Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31856
Título: Recriações da cidade inventada : Brasília na revista Traços e na série Distrito Cultural
Autor(es): Freitas, Angélica Peixoto de Paiva
Orientador(es): Sá, Sérgio Araújo de
Assunto: Brasília (DF)
Jornalismo
Representação
Revista Traços
Distrito Cultural
Análise do discurso
Data de publicação: 14-Mai-2018
Data de defesa: 1-Mar-2018
Referência: FREITAS, Angélica Peixoto de Paiva. Recriações da cidade inventada: Brasília na revista Traços e na série Distrito Cultural. 2018. 174 f., il. Dissertação (Mestrado em Comunicação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Esta dissertação analisa como Brasília é representada e significada na cobertura da revista Traços e da série de televisão Distrito Cultural. Para tanto, a pesquisa contextualiza os dois veículos jornalísticos nos percursos históricos do Brasil e da Capital Federal. O corpus estudado compreende: a) projetos técnicos inscritos nos editais da Lei de Incentivo à Cultura do DF (revista) e da Lei do Audiovisual (série); b) clipping de matérias veiculadas na imprensa sobre a revista e a série; c) entrevistas com profissionais do corpo técnico das duas produções; d) doze edições mensais da Traços publicadas de novembro de 2015 a outubro de 2016; e) sete episódios da primeira temporada da Distrito Cultural exibidos de novembro a dezembro de 2015. O conjunto teórico-metodológico utilizado nesta investigação é interdisciplinar e reúne elementos dos campos da comunicação, da arquitetura e urbanismo, da linguística, da psicologia, da sociologia, da história, da antropologia e da geografia. Com a aplicação da Análise do Discurso de linha francesa, evidenciaram-se as tentativas que revista e série empreendem de ressignificar Brasília ante os estereótipos de cidade fria, sem identidade, corrupta e segregadora. Ambos os jornalísticos colocam, na ordem do dia, pautas que mostram como, em pleno cinquentenário da cidade, os brasilienses estariam propondo e construindo novas práticas de experiência urbana.
Abstract: This dissertation analyzes how Brasilia is represented and signified in the coverage of Traços magazine and the television series Distrito Cultural. In order to do so, this research contextualizes the two journalistic vehicles in the historical routes of Brazil and of its Federal Capital, Brasilia. The studied corpus includes: a) technical projects registered in the edicts of the Culture Incentive Law of the Federal District (Lei de Incentivo à Cultura do DF) (magazine) and the Audiovisual Law (Lei do Audiovisual) (series); b) clippings of articles published in the press concerning the magazine and the series; c) interviews with professionals from the technical staff of the two respective productions; d) twelve monthly editions of Traços magazine published between November 2015 and October 2016; e) seven episodes of the first season of the Distrito Cultural series broadcasted in the period covered by November and December 2015. The theoretical-methodological approach used in this research is interdisciplinary and assembles elements from the fields of Communication, Architecture, Urbanism, Linguistics, Psychology, Sociology, History, Anthropology and Geography. By applying the method of French discourse analysis, the attempts made by the studied magazine and television series to resignify the imagem of Brasilia as opposed to the usual stereotypes of it being a cold city, without identity, corrupt and segregating were conspicuous. Both journalistic vehicles put on the agenda subject-matters that show how, in the city’s 55th anniversary, the citizens of Brasilia are proposing and constructing new practices of urban experiences.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_AngélicaPeixotodePaivaFreitas.pdf9,36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.