Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31835
Título: PSDB e PT no HGPE : a construção discursiva antagônica de 1994 a 2006
Outros títulos: PSDB e PT in HGPE : the antagonistic discursive construction from 1994 to 2006
Autor(es): Freitas, Felipe Corral de
Orientador(es): Holmes, Pablo
Assunto: Teoria do discurso
Antagonismo
Partidos políticos
Eleições - Brasil
Propaganda eleitoral
Data de publicação: 11-Mai-2018
Data de defesa: 8-Mar-2018
Referência: FREITAS, Felipe Corral de. PSDB e PT no HGPE: a construção discursiva antagônica de 1994 a 2006. 2018. 287 f., il. Tese (Doutorado em Ciência Política)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: O objetivo desta pesquisa é conhecer a estruturação discursiva das candidaturas à Presidência da República do PSDB e do PT veiculadas durante o Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) nas eleições de 1994, 1998, 2002 e 2006, a fim de identificar suas diferenças constitutivas a partir de elementos antagônicos. Para tal análise foram utilizados os aspectos teóricos e metodológicos da teoria do discurso de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe, com o intuito de identificar a relação antagônica estabelecida entre as candidaturas aqui estudadas, bem como os elementos constituidores de seus respectivos discursos. Buscamos apresentar que toda relação política, e, portanto, toda disputa política, se constitui a partir da relação antagônica, e, por isso, toda relação antagônica pressupõe uma disputa política em torno de um ou mais temas. Assim, temas compartilhados pelos polos antagônicos produzirão sentidos opostos. Além disso, entendemos que o HGPE se constituiu um espaço de disputa política, por isso marcado por relações antagônicas e, portanto, um espaço formador de discursos.
Abstract: The objective of this research is to know the discursive structure of the candidacies for the Presidency of the PSDB and the PT that were broadcast during the HGPE (Free Election advertising Shedule) in the 1994, 1998, 2002 and 2006 elections, in order to identify their constitutive differences based on antagonistic elements. For this analysis, the theoretical and methodological aspects of Ernesto Laclau and Chantal Mouffe's discourse theory were used to identify the antagonistic relationship established between the applications studied here, as well as the constituent elements of their respective discourses. We try to present that every political relationship, and therefore any political dispute, is constituted from the antagonistic relation, and therefore every antagonistic relation presupposes a political dispute around one or more themes, thus themes shared by the antagonistic poles will produce opposing meanings. In addition, we understand that the HGPE was constituted with space for political dispute, therefore marked by antagonistic relations and, therefore, a space for discourse.
Informações adicionais: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, 2018.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Aparece nas coleções:IPOL - Doutorado em Ciência Política (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2018_FelipeCorraldeFreitas.pdf2,1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.