Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31672
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_EllenLemos.pdf1,53 MBAdobe PDFView/Open
Title: Viabilidade econômica de empreendimentos rodoviários : a incerteza nos custos sociais e ambientais
Authors: Lemos, Ellen
Orientador(es):: Conceição, Pedro Henrique Zuchi da
Assunto:: Viabilidade econômica
Projetos - avaliação
Custo-benefício
Projetos rodoviários
Issue Date: 17-Apr-2018
Citation: LEMOS, Ellen. Viabilidade econômica de empreendimentos rodoviários: a incerteza nos custos sociais e ambientais. 2017. iii, 121 f., il. Dissertação (Mestrado em Gestão Econômica do Meio Ambiente)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Embora empreendimentos rodoviários sejam vetores de desenvolvimento socioeconômico, também podem causar externalidades negativas para a sociedade. Nesse contexto, a despeito da realização de análises de viabilidade econômica de obras de grande vulto, há projetos não viáveis economicamente sendo aprovados, bem como uma vultosa desconexão existente entre os resultados previstos no planejamento e os efetivamente executados na implementação destes. Dentre as razões está a frequente omissão dos custos e benefícios sociais e ambientais e suas respectivas incertezas no planejamento de projetos. Nesse diapasão, o presente estudo identificou quais as incertezas relativas aos aspectos sociais e ambientais das análises de viabilidade econômica de projetos de empreendimentos rodoviários efetuada pelo governo federal brasileiro, a fim de avaliar como impactam prognósticomente os custos executados. Dessa forma, verificou-se que a não consideração dos aspectos sociais e ambientais se inicia ainda na fase de diagnóstico e prognóstico dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental e refletem na não mensuração de parte majoritária dos respectivos custos e benefícios nas estimativas efetuadas. Ademais, identificou-se que inúmeras incertezas decorrentes do licenciamento ambiental repercutem em aditivos de prazo nos contratos de estudos ambientais e de prazo com reflexo financeiro nos contratos de supervisão ambiental da obra. Por fim, a análise comparativa de custos verificou-se que os custos e prazos dos aspectos sociais e ambientais executados foram superiores aos contratados, embora representando parcela ínfima do aumento total de custos executados na obra.
Abstract: Although road projects be vectors of socioeconomic development, they can also cause negative externalities to society. In this context, in spite of economic feasibility analyzes, there are economically not feasible projects being approved, as well as a large disconnection between the expected results in the planning and those actually executed in the implementation. Among the reasons, it´s the frequent omission of costs and benefits of socio-environmental aspects and their respective uncertainties in project planning. In this context, the present study identified the uncertainties related to the socio-environmental aspects of the economic feasibility analysis of highway projects carried out by the brazilian government, in order to assess how they impact financially the executed costs. Thus, it was verified that the non-consideration of socioenvironmental aspects and externalities begins in the diagnostic and prognostic phase of the Technical, Economic and Environmental Feasibility Studies and it reflects in the nonmeasurement of a major part of the socio-environmental costs and benefits in the estimates made. In addition, it identified numerous uncertainties arising from environmental licensing, which have repercussions as term additives in contracts for environmental and time studies with a financial impact on the environmental supervision contracts. Finally, the comparative cost analysis verified that the costs and deadlines of the socio-environmental aspects executed were higher than the contracted ones, although they represent only a small part f the total increase of costs executed in the work
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, 2017.
Appears in Collections:ECO - Mestrado em Gestão Econômica do Meio Ambiente (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31672/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.