Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31836
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_IgorLagoCaribé.pdf1,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: O ponto de vista da separação : gênese dialética da postura cognitiva do “entendimento” na Fenomenologia do Espírito de Hegel
Autor(es): Caribé, Igor Lago
Orientador(es): Lima, Erick Calheiros de
Assunto: Consciência
Dialética
Separação
Objetividade
Hegel, Georg Wilhelm Friedrich, 1770-1831 - crítica e interpretação
Data de publicação: 11-Mai-2018
Referência: CARIBÉ, Igor Lago. O ponto de vista da separação: gênese dialética da postura cognitiva do “entendimento” na Fenomenologia do Espírito de Hegel. 2017. 116 f., il. Dissertação (Mestrado em Filosofia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: Esta dissertação versa sobre a relação entre sujeito e objeto na Fenomenologia do Espírito (1807), de G.W.F. Hegel, tema que anima a primeira parte desta obra em questão. Veremos que essa relação estabelece uma dinâmica, a assim chamada dialética da consciência natural, na qual, apesar de partirmos da separação aparente entre mente e mundo, por outro lado é a identidade não refletida (inconsciente) entre o regime epistemológico e o regime ontológico da verdade, o que sustenta a aparência de separação. Apesar de o desenvolvimento deste suposto paradoxo, em suas interpretações e consequências, ser uma peça-chave para a gênese justificada, e assim incontornável, da consciência-de-si em sentido forte, esse processo, em geral, é negligenciado mesmo pela pesquisa hegeliana acadêmica. Desse modo, pretende-se aqui apresentar o significado e a necessidade de o projeto hegeliano começar por uma fenomenologia do percurso que vai da certeza sensível, passa pela percepção e chega ao entendimento, demonstrando a presença do “conceito” nas sucessivas mudanças de critérios quanto à objetividade e suas correlatas mudanças de subjetividade. Veremos, portanto, que por um lado, a consciência é narcísica, i.e., egoica, pois projeta-se no objeto e a ele se apega, e por outro lado, é somente a morte do ego, suspende a cisão e lhe transcende em espírito.
Abstract: This dissertation deals with the relation between subject and object in the Phenomenology of Spirit (1807) by G.W.F. Hegel, theme that animates the first part of this work in question. We will see that this relationship establishes a dynamic, the so-called dialectic of the natural consciousness, in which at the same time that we start from the apparent separation between mind and world, on the other hand, it is the not reflected identity (unconscious) between the epistemological and ontological regime of truth which maintains the appearance of separation. Although the development of this supposed paradox, in its interpretations and consequences, be a key piece for the justifiable genesis, and thus unavoidable, of the self-consciousness in a strong sense, this process, in general, is neglected even by Hegelian academic research. In this way, it is intended here to present the meaning and necessity of the Hegelian project to begin with a phenomenology of the pathway that goes from the sense-certainty, passes through the perception and arrives at the understanding, demonstrating the presence of the "concept" in the successive changes of criteria regarding the objectivity and their correlates changes of subjectivity. We shall see, therefore, that on the one hand, consciousness is narcissistic, i.e., egoic, because it is projected onto the object and attached to it, and on the other hand, it is only the death of the ego that suspends the split and transcends it in spirit.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Estudos Avançados e Multidisciplinares, Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos e Cidadania, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:FIL - Mestrado em Filosofia (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.