Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31839
Título: A contextualização da verdade ou como a ciência torna-se periférica
Outros títulos: The contextualization of truth or as science becomes peripheral
Autor(es): Neves, Fabrício Monteiro
Assunto: Ciência e tecnologia
Ciências sociais
Teoria dos sistemas
Verdade
Data de publicação: Dez-2014
Editor: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Pontíficia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Referência: NEVES, Fabrício Monteiro. A contextualização da verdade ou como a ciência torna-se periférica. Civitas, Revista de Ciências Sociais, Porto Alegre, v. 14, n. 3, p. 556-574, set./dez. 2014. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/civitas/article/view/16712/11883>. Acesso em: 23 nov. 2017. doi: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2014.3.16712.
Resumo: O trabalho trata do tema dos contextos da verdade. A argumentação teórica estrutura-se em torno de questões levantadas pelos estudos sociais em ciência e tecnologia, focando-se na vertente de estudos que levam em conta as diferenças de legitimação e circulação do conhecimento científico em contextos periféricos no sistema global de ciência e tecnologia. Deter-se-á na discussão do que se chamou sistema biotecnológico, um complexo articulado, formado por instituições acadêmicas, empresas públicas e empresas de pesquisa biotecnológicas especializadas na produção de conhecimento e tecnologia voltados para a manipulação da vida. A análise é desenvolvida por meio do conceito de regime de produção de conhecimento periférico, um regime de perturbações recíprocas entre sistemas, limitado pelas configurações institucionais dos estados nacionais, mas em relação com os centros de produção tecnocientíficos. Tal regime, no Brasil, foi caracterizado como tradutor de demandas locais, neste sentido, produtor de pesquisa de interesse meramente periférico, sem capacidade de circulação ampla na rede global do sistema, e, portanto, negligenciada no centro.
Abstract: The text deals with the theme of the contexts of truth. The theoretical argument of the article is structured around issues raised by the social studies of science and technology, focussing on studies that take into account the differences of legitimation and circulation of scientific knowledge in the peripheral global system of science and technology. It discusses what is called biotechnology system, an articulated complex formed by academic institutions, public companies and private biotechnology research companies specialized in the production of knowledge and technology focused on the manipulation of life. The analysis is developed taking the concept of regime of production of peripheral knowledge, a system of mutual disturbances between systems, limited by the institutional settings of national states, but connected to the technoscientific production centers. This regime, in Brazil, was characterized as a translator for local demands, in this sense as producer of research with only peripheral interest, with limited ability to move through the global network of the system, and therefore neglected in the center.
Licença: Civitas - Revista de Ciências Sociais - Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional (CC BY NC ND 4.0). Fonte: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/civitas/article/view/16712/11883. Acesso em: 23 nov. 2017.
DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2014.3.16712
Aparece nas coleções:SOL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_ContextualizacaoVerdade.pdf339,19 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.