Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31804
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_AdemárioRégisdeBrittoNeto.pdf2,51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Análise dos desafios e possibilidades de gestão dos Centros de Atenção Psicossociais Álcool e outras Drogas – CAPS-ad
Autor(es): Britto Neto, Ademário Régis de
Orientador(es): Galassi, Andrea Donatti
Assunto: Saúde pública
Saúde mental
Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS ad)
Data de publicação: 9-Mai-2018
Referência: BRITTO NETO, Ademário Régis de. Análise dos desafios e possibilidades de gestão dos Centros de Atenção Psicossociais Álcool e outras Drogas – CAPS-ad. 2017. xiv, 165 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: O cuidado em saúde mental, no Brasil, passou pelo que se chamou "reforma psiquiátrica", que demandava uma nova forma de cuidar, baseada na inserção social, autonomia e valorização das potencialidades das pessoas com sofrimento mental ou com problemas relacionados ao uso de álcool e outras drogas. Tal modelo veio a ser adotado pelo governo brasileiro enquanto nova Política Nacional de Saúde Mental. Dentre seus princípios, encontra-se a mudança de paradigma que coloca a internação como alternativa última de cuidado e cria os serviços substitutivos ao hospital psiquiátrico, sendo um deles os Centros de Atenção Psicossocial voltado a pessoas com transtornos por uso de álcool e outras drogas - CAPS-ad. Essa nova forma de cuidar implicou em uma nova lógica e novos serviços, porém, sua consolidação, ainda encontra-se em processo e suas diretrizes e dinâmica prática ainda estão pouco estruturados. Nesse contexto, recai sobre o gestor organizar o serviço para que realize, a transposição da Política Nacional em Saúde Mental para a prática. Este estudo buscou evidenciar esse desafio de gestão e possibilidades de solução, apresentando o processo vivenciado pelos CAPS-ad do Distrito Federal, na perspectiva de seus gestores. Os dados de pesquisa foram colhidos por meio de entrevistas semi-estruturadas com gestores e ex-gestores dos 07 CAPS-ad do DF e da recuperação da memória de Oficinas de Alinhamentos que desenvolveram em 2014. O próprio autor desta dissertação tendo sido um desses gestores e contribuindo com o conteúdo a ser analisado. O material coletado foi trabalhado por análise de conteúdo, sendo categorizado segundo oito princípios da Política Nacional em Saúde Mental somados a uma nona categoria que trata especificamente da gestão. Os resultados apresentaram o entendimento, dificuldades e soluções desenvolvidas nos CAPS-ad do Distrito Federal em transpor esses princípios para a prática. Concluíu-se que os desafios comuns para a concretização dos princípios devem-se a falhas de planejamento/investimento da SES/DF no campo da saúde mental e da formação insuficiente dos profissionais que vêm atuar nesses seviços acerca de seu modelo de cuidado. As soluções desenvolvidas privilegiam a educação continuada e reflexiva e a organização do serviço, tomando a consecução das diretrizes da Política Nacional em Saúde Mental como prioridades. Ademais, concluiu-se que o alinhamento e compartilhamento de compreensões, dificuldades e soluções em gestão entre os serviços facilita e favorece os processos de transposição e que estudos como este, mas de maior alcance, serão importantes para a consolidação e eficácia do modelo.
Abstract: Mental health care in Brazil went through what was called "psychiatric reform", which demanded a new way of caring, based on social insertion, autonomy and the appreciation of the potentialities of people with mental suffering or problems related to alcohol and other drugs use. The Brazilian government adopted this as a new National Mental Health Policy. Among its principles there´s the paradigm of caring by putting hospitalization as the last alternative of care and by creating substitutive services for the psychiatric hospital, including the Psychosocial Care Centers for people with alcohol and other drug use disorders - CAPS-ad. That new way of caring implied a new logic and new services, but its consolidation is still in process and its guidelines and dynamic practices are still poorly structured. In this context, it is up to the manager to organize the service to carry out the National Policy on Mental Health into practice. This study aimed to highlight the challenge of management and its possibilities of solution by presenting the process experienced by the CAPS-ad of the Brazilian Federal District, from the perspective of its managers. That data was made with semi-structured interviews and the recovery of the memory of Workshop of Alignments that was developed in 2014; the own author was one of these managers and contributed with the material to be analyzed. The collected material was worked with content analysis, being categorized according to eight principles of the National Policy on Mental Health added to a ninth category that deals specifically with management. The results presented the understanding, difficulties and solutions developed in the CAPS-ad of the Brazilian Federal District bringing those principles into practice. It was concluded that the common challenges for the implementation of the principles are due to SES / DF's planning / investment failures in the field of mental health and the insufficient training of the professionals who work in those services and about its model of caring. The solutions developed focus on continuous and reflective education and the organization of the service, taking the National Policy on Mental Health guidelines as priorities. In addition, it was concluded that the alignment and sharing of understandings, difficulties and management solutions between services facilitates and favors the transposition processes and that studies like this one, but one of a larger scope, will be important for the consolidation and effectiveness of the model developed.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias em Saúde, 2017.
Licença: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Aparece nas coleções:PGCTS - Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.