Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31716
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_TamaraOliveiraMachado_PARCIAL.pdf7,03 MBAdobe PDFView/Open
Title: Ocorrência e infecção natural de Flebotomíneos (Diptera : Phlebotominae) em matas de galeria e unidades domiciliares no município de Palmas, Tocantins, Brasil
Authors: Machado, Tâmara Dias Oliveira
Orientador(es):: Gonçalves, Rodrigo Gurgel
Coorientador(es):: Andrade, Andrey José de
Assunto:: Flebotomíneos
Leishmania
Trypanosoma
Savana brasileira
Issue Date: 20-Apr-2018
Citation: MACHADO,Tâmara Dias Oliveira. Ocorrência e infecção natural de Flebotomíneos (Diptera: Phlebotominae) em matas de galeria e unidades domiciliares no município de Palmas, Tocantins, Brasil. 2017. xx, 140 f., il. Tese (Doutorado em Medicina Tropical)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: O conhecimento das espécies de flebotomíneos e de seus níveis de infecção natural por Leishmania é necessário para a identificação do risco de ocorrência das leishmanioses. Considerando o pouco conhecimento da fauna flebotomínica em Palmas, Tocantins, e a inexistência de dados de ocorrência de espécies de Leishmania em flebotomíneos nesse município, o presente trabalho objetivou: investigar a fauna flebotomínica em fragmentos de matas de galeria e em unidades domiciliares (UDs) bem como a infecção natural por tripanosomatídeos nas fêmeas de flebotomíneos capturados em dois períodos distintos, seco e chuvoso. Quatro fragmentos de matas de galeria e quatro áreas domiciliares adjacentes foram amostradas utilizando armadilhas luminosas HP e Shannon. Após a identificação, 752 fêmeas foram agrupadas em 154 pools para a extração do DNA. A qualidade do DNA foi verificada por PCR do gene cacophany da região IVS6 de flebotomíneos. A detecção de tripanossomatídeos nas fêmeas de flebotomíneos foi realizada a partir da amplificação da região SSU rDNA e as amostras positivas foram submetidas a PCR ITS-1. A identificação das espécies de tripanossomatídeos foi realizada por sequenciamento. A caracterização ambiental das 40 casas amostradas foi realizada a partir de questionários. Variáveis estruturais do intra, do peridomicílio e da circunvizinhança foram obtidas. Foram capturados 949 (28 spp.) e 578 (22 spp.) espécimes em julho e novembro, respectivamente. Nyssomyia whitmani foi a mais abundante (n = 743). Em julho, a maioria dos espécimes foram capturados nas matas de galeria (n = 762, 80%) e em novembro, a maioria dos espécimes foi encontrada nas UDs (n = 551, 95%) com predominância de Ny. whitmani. Lu. longipalpis foi a mais frequente em áreas domiciliares e Bi. flaviscutellata em matas de galeria. A PCR SSU rDNA identificou L. amazonensis, L. infantum e Crithidia fasciculata em Ny. whitmani. A PCR SSU rDNA identificou Leishmania amazonensis, L. infantum e Crithidia fasciculata em Ny. whitmani; L. amazonensis em Lu. longipalpis; Trypanosoma sp. e L. amazonensis em Pintomyia christenseni; L. amazonensis em Psathyromyia hermanlenti e Evandromyia walkeri. Determinadas UDs de Palmas (no centro de Palmas e no distrito de Taquaruçu) apresentaram características que permitem a manutenção da população de flebotomíneos no peridomicílio, tais como a presença de árvores frutíferas, matéria orgânica e animais, como cães e galinhas. As matas de galeria são importantes para manter os flebotomíneos vetores de Leishmania em Palmas e as UDs são receptivas à manutenção da população de flebotomíneos no peridomicílio. Dessa forma, recomenda-se uma vigilância mais ativa principalmente nas UDs próximas a matas de galeria.
Abstract: Knowledge on phlebotomine species and levels of natural infection by Leishmania are necessary to identify potential areas of risk of leishmaniasis. Given the limited knowledge on phlebotomine fauna in the city of Palmas, State of Tocantins, Brazil and the lack of data on the occurrence of Leishmania species in phlebotomines in this municipality, this study aimed to: to investigate the phlebotomine fauna in fragments of gallery forests and in household units (HUs) as well as the natural infection by trypanosomatids in females of sandflies captured in two different periods, dry and rainy. Four fragments of gallery forests and four adjacent HUs were sampled using HP light traps and Shannon traps. After their identification, 752 females were grouped into 154 pools for DNA extraction. The quality of the DNA was determined by PCR of the cacophany gene of the IVS6 region in Phlebotominae. Trypanosomatids were detected in Phlebotominae females through the amplification of the SSU rDNA region, and the positive samples were tested using ITS1-PCR. Trypanosomatids species were identified using sequencing. The environmental status of the 40 houses sampled was characterized using questionnaires. Structural variables within the HUs, around the HUs, and in the surrounding neighborhood were obtained. A total of 949 specimens (28 spp.) and 578 specimens (22 spp.) were captured in July and November, respectively. Nyssomyia whitmani was the most frequent species (n=743). In July, the majority of specimens were captured in the gallery forests (n=762; 80%), while in November, most of the specimens were found in the HUs (n=551; 95%). The specimens found were predominantly Ny. whitmani. Lutzomyia longipalpis was most frequent in domestic areas (84/86), while Bichromomyia flaviscutellata in gallery forests. The SSU rDNA PCR identified Leishmania amazonensis, L. infantum and Crithidia fasciculata in Ny. whitmani, as well as L. amazonensis in Lu. longipalpis; Trypanosoma sp. and L. amazonensis in Pintomyia christenseni; and L. amazonensis in Psathyromyia hermanlenti and Evandromyia walkeri. Certain HUs in Palmas (some in downtown Palmas and others in the Taquaruçu district) exhibited characteristics that allow the maintaining of Phlebotominae population in the peridomestic environment, such as the presence of fruit trees, organic matter, and animals such as dogs and chickens. The gallery forests are important to maintain the phlebotomine vectors of Leishmania in the city and the HUs are receptive to maintain Phlebotomine populations in peridomestic environments. Therefore, more active surveillance is recommended, particularly in the HUs close to gallery forests.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, 2017.
Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo restrito: Subcapítulos 5.3 e 6.3.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS).
Appears in Collections:FMD - Doutorado em Medicina Tropical (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31716/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.