Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31859
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_JulianaRochadeFariaSilva.pdf3,45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Diretrizes para organização de informação musical brasileira
Autor(es): Silva, Juliana Rocha de Faria
Orientador(es): Cruz, Fernando William
Coorientador(es): Cunha, Murilo Bastos da
Assunto: Música - Brasil
Ontologia
Informação musical
Representação da informação
Data de publicação: 4-Jun-2018
Referência: SILVA, Juliana Rocha de Faria. Diretrizes para organização de informação musical brasileira. 2017. xiii, 287 f., il. Tese (Doutorado em Ciência da Informação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A música brasileira pode ser entendida como um patrimônio cultural material e imaterial e legitima-se como expressão artística que representa as tradições locais e capacidade para promover registros subjetivos da organização social e cultural vigente. Não obstante o fato de ser compreendida como elemento histórico relevante, a música brasileira - enquanto obra intelectual e objeto informacional -, carece de melhores práticas organizacionais a fim de cumprir requisitos de acesso, interoperabilidade e preservação, em especial na sua forma digital. De fato, percebe-se que as produções de conteúdos de informação musical focadas em um tipo de instrumento ou de um artista específico são mais completas e contextuais, embora não façam uso de padrões que permitam interoperabilidade com outros sistemas. Por outro lado, quando há o interesse na interoperabilidade, essa é feita com base em estratégias e tecnologias que foram concebidas para informações textuais e, portanto, não conseguem acomodar as diferentes dimensões inerentes à informação musical brasileira. Iniciativas mais recentes sugerem a organização da música brasileira a partir de modelos conceituais e ontologias que foram propostos para organização de músicas em outros países e contextos, em geral tomando a música como objeto informacional global. Nesse caso, alguns desses modelos têm sido adaptados e usados de forma deliberada, sem uma análise mais criteriosa sobre as especificidades do acervo de obras nacionais. Nessa tese, propõe-se diretrizes para a organização de informação musical brasileira a partir da caracterização da música brasileira e a compreensão da sua conexão com as raízes históricas e valorização dos aspectos culturais locais. Considerando o ponto de vista apresentado e assumindo uma perspectiva transdisciplinar, analisa-se propostas de modelos conceituais e tecnologias provenientes das áreas da Música, da Ciência da Informação e da Ciência da Computação a fim de verificar o que cabe ou não para organização das obras musicais brasileiras. A metodologia adotada envolveu levantamento bibliográfico sobre a música brasileira e sobre as iniciativas de organização. Além disso, foram feitas coletas de dados com especialistas a fim de perceber pontos relevantes a serem considerados para o desenho das diretrizes aqui propostas. Os resultados demonstraram as especificidades dessa informação apontando um recorte da música brasileira com características peculiares à sua produção que envolve um processo de elaboração de arranjos para fins de registro gravado. Estas peculiaridades, confrontadas com as iniciativas de organização da informação musical, apontam para (i) o uso de modelagens que permitam descrever a informação na perspectiva dos eventos que produzem a mú- sica; (ii) categorizar o arranjo como obra que contém variadas versões; (iii) analisar as deriva- ções de Obra a partir da identificação de referências (comparação com outras obras) e influências de outros artistas na criação; e (iv) compreender os gêneros musicais em uma perspectiva ontológica que envolve os aspectos relacionados à sua denominação, origem, evolução, interpretação e influências estrangeiras. É demonstrada ainda a importância em se considerar a particularização da música brasileira a partir da visão de especialistas a respeito do binômio música e cultura e em não aceitar adaptações internacionais a essa música.
Abstract: Brazilian music can be understood as a material and immaterial cultural heritage and legitimizes itself as an artistic expression that represents the local traditions and capacity to promote subjective records of the current social and cultural organization. Notwithstanding the fact that it is understood as a relevant historical element, Brazilian music – as an intellectual work and informational object - lacks better organizational practices in order to fulfill access, interoperability and preservation requirements, especially in its digital form. In fact, it is perceived that the productions of musical information contents focused on a specific instrument type or artist are more complete and contextual, although they do not make use of standards that allow interoperability with other systems. On the other hand, when there is interest in interoperability, it is based on strategies and technologies that are designed for textual information and, therefore, cannot accommodate the different dimensions inherent in Brazilian musical information. More recent initiatives suggest the organization of Brazilian music based on conceptual models and ontologies that have been proposed to organize music in other countries and contexts, generally taking music as a global informational object. In this case, some of these models have been adapted and used deliberately, without a more careful analysis of the specificities of the collection of national works. In this thesis, guidelines are proposed for the organization of Brazilian musical information based on the characterization of Brazilian music and the understanding of its connection with the historical roots and appreciation of local cultural aspects. Considering the point of view presented and taking a transdisciplinary perspective, proposals are analyzed of conceptual models and technologies from the areas of Music, Information Science and Computer Science to verify what is or not to organize the musical works Brazilians. The methodology adopted involved a bibliographical survey on Brazilian music and on organizational initiatives. In addition, data collection was done with specialists to understand relevant points to be considered for the design of the guidelines proposed here. The results demonstrated the specificities of this information pointing to a cut of the Brazilian music with characteristics peculiar to its production that involves a process of elaboration of arrangements for recorded recording purposes. These peculiarities, confronted with the initiatives of organization of the musical information, point to (i) the use of models that allow to describe the information in perspective of the events that produce the music; (ii) to categorize the arrangement as an Work that contains several versions; (iii) to analyze the derivations of work from the identification of references (comparison with other works) and influences of other artists in the creation; and (iv) understanding musical genres in an ontological perspective that involves aspects related to their denomination, origin, evolution, interpretation and foreign influences. It is also demonstrated the importance of considering the particularization of Brazilian music from the perspective of specialists regarding the binomial music and culture and not accepting international adaptations to this music.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FCI - Doutorado em Ciência da Informação (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.