos. Além disso, a NMES aplicada diariamente pode prevenir a hipotrofia da arquitetura muscular do tendão do quadríceps e do músculo reto femoral nesta população.
Abstract: Background: Tendinous changes related to prolonged bed rest, in which critically ill patients are submitted, need to be better studied. It is not known whether the NMES performed in the ICU can minimize the deterioration of the tendons or if this occurs only on the muscular system. Objective: To evaluate the impact of disuse, as well as the effects of NMES protocol on the thickness, echogenicity and cross-sectional area of the quadriceps tendon and rectus femoris muscle in critically ill patients submitted to mechanical ventilation. Methods: We carried out a single blinded, randomized clinical trial in mechanical ventilated traumatic brain injury patients in ICU patients with aged between 19 and 55 years. Patients were randomized in two groups. The control group performed the conventional physiotherapy, which only included mobility session. The NMES group beyond conventional physiotherapy has undergone NMES on quadriceps femoris muscle. NMES protocol was applied once daily during the first 14 days of ICU internship. Quadriceps Tendon (thickness, cross-sectional area and echogenicity) and rectus femoris (thickness and echogenicity) assessment were performed using B mode ultrasound and performed by a single blind examiner on days 1, 3, 7 and 14. Results: Quadriceps tendon thickness and CSA showed a significant time x group interaction, along with rectus femoris muscle thickness, CSA and echogenicity. Conclusion: we showed that even short-term disuse promotes deleterious effects on the quadriceps tendon and rectus femoris muscle architecture in critical ill patients. Moreover, NMES applied daily can prevent quadriceps tendon and rectus femoris muscle architecture atrophy in that population.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, 2018.
Aparece nas coleções:PPGCR - Mestrado em Ciências da Reabilitação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_KarinaTâmilaLinsLivinodeCarvalho.pdf1,83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.