Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31895
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_GabrielEstidesDelgado.pdf2,78 MBAdobe PDFView/Open
Title: Poéticas da desigualdade social na literatura brasileira contemporânea
Authors: Delgado, Gabriel Estides
Orientador(es):: Dalcastagnè, Regina
Assunto:: Literatura e sociedade
Literatura brasileira contemporânea
Autores brasileiros
Issue Date: 16-May-2018
Citation: DELGADO, Gabriel Estides. Poéticas da desigualdade social na literatura brasileira contemporânea. 2018. 269 f., il. Tese (Doutorado em Literatura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Propomos um estudo do fenômeno literário contemporâneo no Brasil a partir das mediações sociais que o tornam possível. Refazemos, para tanto, algumas polêmicas responsáveis por desenvolver os parâmetros dos diversos marxismos filosóficos do século XX. Contrastivamente, György Lukács e o Jean-Paul Sartre materialista de Questões de método têm suas obras analisadas segundo o desiderato comum de escapar ao mecanicismo na investigação de problemáticas superestruturais. Nosso caminho, heterodoxo, amplia, não obstante, essa leitura em direção à contribuição sociológica conexa. A teoria das classes sociais desenvolvida por Pierre Bourdieu é incorporada como modelo importante para o desvendamento temático e formal de nosso corpus. Assim, apresentamos panorama qualitativo da literatura atual, segundo pugnas internas ao subcampo de produção literária restrita. Mas, tão relevante quanto os motivos mais ou menos autônomos que balizam os posicionamentos e as disputas dessa área especializada da cultura nacional, a estrutura socioeconômica do país, compreendida em sua evolução histórica, também é detidamente abordada, a partir, sobretudo, das interpretações de Florestan Fernandes. Um defeito de cor, de Ana Maria Gonçalves; Leite derramado, de Chico Buarque; Guia afetivo da periferia, de Marcus Vinícius Faustini; e Passageiro do fim do dia, de Rubens Figueiredo, lidos em conjunto com tais teorias sociais e literárias, mas também situados na dinâmica histórica da sociedade em que participam, revelam, na particularidade mesma de cada composição, ser, de maneira ativa, com os recursos formais mobilizados, e, de modo mais ou menos passivo, como “sintomas”, poéticas do traço, afinal, mais marcante de seu contexto: a desigualdade social brasileira.
Abstract: We propose a study of the contemporary literary phenomenon in Brazil through the social mediation that makes it possible. Therefore, we rebuild some important controversies responsible for developing the parameters of the various Marxist philosophies of the twentieth century. In contrast, György Lukács and the materialist Jean-Paul Sartre of Search for a method have their works analyzed according to the common desideratum of escaping the mechanism in the investigation of super-structural problems. Our path, heterodox, nevertheless, enlarges this reading towards the related sociological contribution. The social classes theory developed by Pierre Bourdieu is incorporated as an important template of the thematic and formal unveiling of our corpus. Thus, we present a qualitative outlook of the current literature, according to the internal struggles of the sub field of restricted literary production. However, as relevant as the more or less autonomous motives that mark the positions and disputes of this specialized area of national culture are, the socioeconomic structure of the country, understood in its historical evolution, is also carefully addressed, overall from Florestan Fernandes’ interpretations. Um defeito de cor, by Ana Maria Gonçalves; Leite derramado, by Chico Buarque; Guia afetivo da periferia, by Marcus Vinícius Faustini; and Rubens Figueiredo’s Passageiro do fim do dia, read together with such social and literary theories, but also situated in the historical dynamics of the society in which they participate, reveal, in the particularity of each composition, to be, in an active way, with the formal resources mobilized, and in a more or less passive manner, as “symptoms”, poetics of the trait, after all, most striking of its context: the Brazilian social inequality.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:TEL - Doutorado em Literatura (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31895/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.